29 de novembro de 2011

O Personagem: Guarín

Tento, a um certo tempo, inovar no NossoFutebolClube e trazer conteúdos diferentes aos leitores. Penso em colunas que poderiam ser criadas e novos formatos de posts (se puderem deixem sugestões). Apesar de não ser muito original (me inspirei muito na coluna "O Escolhido" do blog Comentários Paulistas) eu gosto deste formato de coluna e farei esse modelo de teste; gostaria que deixassem comentários falando o que acharam. No futuro a coluna pode sofrer alterações.


Guarín iniciou sua carreira jogando em clubes pequenos da Colômbia, mas logo se transferiu por empréstimo ao Boca Juniors. Ele já fazia sucesso na Seleção Sub-20 da Colômbia, entretanto no profissional ele não tinha muitas oportunidades. O clube argentino tentou assinar um contrato em definitivo, mas Fredy acabou parando na França, de onde saiu para jogar no FC Porto. Em Portugal ele faz sucesso e junto com James e Falcao se destaca também na Seleção Colombiana.


 
O que ele faz de melhor:
Guarín se destaca principalmente devido a sua versatilidade. O meia de origem já se mostrou também um ótimo segundo volante, desarmando e passando, além de aberto pelas laterais, chutando e marcando alguns gols. O camisa 6 já se mostrou também dono de um chute poderoso, que lhe rendeu um golaço contra o Marítimo na temporada passada (vídeo).

Pontos negativos:
Apesar de ser versátil, Guarín muitas vezes se confunde no esquema tático e quando era para estar auxiliando a defesa ele aparece no ataque tentando marcar um gol. A versatilidade também o trabalha no aspecto de costume em uma posição fixa. Como Jean (do São Paulo) ele acaba não sendo um mega jogador como meia, uma vez que "distribui essa habilidade" nos flancos e na defesa. Além do mais ele não jogou um período fabuloso muito longo; nos últimos meses de Villas-Boas - no Porto - ele foi o grande destaque. 

O jogo
A partida que me lembro que Guarín se destacou bem, foi justamente no fim da "Era" Villas-Boas. Na partida do título da Liga Sagres, o Porto bateu o Benfica por 2 a 1, com gols do colombiano e de Hulk. Além de ter marcado um gol (que foi mais falha do goleiro), o camisa 6 soube administrar bem a partida. 

Guarín é um jogador que tem um grande potencial de evoluir. Ele deve trabalhar mais sua versatilidade e tentar pecar menos taticamente, já que muitas vezes encontra-se perdido em campo. A inexperiência também já prejudicou diversas vezes o jovem colombiano, fazendo-o tomar decisões precipitadas. Caso trabalhar esses problemas pode se tornar um grande jogador, figurar na lista de melhores do mundo e ajudar o pobre futebol colombiano.

Obrigado!

Infelizmente não conseguimos ficar no Top 3 blogs esportivos do Concurso TopBlog 3, mas agradeço todos os votos que possibilitaram o Nosso Futebol Clube de ficar entre os 30 melhores blogs esportivos, não profissionais.

Nenhum de nossos parceiros chegou a essa tão difícil fase. Espero que tenhamos mais sorte no ano que vem. Em 2010, nem entre os 100 nós ficamos; 2011 já foi melhor, entre os 30! 2012 será o nosso ano! Rumo ao título!

28 de novembro de 2011

O Mundial vem aí!

O Santos desistiu do Campeonato Brasileiro no momento que se dedicou e foi campeão da Libertadores. Ao invés do Brasileirão, o Mundial virou a meta, e o dia está jogando. No dia 14 de dezembro, as 19h30, o Peixe estreia na competição contra uma equipe que ainda será sorteada e em seguida, para a felicidade dos torcedores, eles devem enfrentar o Barcelona.

Os 30 pré-selecionados haviam sido escolhidos e hoje o técnico Muricy Ramalho, cortou sete jogadores. Adriano (devido a lesão); Possebon, Breitner, Tiago Alves, Crystian, Eder Lima e Leandro Lima foram os escolhidos.

Nenhuma surpresa ocorreu, mas para a tristeza dos santistas, o volante Adriano - que vivia um ótimo momento - se lesionou e não irá para o Japão. Os contestados Elano e Ibson irão, uma vez que são os melhores nomes.

Pessoalmente acredito que Muricy não cometeu nenhum equivoco. O trio fantástico - ao menos no papel -, Ganso, Neymar e Borges, será a principal atração e espero que vençam o Barcelona para representar o Brasil em terras nipônicas. O único ponto que contesto o técnico santista foi no exagero de atacantes e a falta de um lateral-esquerdo. Eu cortaria Diogo, que desde que voltou ao Brasil (após sua passagem pelo Olympiakos) não jogou bem. Apesar de não ser um grande jogador eu chamaria Eder Lima, pois caso ocorra algo com Pará o Santos teria um suplente de ofício para a vaga.

Desta forma os goleiros convocados foram Rafael, Aranha e Vladimir; os zagueiros Bruno Aguiar, Bruno Rodrigo, Durval, Edu Dracena e Vinicius Simon foram selecionados e nas laterais Danilo, Léo e Pará irão para o Japão. Os volantes serão Anderson Carvalho, Henrique e Arouca; e Ibson, Ganso, Felipe Anderson e Elano irão compôr o meio. Os responsáveis pelos gols serão Neymar, Borges, Rentería, Diogo e Alan Kardec.

Com esses selecionados o Peixe deve jogar com a formação ilustrada na prancheta. No setor defensivo, Danilo jogaria mais livre, enquanto no meio Henrique faria a função de primeiro volante e Arouca de segundo. Ganso, Neymar e Borges atuariam da forma como estão acostumados, "maestrando", driblando e marcando gols respectivamente.

*O meu colega de desenhos de camisas fantasy de futebol, Daniel_Ramone, resolveu simular como poderia ser o Santos com seu novo fornecedor, a Nike, no ano do Centenário (2012), confira!
http://tgtsports.blogspot.com/
Achei que ficou espetacular e torço para que a camisa do ano que vem seja ao menos parecida com essa.

27 de novembro de 2011

Um final digno

O Campeonato Brasileiro não foi dos melhores, entretanto foi bem disputado (apesar de ter sido uma disputa nivelada por baixo). Nada seria mais justo do que um final emocionante, de deixar os torcedor de Corinthians e Vasco tremendo até o último minuto. E assim foi. O Brasileirão não foi decidido hoje graças ao gol de Bernardo aos 45 minutos.

O Corinthians brigou com o Figueirense em Florianópolis para já levar o título para casa. Liédson fez o gol que parecia decretar o campeão, entretanto nos minutos finais o Vasco fez o 1 a 0 no Fluminense, com Alecsandro. O clima estava quente, uma vez que o clube cruz-maltino teve um gol mal anulado e perdeu chances inacreditáveis.

A vitória vascaína e a tirada de título do Corinthians não se manteve por muito tempo, uma vez que Fred empatou o jogo aos 38 minutos do segundo tempo. O Oslando Scarpelli tremia no lado corintiano, enquanto os vascaínos do Engenhão rezavam até o último minuto.


No Sul do país o Corinthians venceu, todavia a partida no Rio de Janeiro ainda não tinha acabado e foram esses minutos que mudaram o final do campeonato. Bernardo, aos 45, recebeu um cruzamento perfeito para marcar de cabeça, a bola não entrou e no rebote o meia no rebote marcou o gol que tirou a taça das mãos alvinegras. Não deu para segurar, o camisa 16 chorou, caso o Vasco conquiste esse campeonato ele ficará marcado na história.

Como bom são-paulino torcerei com todas as minhas forças pelo título vascaíno, que para ocorrer o Palmeiras tem que bater o Corinthians e o Vasco vencer o Flamengo. Não é uma tarefa fácil, mas é um final digno para um campeonato tão disputado.

8 de novembro de 2010: Pobres Águias



O portistas se lembram até hoje do memorável dia 8 de novembro de 2010; o Dragão goleou as "pobres águias" benfiquistas por 5-0. Falcao e Hulk (ou Úlque, como os portugueses preferem chamar) deram um show, dois gols de cada e participações significativas em diversos outros lances de perigo da equipe azul. André Villas-Boas comandava o Porto do banco, poucos imaginavam que essa goleada era o "início" de um ano brilhante.

A goleada começou cedo no lotado Estádio do Dragão, que abrigava cerca de 50 mil pessoas. Aos onze minutos o brasileiro Hulk abusou e pedalou para cima do conterrâneo, David Luiz, para então bater cruzado nos pés de Varela que apenas arrumou e fez o primeiro dos cinco gols daquela noite. O Benfica tentava se recuperar, porém a equipe de AVB ia forte para o ataque. Oito minutos após o gol, o camisa 12 portista tabelou na entrada da área e disparou um chutaço que fez o espanhol Roberto tremer debaixo das redes, entretanto esse não foi segundo gol portista (seria algo melhor).

Jorge Jesus não conseguia comandar a equipe, eles estavam perdidos e a dupla Hulk-Falcao abusou disso. Novamente o brasileiro iniciou uma jogada que terminaria em gol. Ele pedalou e tocou na lateral desnorteando a defesa benfiquista. Um cruzamento do lado direito do ataque deixou o colombiano dono da camisa 9 entre altos zagueiros encarnados, porém isso não foi problema. Falcao tratou de marcar de calcanhar (ou letra) o 2 a 0.

O 3 a 0 saiu na defesa portista. Belluschi recebeu um passe impressionante originado de seu campo defensivo; já dentro da grande área o camisa 7 cortou de Sidnei e serviu o matador Falcao para fazer o terceiro ao 28 minutos ainda do primeiro tempo.

O Benfica criou pouco, mas até que bem, entretanto Helton estava lá para salvar os chutes perigosos das águias de Lisboa. Roberto novamente tremeu. Em jogada ensaiada de escanteio de Hulk, Guarín recebeu a ponto de cabecear, todavia mandou para fora. O jogo se encaminhava para o final e o 3 a 0 já parecia muito, porém Fábio Coentrão fez "questão" de marcar um pênalti em Hulk aos 33. O camisa 12 bateu e confirmou a goleada, 4 a 0.


A goleada estava construída, não obstante faltava a cereja do bolo e o monstro portista fez questão de colocá-la no cantinho de Roberto. Hulk disparou mais um de seus mísseis e esse teve destino certo, o gol. Uma bomba indefensável para fechar o placar aos 45 da segunda etapa.

O dia 9 de novembro foi festa em Portugal, ao menos em Porto. Os jornais do litoral sul português fizeram questão de provocar os encarnados que amanheceram quietos após o baile do dia anterior. Já os da capital apenas citaram a goleada, com vergonha do que haviam visto. Realmente aquele dia foi marcante para a nação portista, ficará em suas memórias como mais uma vitória; quem sabe até melhor do que um título.

Pretendo seguir essa série com publicações de partidas que marcaram o mundo e a mim. Deixe sua opinião sobre o que acha deste gênero de postagem e o que sentiu ao ser essa lembrança.

24 de novembro de 2011

Nosso Podcast - #3

Nessa edição do Nosso Podcast o Felipe Ferreira não pôde participar, porém o Diogo Magri - do blog Comentários Paulistas - comentou e discutiu muito bem comigo os seguintes temas: Final do Brasileirão 2011; UEFA Champions League; Transferências e Craques do Brasileirão.

Está difícil encontrar todos juntos, porém sempre que der faremos o podcast. O Diogo deve passar a fazer parte da equipe, logo, acredito que ficará mais frequente - ao menos espero.

A surpresa do campeonato

Há quem diga que a surpresa deste Campeonato Brasileiro foi o Vasco, que iniciou o ano de forma tenebrosa, mas virou a situação conquistando a Copa do Brasil e pode conquistar o título do Brasileiro. Já eu penso que o Figueirense é o grande destaque; quem diria que este time que sempre correu para ficar no meio da tabela brigaria por vaga na Libertadores e até por título.

Hoje, já não tem mais como o Figueira levar o "caneco" entretanto a briga para se garantir na Libertadores 2012 é constante. Desde que o time comandado por Jorginho disparou ele focam a Cobiça Sul-Americana e parece que a conseguirão.

A equipe é composta por bons nomes e é bem montada dentro de campo. Wellington Nem e Júlio César se destacam e com os laterais Juninho e Bruno brigam pelo troféu de melhor em suas respectivas posições. Jorginho, que procura desvincular sua imagem de assistente do Dunga, faz um trabalho brilhante e organiza um time com o que já tinham. Os criadores criam e os atacantes fazem gols (além de Wilson defender muito bem), logo, conseguem o sucesso.

O Vasco realmente é um time muito bem montado e que surpreendeu, todavia já é considerado um grande e nunca podemos o menosprezar. Ninguém esperava uma campanha tão boa do Figueira e de seus atletas. Júlio César por exemplo é considerado um dos melhores segundos-atacantes do campeonato, ao lado de Neymar e Damião.

A briga pelo título se foi pelo ralo, mas como diz o ditado: "Não adianta reclamar pelo leite derramado" e o Figueirense quer garantir sua vaga na Libertadores! Jorginho e seus atletas fazem um trabalho brilhante, jogam armando bem e aproveitando todos os setores. Pena que no ano que vem esses jogadores devem se diluir pelos gigantes da série A.

Narraê

Você já sonhou em ganhar um XBox 360 com o FIFA 12 sem pagar nada? Agora isso é possível, a famosa empresa de figurinhas e álbuns, Panini lançou um concurso em que quem narrar de forma mais curiosa, divertida e emocionante um gol da UCL leva diversos prêmios. Está preparado? Então "Narraê"!


Planeta Bola: Destaques da Champions #2


Penúltima rodada da fase de grupos da UEFA Champions League e muita coisa aconteceu, vamos aos principais destaques:

Acredite se quiser, Apoel nas 8ªs

Em um grupo que contava com os últimos três campeões da UEFA Europa League/Copa da UEFA (Porto, Shakhtar e Zenit), grande parte da população mundial acreditava que o modesto Apoel, equipe do Chipre, seria o saco de pancadas do grupos, mas não, a equipe surpreendeu, vem fazendo frente aos times maiores e, ontem, garantiu a vaga nas 8ªs de final da grande competição da Europa, além de ter mantido a liderança no grupo G.

Triunfo "histórico" do Napoli

Que jogo vimos na última terça-feira! Napoli e Manchester City protagonizaram um grande embate, que não decepcionou os amantes do futebol. O time italiano venceu muito bem por 2 a 1, com uma grande atuação de Cavani que marcou dois gols. A imprensa italiana não deixou de destar o dinâmico estilo de jogo do Napoli, definiu a vitória como histórica e a Gazzetta Dello Sport relatou assim a partida: “Há noites que nunca deveriam acabar. Um Napoli assim é melhor do que uma bela mulher, diz um torcedor apaixonado”.

Real Madrid avassalador

20 minutos de jogo e o Real Madrid já vencia o Dínamo Zagreb por 4 a 0, recorde na UEFA Champions League. Mourinho mudou a cara da equipe pra essa temporada, que deixou de lado a vocação defensiva para ser uma "máquina de fazer gols" como definiu a imprensa espanhola. Ainda sobre o clube merengue, vale ressaltar a boa fase de Higuaín e de Benzema, principalmente do francês que enfim consegue repetir as boas atuações no Lyon no futebol espanhol.

Milagre

Esta foi a palavra que a imprensa portuguesa usou para definir o empate do Benfica contra o Manchester United em 2 a 2, garantindo a vaga da equipe lusitana para as 8ªs da Champions até mesmo antes do todo-poderoso clube inglês. O time lusitano contou com uma grande atuação dos brasileiros para chegar lá, vindo muito bem postado em campo, a equipe mostrou que pode ser uma grata surpresa.

Clássico digno de final de Champions

Milan 2 x 3 Barcelona foi, com certa disparidade, o melhor jogo da atual edição da UEFA Champions League. Apesar de ambas equipes já estarem classificadas, as duas jogaram com muita vontade protagonizando um jogo digno de uma finalíssima. O Barça teve a sorte de ter Messi, com duas grandes jogadas, o argentino acabou por decidir o jogo, apesar de não ter marcado gols. O time rossonero mostrou que é possível jogar de igual pra igual com o melhor time do mundo, basta manter o estilo de joga, não esquecendo da calma.

Para fechar o post, lhes deixo com o vídeo dos gols de Milan 2 x 3 Barcelona:


Felipe Ferreira (@felipepf13) tem 14 anos, é fanático por esportes, sobretudo o futebol, e escreve em seu blog: http://territorioesportivo.blogspot.com

22 de novembro de 2011

Horas finais

Já foi postado neste blog que ficamos entre os 100 melhores blogs esportivos do Brasil - não-profissionais. Depois veio uma parcial dos 30 melhores e novamente lá estava o NossoFutebolClube. Agora temos a chance de figurarmos no Top3, algo bastante cobiçado por nós a um bom tempo. Conto com o seu voto nesse concurso.

Para votar é muito simples: clique no banner do TopBlog, ao lado, e será redirecionado para a página de votação do blog. Clique em votar, escolha o meio (Twitter ou E-mail) e confirme o voto.

A votação acaba hoje, as 23h55, conto com você!

21 de novembro de 2011

De saída, mas para onde?


Polêmicas cercam o nome do atacante Carlitos Tévez, que parece estar de saída do Manchester City; mas de saída para onde? Milan, Internazionale, Real Madrid e Corinthians estão interessados no atleta, ele deve se encaixar bem em qualquer um desses clube, todavia qual seria o melhor destino?

Tévez viveu um bom momento no City, mas chegou a hora de mudar. O clima não está bom com o clube e ótimas equipes estão interessadas no atacante. O Milan, o qual está sem Cassano, seria um excelente destino para o camisa 32. Os clube rossonero tem um sistema ofensivo bem montado e ótimos atacantes, entretanto é preciso sempre ter um plano B para Ibrah e Pato, já que o brasileiro tem um histórico recente de lesões. Para o clube seria excelente, mas para Tévez o destino pode não ser dos melhor, já que revezaria entre titular e reserva.

A Internazionale caiu de produção ao perder seu principal artilheiro, Eto'o, e Sneijder não mostrar aquele brilhante futebol da Copa do Mundo. O nerazzuri italiano tem um time pronto para Tévez brilhar, o atacante teria oportunidades, além de poder ser mais uma estrela da equipe. Apesar dessas vantagens de jogar no lado azul de Milão, há também chances de não jogar bem em um time que atualmente não bota muito medo. Se a estrela de Carlitos brilharia na Inter, no Corinthians ele teria milhares de holofotes voltados apenas para ele. O alvinegro paulista sonha em repatriar o atacante que os fizeram tão felizes e ajudou na conquista do Brasileirão de 2005. Sua vaga no time titular seria incontestável, o que é ótimo para um atacante que está em baixa, porém ele voltaria para o futebol brasileiro com uma idade que ainda tem futebol para gastar na Europa.

Aparentemente o Real Madrid é o melhor destino. Benzema e Higuaín oscilam nos extremos de boas e más fases; o ídolo da Seleção Argentina teria boas chances no time galático, porém poderia ser descartado e esquecido a qualquer momento no meio de tanto dinheiro. Florentino Pérez é imprevisível. Caso um atacante cinco estrelas for contratado não terá um titular (por mais que viva uma boa fase) que aguente.

Desta forma vemos que Tévez tem três caminhos para trilhar. Ele pode ir para uma equipe em que brilhará, se jogar bem, ao lado de bons jogadores - como Milan e Inter. No Corinthians seria "o craque", ídolo e estrela do Brasileirão, porém sairia do excelente futebol europeu. Ou pode também integrar uma equipe lotada de craques, mas que revezaria constantemente e teria a chance de ser descartado. Penso que o Milan é o melhor clube que ele possa jogar. A time é bom, não obstante vive uma fase regular e o argentino poderia botar a moral dos milaneses no topo com seu faro gol nato.

Planeta Bola: Temos um campeão na MLS...


Na madruga de domingo para esta segunda-feira ocorreu a MLS Cup, a final da liga de futebol norte-americano. Mesmo longe de ser comparado ao futebol na Europa, o futebol nos Estados Unidos teve uma grande crescente e já se mostra algo interessante de se assistir. Na grande decisão, o Los Angeles Galaxy, equipe de David Beckham que provavelmente jogou sua última temporada na terra do Tio Sam, bateu o Houston Dynamo por 1 a 0, gol marcado por Landon Donovan, um dos principais jogadores americanos.

A final começou bastante equilibrada com as duas equipes se dividindo nas investidas ofensivas, ocasionando um jogo bastante interessante de se assistir. Com o Dynamo apresentando duas linhas muito bem postadas que buscavam marcar sob pressão e sair na velocidade, o Galaxy acabou por se lançar ao ataque, sempre usando-se muito bem da parte direita do campo de ataque, com Beckham responsável por ser o garçom, a equipe viu o atacante Adam Cristman desperdiçar diversas chances e não conseguir transformar o domínio em gol no primeiro tempo.

Após ver o time de Houston esboçar certa pressão e conseguir criar algumas boas oportunidades ao fim da etapa inicial, a equipe de Los Angeles tratou logo de retomar as rédeas da partida e seguir dominando as ações ofensivas, até que aos 26 minutos do segundo tempo, o Galaxy encaixou uma jogada entre seus três principais jogadores, Beckham trabalhou bem a bola com Robbie Keane, que deu belo passe para Donovan sair na cara do goleiro e marcar o gol que seria o decisivo para o título.

Em desvantagem no placar, o Houston Dynamo bem que tentou se colocar em campo de uma maneira mais ofensiva, porém, a tentativa foi em vão, já que a equipe não conseguiu criar da maneira esperada, chegando apenas uma vez com perigo, acabando por sacramentar a vitória e o título do Los Angeles Galaxy.

Díficil pensar em uma despedida melhor para Beckham, que foi tão importante para o futebol norte-americano e para o Galaxy. Vitória e título mais do que merecido para uma equipe que dominou bem a temporada regular, se impôs nos playoffs e acabou por conquistar o tri-campeonato da MLS.

Felipe Ferreira (@felipepf13) tem 14 anos, é fanático por esportes, sobretudo o futebol, e escreve em seu blog: http://territorioesportivo.blogspot.com

20 de novembro de 2011

Destaques da 36º rodada



Fred imbatível
No jogo de hoje, contra o Figueirense, o atacante Fred mais uma vez arrasou o seu adversário. No jogo passado ele marcou 4 gols contra o Grêmio e nesse ele fez mais 3, somando 7 gols em 2 jogos, chegando assim, a vice-artilharia com 20 gols (a apenas 3 gols de Borges).

Os rebaixados
Nesta rodada dois times tiveram um triste final, o rebaixamento. América-MG e Avaí, após perderem, respectivamente, por 3 a 1 para o São Paulo e 2 a 0 para o Vasco, marcaram sua presença na série B de 2012.

Vitória fabulosa
O São Paulo conseguiu uma boa vitória nessa rodada para encostar nos líderes, ganhou por 3 a 1 do América-MG com dois gols de Luis Fabiano, que está voltando a jogar bem e já marcou 5 pelo tricolor.

A volta do Imperador
Adriano está de volta! E ao melhor estilo Imperador de 2009. O camisa 10 do Corinthians já havia estreado a algumas partidas, entretanto não tinha se encontrado. O Timão precisava ao menos do empate para seguir na liderança, mas perdia por 1-0 para o Atlético-MG. Liédson marcou o gol do empate e para garantir Adriano fez o primeiro dele com a camisa alvinegra, no último minuto.

17 de novembro de 2011

Expectativas para o fim do Brasileirão

O Campeonato Brasileiro está chegando ao fim, faltam apenas 3 rodadas (ou 4, para alguns) e a situação está corrida. Alguns clubes brigam para não cair, enquanto outros jogam o máximo que podem para levantarem o troféu de campeão. Corinthians e Vasco jogaram suas partidas da 35ª rodada ontem e a briga pelo título continua muito acirrada.

Ainda restam chances de títulos para alguns clubes, entretanto considero apenas Corinthians e Vasco realmente na briga. Os dois alvinegros estão separados por apenas dois pontos, o que pode mudar de uma rodada para a outra. 9 pontos ainda estão em disputa entre os dois. O Timão tem pela frente o Atlético Mineiro, o Figueirense e o Palmeiras; enquanto o Vasco ainda jogará com Avaí, Fluminense e Flamengo.

O alvinegro paulista vive uma fase complicada composta principalmente por vitórias não convincentes e um ataque pouco matador. Acredito que isso possa influenciar neste final de campeonato para o Corinthians.

O clube comandado por Tite, ainda tem dois jogos realmente complicados pela frente, contra o Figueirense o Palmeiras, uma vez que o Atlético-MG já está "salvo" do rebaixamento. O Figueira brigará pela vaga na Libertadores; Júlio César e Wellington Nem fazem boas partidas e podem derrubar o Timão. O Verdão fará de tudo na última rodada para seu maior rival não levantar a taça; apesar de fazer partidas ruins, penso que a dedicação será total!

Enquanto o Corinthians vive uma fase não convincente, o Vasco tem feito ótimas partidas - apesar do empate com o Palmeiras na última rodada. As diferenças não param por aí. Os atacantes do clube cruzmaltino têm sido mais eficientes. Elton e Diego Souza (que de vez em quando joga na posição) marcaram 20 gols juntos. O zagueiro Dedé dá um show em cada partida; além de ser o melhor zagueiro do campeonato ele aparece frequentemente no ataque e já marcou 6 gols no Brasileirão.

Os jogos do time de Cristovão Borges são complicados. O Gigante da Colina joga contra o modesto Avaí que não tem mais objetivos, porém Fluminense e Flamengo serão os adversários nas duas últimas rodadas. Seus rivais ainda brigam por uma vaga na Libertadores e não querem ver o Vasco com a mão no "caneco".

Penso que o Vasco ainda pode vencer o campeonato, já que se deu bem nos jogos contra equipes grandes neste campeonato. Entretanto este mínima diferença de 2 pontos para o Corinthians pode fazer diferença. Ambos jogarão máximo que podem; o alvinegro carioca deve inclusive poupar os jogadores da Sul-Americana. Acredito que esses dois pontos darão o título para o Corinthians, que apesar de ter jogos difíceis esquecerá do cansaço.

Resta-nos esperar e ver se a minha "previsão" está certa. Quem você acha que será o campeão? Deixe um comentário!

13 de novembro de 2011

Destaques da 34ª rodada

O zagueiro-artilheiro
O Vasco vive uma excelente fase e um de seus principais jogadores é um dos motivos dela. Dedé mostrou-se um zagueiraço, que além defender com muita raça sempre está presente nos ataques. Hoje, contra o Botafogo, não foi diferente. O atleta de apenas 23 anos participou de diversos lances no ataque e marcou um dos gols da vitória por 2-0 do clube cruzmaltino sobre o Glorioso, logo, o Vasco se manteve grudado ao Corinthians na liderança.

O dono da 9
A torcida do São Paulo já estava desanimada com o time e com seus craques. Até perderam a cabeça com Luís Fabiano, tão adorado em sua volta. Entretanto tudo sumiu na partida contra o Avaí. O dono da 9 voltou a jogar bem e marcou os dois gols da vitória tricolor, os quais ajudaram o clube a se manter próximo do G-5.

Está na hora de tomar medidas drásticas
O Palmeiras não vence a nove jogos somado com o empate com o Grêmio deste domingo. O alviverde vencia a partida por 2-0 (com gols de Cicinho e Marcos Assunção), todavia o Imortal Tricolor correu atrás e empatou com Fernando nos acréscimos, após Brandão ter diminuído o placar. A diretoria palmeirense se encontra perdida; Felipão elogiou o time, porém uma equipe que está a 9 jogos sem vencer não pode ter essa postura. Medidas drásticas terão que ser tomadas!

A muralha
Fernando Prass e Jefféson fizeram um duelo de muralhas deste Brasileirão. Os dois goleiros têm feito ótimas partidas com belas defesas. Apesar de Prass também ter se destacado, essa noite foi do goleiro do Botafogo. Apesar de ter sofrido dois gols, o camisa 1 defendeu um pênalti (de Diego Souza) e fez ótimas defesas.

11 de novembro de 2011

NF Entrevista: Nenê

O PSG vive uma grande fase com o diretor Leonardo e os jogadores Pastore, Nenê, Ménez, Gameiro, Lugano e companhia. Entretanto o futebol da França segue um pouco escondido para os brasileiros, por mais fanáticos que sejam pelo grande esporte. Com o maior intuito de divulgar mais o equilibradíssimo futebol francês e de trazer algo diferente para os leitores do NFC eu entrevistei o camisa 10, Nenê, que vive uma brilhante fase, após ter passado por Paulista, Palmeiras, Santos, Mallorca, Alavés, Celta, Mônaco, Espanyol. Confiram:


1. O futebol francês ficou muito tempo escondido e com a chegada de Juninho Pernambucano o Brasil começou a olha para a Ligue 1. Ele fez muito sucesso e colocou o país na vitrine. Você acredita que este novo elenco do PSG, com você, Pastore, Ménez, Lugano e o próprio Leonardo estão fazendo isso novamente?

Esse é o nosso objetivo. Uma equipe como o PSG merece e deve sempre estar no topo e lutando por títulos. Nosso elenco realmente tem muita qualidade e acredito que estamos no caminho certo.

2. Acredito que Seleção Brasieleira é o sonho de qualquer um. Infelizmente você ainda não teve nenhuma oportunidade na equipe principal, existe alguma possibilidade de se naturalizar francês e vestir a camisa dos Bleus?
Meu principal e maior desejo será sempre o de defender a Seleção Brasileira. No momento ela passa por uma reformulação e ainda acredito bastante nesta possibilidade se continuar mantendo o nível de atuação das últimas temporadas. Seria uma honra também defender uma seleção como a francesa. Não descarto a possibilidade, apesar de mínima.

3. A Ligue 1 não é muito lembrada pelos brasileiros, os quais preferem assistir à Premier League, ao Calcio e La Liga. O que você acha que falta apra alcançar um alto nível de popularidade? O campeonato é bem equilibrado, você acredita que possam algum dia chegar ao nível de uma Premier League?
Uma pena, como você mesmo disse o campeonato por aqui é muito equilibrado e de bom nível técnico. A chegada de mais atletas de destaque como agora por exemplo, Pastore e Lugano, acredito que seja um bom caminho para a competição despertar mais interesse.

4. Grandes jogadores como Liédson, Luís Fabiano, Deco e Ronaldinho voltaram a jogar no Brasil. Você fez parte do time do Santos de 2003, que tinha Robinho e Diego. Com 30 anos, você vê alguma chance de voltar para o Brasil? Pretende cumprir seu contrato com o PSG até o fim?
Pretendo sim cumprir meu contrato até o fim, pois sou muito bem tratado por todos no clube e estou totalmente adaptado ao futebol francês. Retornar ao futebol brasileiro acho que é um caminho natural, mais ainda não penso nesse momento.

5. O PSG está em uma grande fase. Contratou bons jogadores de um preço mais alto do que pagavam anteriormente. Pastore, por exemplo, foi a contratação mais cara do futebol francês. Essas mudanças afetaram os jogadores que, como você, já estavam no clube a um pouco mais de tempo?
De jeito nenhum, pelo contrário. Como somos um grupo temos que pensar num todo e no que for melhor para a equipe.

6. Sua passagem pelo Alavés foi bastante marcante. Além de ter feito parte do elenco que levou a equipe à elite do futebol espanhol, você foi considerado um dos principais jogadores da equipe e ganhou a admiração da torcida. Em meio a tudo isso, considera tal passagem a mais marcante de sua carreira? Você faz sucesso no PSG, já te consideram um ídolo? Se não: O que falta para isso?
Graças a Deus por onde passei sempre fiz um bom trabalho e no Alavés não foi diferente. Difícil dizer se foi a mais marcante, foi bem emocionante quando conseguimos o acesso à elite do futebol espanhol.

Não sei se já sou ídolo por aqui, deixo isso para vocês julgares (risos), mas o carinho que recebo da torcida do PSG é fantástico. Seguindo com as boas atuações e conquistando títulos acredito que deixarei meu nome gravado na história do clube sim, assim como o próprio Leonardo, Ronaldinho Gaúcho e Raí.

7. Como é de conhecimendo geral a torcida brasileira é uma das mais fanáticas do mundo. Como é a torcida do PSG? Pega muito no pé? No que ela se assemelha à dos clubes brasileiros e no que é diferente?
Em qualquer lugar do mundo a cobrança da torcida sempre irá existir se a equipe não estiver correspondendo em campo. Mas aqui eles incentivam o tempo todo, a cobrança só existe depois do jogo e de maneira respeitosa, sem violência. Mas ainda não passei por isso por aqui e nem pretendo (risos).

8. Você conta com passagens por clubes do futebol francês e espanhol, quanto a cultura e modo de viver de ambos os países, quais as principais diferenças com o Brasil?
Os espanhóis são mais parecidos com os brasileiros, mais festivos, fazem amizade com facilidade. Já os franceses são um pouco mais fechados, mas depois que pegam confiança, também viram grandes amigos.

9. Você vive um grande momento no futebol francês. A imprensa brasileira muitas vezes destaca o seu futebol e fala sobre o interesse dos gigantes ingleses, italianos e espanhóis. Realmente há essa sondagem? Você acredita que teria mais chances na Seleção Brasileira?
Sim, existiram algumas sondagens, mas nada acabou se concretizando. Isso de ter mais chance é muito relativo, porque muitos jogadores que atuam em mercados menos divulgados e já tiveram suas oportunidades na seleção. Isso é sinal que o Mano Menezes realmente está observando, por isso estou confiante de ainda ser chamado.

10. Assim como o Manchester City, o PSG possui um ambicioso plano para ser um dos gigantes em âmbito europeu e mundial. Você enxerga a equipe nessa condição há um curto período de tempo?
Acredito. Apesar da grande quantidade de reforços e de qualidade, o entrosamento aconteceu de forma muita rápida. O grupo é ótimo em todos os sentidos.

11. Bate bola:
- Um ídolo:
Ronaldinho Gaúcho no futebol  e fora, Jesus Cristo.
- Um sonho:
Defender a Seleção Brasileira
- Um livro:
A Bíblia
- Uma conquista marcante:
Na verdade foram duas: jogar como profissional e o vice-campeonato da Taça Libertadores.

Nenê por Nenê:
Otimista por natureza.

O novo "futebol total"


O mais novo milionário, Paris Saint-Germain, é comandado pelo fracês Antoine Kombouaré e conquistou milhares de novos torcedores ao redor do mundo, principalmente pelo estilo de jogo bem conhecido. Na década 70 a Holanda se destacou pela forma que jogava, com o futebol total, onde todos (principalmente Cruyff) exerciam “todas as funções e posições”. Kombouaré trouxe esse espírito de volta e criou uma formação bem interessante no meio do PSG.

O meio-campo do gigante de Paris é formado por Ménez, Pastore e Nenê, os quais não têm posições fixas. O argentino costuma jogar mais centralizado, na armação de jogadas, entretanto não são poucas vezes que o vemos caindo pelos lados. Nenê e Ménez jogam parecidos, todavia de lados contrários. O brasileiro muitas vezes cai pelo meio e leva a bola para dentro, com o intuito de marcar gols e assistenciar o centro-avante Gameiro; assim como o camisa 7 faz pela esquerda.

Essa movimentação e troca de posições é mais freqüente na parte ofensiva do meio, não obstante ocorre também entre o “xerife” Lugano e o primeiro-volante Matuiti. O uruguaio é de correr atrás da bola e do marcador e para isso costuma inclusive avançar e nestes momentos Matuiti desce para assistenciar Camara. Os laterais não têm o costume de subir, já que Ménez, Pastore e Nenê dão conta do recado, entretanto Ceará tem aparecido freqüentemente no ataque.

Vendo desta forma o time do PSG parece perfeito, mas não chega a este ponto. O revezamento de posições e a habilidade em grupo e individual de alguns jogadores auxiliam muito, mas essas individualidades já aconteceram de atrapalhar (algumas vezes) o líder da Ligue 1.

O PSG, desde que foi comprado por árabes fez contratações de expressão e melhorou de forma absurda o nível de seu futebol. O técnico Kombouaré reviveu o espírito da Laranja Mecânica de 74. Este estilo de jogo estava sumido e é bom lembrar que nem o próprio PSG reviveu isso. O meio joga de forma versátil e se movimenta bem, entretanto não é uma cópia da Laranja Mecânica, o que penso que (infelizmente) jamais veremos algo parecido novamente.

10 de novembro de 2011

Uma boa evolução

Enfim percebi uma boa evolução neste time de Mano Menezes. A Seleção Brasileira jogou bem contra o Gabão e mereceu vencer por mais de 2 a 0. Como era esperado, Hernanes jogou muito bem, entretanto a surpresa da partida foi por parte do meia Bruno César, que mostrou aos brasileiros o futebol que tem jogado no Benfica.

Muitos torcedores julgam um jogador por o que ele jogou em seu time no Brasil. Nos comentários da Globo o Casagrande só falava de Willian no Corinthians, entretanto ele vive uma nova fase no Shakthar, apesar de ter um futebol semelhante ao de antes. Bruno César evoluiu tremendamente desde sua saída do Timão e vem dando show em Portugal.

Hernanes e Jonas mudaram seus estilo de jogo. Mano já percebeu que o camisa 8 da Lazio aparece melhor como meia armador, se posicionando mais próximo do ataque; entretanto no caso de Jonas o nosso técnico insiste em escalá-lo como centro-avante - posição que desempenhou no Grêmio. Entretanto o jogador do Valencia tem jogado como quase um segundo atacante, até mais atrás; saindo do meio em um 4-5-1.

Os maiores destaques da partida foram o goleiro Diego Alves, do Valencia, que fez ótimas defesas e não sofreu nenhum gol, e Hernanes que além de ter marcado um gol deu ótimos passes. A defesa não viveu um dia muito bom e o "Neymar gabanês" abusou sob eles. Sobrou para Diego fazer as defesas. Hulk não criou muito bem (acredito que por causa do péssimo gramado), todavia Hernanes e Bruno César assumiram a responsabilidade e levaram a Selê pra frente com ótimos passes e cruzamentos.


Destaco dois pontos negativos neste time de hoje. A defesa não passou muita segurança, entretanto acredito que com Thiago Silva, David Luiz, Marcelo e Daniel Alves defenderíamos melhor. O "centro-avante" Jonas também não deu certo e particularmente penso que Kléber merecia mais uma chance, mas não vamos esquecer que Leandro Damião está voltando.

Resumindo a partida, o Brasil jogou muito melhor, porém também tomou muita pressão. Hernanes e Bruno César deram boas chances para Jonas que as desperdiçou. O 2 a 0 foi completamente merecido, entretanto poderíamos ter marcado mais. O primeiro tempo foi bom, mas caímos de produção no segundo, não obstante conseguimos pressionar bem.

Mano está no caminho certo e o time tem melhorado. A evolução é notável. Nosso treinador não pode ter medo de barrar um Pato, Ronaldinho ou Lucas. O ex-dono da camisa 10 do São Paulo merece uma vaga neste time e penso que encaixaria bem na posição do R10. Hulk poderia jogar mais pela esquerda, mas isso é questão de tempo. Segunda-feira tem mais jogo, Brasil X Egito.

Brasil X Gabão

As 16h00 Brasil e Gabão se enfrentam em um jogo amistoso. Apenas jogadores que jogam fora do Brasil foram convocados, os quais querem mostrar que merecem uma vaga na equipe titular. Já o Gabão admirará a nossa Seleção. Os gabaneses são loucos por nosso futebol e não podemos decepcioná-los.

Infelizmente Kaká e Marcelo não jogarão - Daniel Alves e Thiago Silva serão poupados - o que enfraquecerá o espetáculo. Ou será que não? Eu gostei muito da forma que Mano montou o meio nos treinos e deve ir para jogo. Sandro mostra-se muito defensivo e Elias sabe sair mais para o jogo. Os três meias ofensivos farão um papel importantíssimo. Hernanes terá a responsabilidade de comandar a Selê dentro de campo e Hulk e Bruno César chegarão pelas laterais.
Kléber merecia ser o centro-avante titular!

Me decepcionei apenas com a escolha do centro-avante, uma vez que particularmente escolheria o portista Kléber ao invés de Jonas. O atacante do Valencia já se mostrou incapaz de desempenhar tal função desde que deixou o Grêmio, uma prova disso é que nem em seu clube ele joga mais nessa posição.

O setor defensivo não é dos mais fortes, todavia acredito que Fábio (substituto de Daniel Alves) e Adriano (de Marcelo) podem chegar bem no ataque. Luisão é um zagueiro de confiança do Benfica e David Luiz já conquistou os brasileiros. Há quem ache que Diego Alves não é a melhor opção para o gol, não obstante prefiro ele (que vive um grande momento no Valencia) ao Neto, reserva na Fiorentina.

O time comandado por Mano Menezes tem a obrigação de vencer. Os brasileiros não aguentam mais vitórias furadas, empates bobos e derrotas. O povo gabanês quer ver a nossa seleção dar um show e eles merecem. Sendo assim, Mano tem que vencer, até porque será uma partida contra uma seleção muito fraca. 

8 de novembro de 2011

Uma mãozinha ao Leão

Errata: Troquei o lado de Juan com Píris; lembrem-se Juan joga pela esquerda e Piris pela direita.
O São Paulo vive uma crise de dar medo, em que nem seus craques estão jogando. Há quem culpe o Leão, a diretoria e/ou os atletas. Acredito que é um conjunto de tudo, porém que a formação seja o principal problema. O clube ainda não encontrou o esquema perfeito e venho neste post dar uma "mãozinha" ao técnico do tricolor.

Penso que Adílson e Leão usam Píris da forma errada. Apesar dele fazer um bom papel como ala, o paraguaio se destaque mesmo é na marcação, como fez no San-São, em que praticamente anulou Neymar. Eu deixaria Juan livre para sair para o jogo, assim como Rhodolfo e João Filipe que têm uma certa facilidade para atacar.

Fernandinho seria minha maior aposta
ofensiva.
No meio eu montaria como um 4-5-1. Wellington ficaria de primeiro volante, bem preso à defesa, enquanto Casemiro seria livre para armar. Lucas, Dagoberto e Fernandinho comporiam o meio ofensivo. O camisa 7 poderia cair por qualquer lado e Dagol poderia chegar pelo meio para chutar de fora da área. Fernandinho faria sua típica jogada de ir para a linha de fundo e bater cruzado, sendo assim, Luís Fabiano teria mais oportunidades para marcar.

Desta forma o São Paulo aproveitaria as habilidades de cada jogador. O camisa 9 seria o centro-avante para fazer gols e Juan avançaria como sempre fez no Flamengo. Píris seria um pouco "prejudicado", pois ficaria preso ao setor defensivo, todavia faria o que faz muito bem; defender.

O tricolor do Morumbi vive essa fácil difícil e esta seria minha sugestão para montar a equipe. Particularmente, penso que Cícero não tem espaço nessa equipe e Denílson atualmente vive um pior momento que Wellington, o qual se destaca na defesa. E aí Leão, o que acha?

7 de novembro de 2011

O Peixe do Mundial

Paulo Henrique Ganso voltou na partida contra o Vasco e mostrou que fará um super-trio ao lado de Neymar e Borges. O camisa 10 é quem cria as jogadas no Santos, Neymar as elabora e Borges é o centro-avante goleada. É bom lembrar que o time não é só isso, tem também bons jogadores como Danilo e Arouca, e encararão o temido Barcelona.

Muricy Ramalho monta o alvinegro praiano em praticamente um 3-6-1. Neymar joga entre o meio e o ataque, enquanto Danilo deixa a defesa de lado para atacar bastante pelo setor direito. Durval cobre a vaga de lateral deixada por Léo e Pará, defendendo bem mais do que atacando.

É bonito ver esse time do Santos atacar, Ganso cria muito bem as jogadas e tem um belo entrosamento com Neymar. Borges pode definir a partida a qualquer momento, já que chuta bem e está sempre bem posicionado. Jogadas individuais podem prevalecer contra o futebol coletivo do Barça. Neymar e Ganso têm que praticar a troca de passes e o camisa 9 deve estar sempre preparado para receber e marcar o gol.


As chances devem ser bem aproveitadas, pois passar por Puyol e Piqué não é nada fácil. Um setor que Muricy tem que cuidar melhor é a defesa, que atualmente é composta com Bruno Rodrigo, Edu Dracena e Durval e recebem o apoio de Adriano. Xavi, Iniesta, Messi e Villa trocam passes rápidos, além de que Daniel Alves pode chegar de trás como surpresa. O argentino é o mestre das jogadas individuais e merece uma marcação especial.

O jogo com certeza será o melhor nível, caso todas as estrelas estiverem em campo. Ganso, Neymar e Borges travarão um confronto por gols e chutes contra Xavi, Iniesta e Messi, que compõe o principal lado do setor ofensivo blaugrano. Esse será um jogo que não perderei por nada. Penso que Muricy ainda tem que arrumar bem essa equipe, porém ela está no caminho certo; apenas ajustes simples devem ser feitos.

6 de novembro de 2011

Destaques da 33° rodada


Virada épica: O Bahia, neste sábado, conseguiu uma virada incrível. Estava perdendo por 3 a 1 para o São Paulo até começar a reação e virar o placar para 4 a 3. Os gols foram marcados por Souza, Lulinha, Fahel e Luiz Eduardo(contra) para o Bahia.

Bobeada do goleiro cruzeirense: O goleiro do Cruzeiro, Fábio, fez uma lambança no quinto gol do Flamengo, de Thiago Neves. Ele foi tocar para seu companheiro mas acabou tocando para o meia flamenguista que, com categoria, parou e encobriu o goleiro.

Goleada rubro-negra: O Flamengo aplicou uma linda goleada nesta rodada, 5 a 1. Mesmo saindo atrás no placar após o Cruzeiro marcar, o rubro-negro conseguiu a virada para garantir os 3 pontos e acirrar mais ainda a disputa pelo título. 

Zebra mineira: O líder do Brasileirão, perdeu a chance de se isolar na briga pelo título do Campeonato Brasileiro contra o lanterna América-MG. Nos últimos 5 minutos, quando o jogo estava empatado em 1 a 1, o time mineiro conseguiu o gol da vitória de falta, 2 a 1.

Trio devastador do Santos de volta: Com a volta de Ganso ao time titular do Santos, o trio - Ganso, Neymar e Borges - novamente se formou e deu show. Contra o Vasco na Vila Belmiro, o alvinegro praiano jogou bem e fez 2 a 0. Com essa bela atuação do trio e se continuar assim o time tem tudo para dar certo nessa reta final do Brasileirão e no Mundial de Clubes.

5 de novembro de 2011

A pressão acaba com o São Paulo

O São Paulo sempre foi aquele time forte, que resistia a pressão. É claro que era muito retranqueiro (o que não vejo como um problema), porém não era de deixar vitória escapar, muito menos uma vitória por 3-1. Hoje, o tricolor de Leão vencia o Bahia pelo incrível placar citado e viu os tricolores baianos virarem para 4-3.

Esse jogo é para enlouquecer um torcedor que desde a demissão de Adilson acreditava que o time poderia subir (esse sou eu). Agora é para se despedir da Libertadores. Figuerense subiu e acredito que o Inter irá vencer o Fluminense. Agora o tricolor tem que esquecer esse ano e focar no ano que vem.

O Vasco fez uma campanha bem fraquinha no ano passado e procurou melhorar esse ano. Contratou Diego Souza, Alecsandro (que vive uma péssima fase) e Bernardo que mudaram a cara do time e fizeram o clube cruzmaltino chegar onde chegou. A diretoria do São Paulo tem que fazer o mesmo; fazer contratações cirúrgicas e escolher bem o nome treinador.

Muricy nunca achou uma vitória segura e acredito que por esse motivo a torcida gostava dele. Ele viveu aqueles felizes ano como treinador e torcedor. Sabia que precisava ganhar e fez tudo o que pôde para vencer os três Brasileirões. O Vasco é outro clube que exemplifica bem essa fase do São Paulo. No ano passado foi um time que vi diversas vezes sair vencendo, achar que estava tranquilo e ver o adversário empatar.

É triste essa fase. O clube que era favorito ao título virou candidato fraco à Libertadores e hoje briga até para não sair da zona de classificação da Sul-Americana. Penso que Leão não tem que mostrar quem manda barrando jogador. Juan é um dos caras mais raçudos nesse elenco do tricolor e ficou de fora por marra do técnico. Os estrelas devem ser barrados e quem não aguenta pressão também.

Como torcedor só torço para acabar o ano logo e ver o meu time destruir na temporada que vem. Quero que Juvenal caia fora e que tudo seja renovado, tanto a diretoria quanto o elenco. Gostaria de ver mais jogadores raçudos e que se identificassem com o clube. Meu sonho mesmo é ver Muricy de volta!

3 de novembro de 2011

Será que ele toma jeito?

Nos últimos jogos Balotelli tem mostrado um futebol de alto nível, sendo um dos protagonistas da goleada por 6-2 sobre o Manchester United e marcando um gol na Champions League. Entretanto fora dos campos ele não é um jogador exemplar; fuma, trai a mulher, além de outras atitudes - inclusive bem bizarras.

O atacante do Manchester City já mostrava um ótimo futebol desde os tempos de Inter de Milão, porém não se comportava bem. Dentro das quatro linhas tem mostrado que pode ser titular, mas Roberto Mancini fica sempre com um pé atrás, já que desta forma poderia estar "apoiando" as atitudes do atleta. Penso que ele deve começar todos os jogos no banco até entrar na linha; primeiro devem cuidar da saúde mental de Balotelli para então permiti-lo jogar.

Ele parecia estar entrando na linha ao dizer que não tinha sido ele quem lançou fogos de artifício dentro de casa e sim um amigo. Além de apoiar uma campanha a favor da conscientização dos perigos que os fogos poderiam trazer. Ao marcar contra o Manchester United inclusive mostrou uma camisa com a frase "Why Always Me?" (Por que sempre eu?) e foi apoiado. Todavia esta semana foi pego traindo sua mulher, uma atitude lamentável para quem quer ser um ídolo.

Balotelli tem um ótimo futebol e pode inclusive ajudar a Seleção Italiana a conquistar o penta da Copa do Mundo, porém essas atitudes o deixam mais longe da lista de melhores jogadores do mundo.

Reconheço que a imprensa realmente pega no pé do camisa 45, não obstante ele dá motivos. Se tivesse entrado na linha a um bom tempo era bem capaz de ser um nome de destaque nesta lista dos 23 melhores jogadores do mundo.

Planeta Bola: Destaques da Champions League #1


Hat-trick de Mario Gomez

O Bayern de Munique vive uma grande fase. Liderando a Bundesliga, a equipe vem conseguindo repetir as excelentes atuações do campeonato nacional na UEFA Champions e um jogador em especial vem se destacando: o atacante Mario Gomez, carinhosamente apelidado de Super Mario e Mario Golmez.

Na vitória de seu clube sobre o Napoli por 3 a 2, o jogador foi o grande destaque ao anotar um hat-trick e definir o grande triunfo. Gomez pode ser grosso, mas vem cumprindo seu objetivo de marcar gols brilhantemente e é o maior símbolo da grande fase vivida pelo Bayern.

Show de Messi e mais uma goleada do Barça

Diante do inexpressivo Viktoria Pilsen, uma goleada do poderoso Barcelona não é surpresa alguma, mas a forma com a qual o time e, especialmente, Lionel Messi vem jogando merecem respeito e destaque.

Na goleada por 4 a 0, Messi anotou 3 gols, chegou a 200 gols com a camisa do clube catalão e mostra que cada vez mais vai colocando seu nome na história.

Porto e Shakhtar decepcionam

Se havia duas equipes que não ocupam o top do top mundial as quais eu acreditava que poderiam surpreender era o Porto, atual campeão da Europa League, e o Shakhtar Donetsk, que já tem uma boa base há algum tempo, porém ambos os times decepcionam.

Nessa rodada, o time português perdeu para o ciproata APOEL por 2 a 1 e o ucraniano para o russo Zenit de 1 a 0.

No grupo, em que ocupavam o stauts de favoritos, o Porto está na 3ª colocação e vê sua classificação ligeiramente distante, já o Shakhtar está na lanterna e já está praticamente eliminado.

100° gol de Cristiano Ronaldo e uma grande vitória

Fora de casa, o Real Madrid conquistou uma grande vitória sobre o Lyon por 2 a 0, com dois gols de Cristiano, que alcançou a marca de 100 gols com a camisa do clube merengue, ressaltando o grande momento que vive juntamente com sua equipe.

Que o ataque do Real é de extrema qualidade todos sabem, mas a defesa vem se mostrando muito bem. Em quatro jogos já jogados na Champions, o setor defensivo do time de José Mourinho é o único que não tomou nenhum gol, mostrando que a equipe vem firme e forte para brigar pelo título.

Felipe Ferreira (@felipepf13) tem 14 anos, é fanático por esportes, sobretudo o futebol, e escreve em seu blog: http://territorioesportivo.blogspot.com

1 de novembro de 2011

Podcast #2


O NFC tenta voltar com a frequência dos podcasts. Nessa edição eu e Felipe Ferreira falamos sobre:

- Os 23 melhores do mundo
- A polêmica do Willians
- A lesão de Leandro Damião
- Leão no São Paulo

Ouçam o podcast! Semana que vem pode ser que vocês tenham uma surpresa; talvez uma mudança de formato e até colaborador novo!
Aguardem.