16 de julho de 2009

Mineirazzo

Esse foi o título que o site http://www.lance.com.br usou para definir esta partida, exatamente o que eu queria expressar. Em outras palavras que "jogaço"!

No primeiro tempo os dois times se equilibravam, mas o Cruzeiro se sobressaía, mas nada aconteceu, na volta dos vestiários logo no começo Henrique marcou um golaço de fora da área e fez Cruzeiro 1 a 0, "pouquíssimo" tempo depois o Estudiantes conseguiu empatar, e sem chances para o Cruzeiro, o time argentino conseguiu virar, exatamente como foi o Maracanazzo.

Íamos acreditando
Os dois times jogaram no mesmo nível, mas talvez com mais segurança do Estudiantes, o Cruzeiro atacava mais, o Estudiantes chegava, mas era desarmado. Cellay criava ótimas jogadas pelo lado direito do campo.
O Cruzeiro até conseguia chegar, só que com lances de pouco perigo, que nem se quer assustavam o goleiro Adújar. O lance que deu mais esperança para os cruzeirenses, foi o ataque puxada por Wagner, ficaram três do cruzeiro contra dois zagueiros, Wagner então decidiu enfiar a bola para Wellington Paulista, o goleiro se antecipou e segurou com frieza.

Estava tudo em suas mãos, mas acabou perdendo
Na volta do segundo tempo, logo aos 6 minutos Henrique marcou o gol que acreditavam que seria o gol do título, o chute foi forte, mas para enganar o goleiro desviou na zaga. O Estudiantes não sofreu pelo placar, até porque pouco tempo depois Cellay achou Fernandez sozinho na área para marcar, Cruzeiro 1 X 1 Estudiantes.
O Cruzeiro jogava mal, e o árbitro não marcava faltas obvias. A tristeza cruzeirense veio aos 28 minutos, Verón cobrou o escanteio na cabeça de Boselli, que acabou marcando o gol do título. O time argentino prendia a bola, quando dava conseguiam atacar, chegaram a assustar-se com a bomba de Thiago Ribeiro de fora da área que pegou no travessão, mas não aconteceu nada e o Estudiantes foi campeão pelo quarta vez da Taça Libertadores da América.

FICHA TÉCNICA
http://www.lance.com.br

CRUZEIRO 1X2 ESTUDIANTES

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 15 de julho de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (em Brasília)
Árbitro: Carlos Chandía (CHI)
Assistentes: Patricio Basualdo (CHI) e Francisco Mondría (CHI)
Cartões amarelos: Kléber (CRU); Verón, Cellay (EST)
Gols: Henrique (1-0), aos 6'/2ºT; Fernández (1-1), aos 11'/2ºT; Boselli (1-2), aos 28'/2ºT)

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno e Gerson Magrão; Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner (Athirson, 26'/ºT); Wellington Paulista (Thiago Ribeiro, 29'/2ºT/) e Kléber
Técnico: Adilson Batista

ESTUDIANTES: Andujár, Cellay, Schiavi, Desábato e Re; Braña (Sánchez, 41'/2ºT), Verón, Pérez e Benítez (Díaz, 34'/2ºT); Gastón Fernández (Calderón, 44'/2ºT) e Boselli
Técnico: Alejandro Sabelli


Por cima: Cellay e Kléber, os dois com muita raça, jogaram com vontade até o fim.
Por baixo:
Wellington Paulista e Fabio, jogadores que jogaram muito bem no primeiro jogo desepsionaram neste
Artilheiro:
Boselli, Fernandez(EST) e Henrique(CRU)

Agora quem se vê em Abu Dhabi é o Estudiantes
Barcelona X Estudiantes
Messi X Verón

Nenhum comentário:

Postar um comentário