26 de abril de 2011

"A queda do muro"

Não há um título melhor do que o usado pelo portal virtual do Globo Esporte para expressar o que ocorreu no jogo entre Schalke 04 e Manchester United, válido pelas semi-finais da Champions League. Esperávamos um encontro entre Rooney e Raúl, mas o que vimos foram os Red Devils partindo para cima do "muro" Neuer.


No início do jogo vimos um Schalke pra frente, assim como nas partidas contra a Internazionale. Chegava para fazer o gol, mas caiu de produção; Papadopoulos falhou muito e abriu brechas para o Manchester pressionar. Os vermelhos, que não são bobos, foram com força pra cima e poderiam ter marcado com Chicharito que preferiu passar para Rooney, que foi desarmado.

Os Azuis Reais (le-se Neuer) conseguiram segurar até os 21' do segundo tempo. Neste minuto o experiente Giggs marcou e derrubou o "muro" Neuer, que foi destaque na Copa do Mundo e na partida. Apenas dois minutos depois Rooney marcou deixando-me mais decepsionado com o Schalke. O 2-0, apesar de parecer pouco, foi demais! Na Arena Auf Schalke o clube da casa perdeu, e terá que vencer por pelo menos 2-0 no Old Trafford para não ser eliminado nos 90 minutos.

Neuer mandou no jogo, ou melhor, defendeu muito, pois quem mandou foi Rooney, Giggs, Park, Chicharito e companhia. Lamento muito por ver um time bom como o Schalke virtualmente eliminado. Nunca fui muito com a cara do United. Sou suspeito para dizer, já que sou torcedor do Chelsea, mas não sei porque não gosto do Manchester; gosto do Liverpool e do Arsenal, mas do Manchester não. Admito que um belo futebol é jogado, mas não me convence.

Os schalkers podem ter pensado que não foi desta vez, e que ano que vem tem mais; porém não penso assim. Neuer está negociado com o Bayern (li por aí, mas acredito que ainda possa ir para o próprio Manchester United) e sem o "muro" acho difícil o clube de Farfán e Raúl ir as semi da UCL novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário