30 de junho de 2011

A diferença

Na rodada passada o São Paulo perdeu o 100% em um 5-0 nada agradável para a torcida tricolor, que queria a redenção nesta rodada. O Botafogo era o alvo e o Morumbi o lugar, tudo parecia bem: menos desfalques, jogo em casa, o time parecia animado para se redimir; porém não foi bem assim. O Glorioso fez 2-0 jogando um futebol absurdamente melhor.

O primeiro tempo foi do Botafogo, chegando melhor e sendo mais eficiente em seus passes. O São Paulo até chegou a assustar, todavia a bola não entrou. Rogério Ceni parecia passar segurança ao fazer algumas boas defesas, mas quando Elkesson bateu de fora da área... não deu. O camisa 01 tentou segurar, entretando espalmou para dentro das redes, mais uma falha! No início da segunda etapa Maicossuel "sofreu" um pênalti bem duvidoso; Herrera bateu e fez o 2-0. O time do Morumbi conseguiu ficar com a bola, mas jogando muito pior. Rivaldo reclamou e entrou, porém novamente não fez nada.

Os desfalques influenciaram na derrota, porém não é uma desculpa válida, já que o Botafogo também não estava com seu time titular. A equipe reserva do tricolor é horrível, com vários meninos da base sem experiência, além de Rivaldo que fala demais e faz pouco. Mas a diretoria parece que agora se mobilizou; estão atrás de reforços e parece que Cícero (ex-Fluminense), Cañete (do Universidad Católica) e Coates (Nacional-URU). A derrota foi boa para o time aprender. O Botafogo que não tinha nada a ver com a goleada sofrida anteriormente e sapecou seus 2-0.

#Resto da rodada
Outros jogos que destaco são: Fluminense 3-1 Atlético-PR; Grêmio 2-2 Avaí e Vasco 0-3 Cruzeiro. No Engenhão, Conca se despediu do futebol brasileiro: assinará com um clube chinês. Apesar da despedida o argentino não se iludiu e jogou seu melhor futebol ajudando o tricolor das Laranjeiras a vencer um dos piores clubes deste Brasileirão.


No Olímpico a então pior equipe do BR2011 Avaí surpreendeu o Grêmio. Eu já contava como certa a vitória do Grêmio e por pouco não perdeu. Conseguiu empatar correndo atrás. Apesar deste resultado ter sido impressionante eu fiquei assustado com o 3-0 do Cruzeiro sobre o Vasco em pleno São Januário. A equipe cruz-maltina dominou o jogo, porém não marcou. O time comandado por Joel Santana foi pra cima e marcou - inclusive um golaço de Montillo com direito a caneta em Dedé.

29 de junho de 2011

Análise da 7ª rodada

Essa 7ª rodada terá de tudo: de jogo fácil aos mais disputados; de surpresas à redenções. Destaco principalmente Vasco X Cruzeiro; São Paulo X Botafogo; Atlético Mineiro X Inter e Grêmio e Avaí. Minhas grandes espectativas são para o jogo em São Januário - as 19h30 de quarta. O clube cruz-maltino vive uma boa fase enquanto os celestes tentam se recuperar sob a batuta de Joel Santana.

O tricolor paulista terá que correr atrás do prejuízo sofrido na última rodada e vencer para não deixar o Corinthians encostar mais ainda. O Timão ainda tem um jogo a menos, logo, terá a chance de ultrapassar o SPFC. Por outro lado o Botafogo quer continuar subindo e para isso terá que bater o time de Carpegiani, bem desfalcado, no Morumbi - as 21h50 de quarta.

Outro jogo que deve ser disputadíssimo é o galo mineiro contra o saci de Porto Alegre. Na Arena do Jacaré - as 21h00 de quinta - o alvinegro quer ultrapassar o Colorado e quem sabe chegar voltar ao G-4.Para isso terão que enfrentar o time de Falcão que goleou o Figueirense por 4-1 na última rodada com bela atuaçõe de D'alessandro e Oscar.

Todos estes jogos antes citados podem ter uma surpresa, porém o que não deve surpreender é o Grêmio X Avaí, no Olímpico - quarta, as 19h30. O tricolor imortal não terá uma tarefa difícil e provavelmente contará com Miralles em campo. Uma vitória deixaria o time de Renato Gaúcho bem próximo do G-4 que hoje é composto por São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Botafogo.

Creio que outro ponto que embelezará nossa rodada é a briga pela artilharia, hoje temos Bernardo, Liédson e Luan na ponta, com 4 gols, porém com 3 aparecem jogadores como Elkeson, Deivid, Montillo e Ronaldinho, dentre outros. Essa rodada promete, portanto não perca! Provavelmente terão comentários no Twitter, então siga o @nossofutebolfc.

28 de junho de 2011

Endereço novo

Já avisei para algums parceiros e amigos que o endereço do blog "mudou". Você ainda poderá acessar pelo habitual www.nossofutebolfc.blogspot.com, porém para facilitar o acesso registrei o blog com o domínio gratuito .tk. Para acessar é só digitar: www.nossofutebolfc.tk.

26 de junho de 2011

O mais prejudicado

O São Paulo está sendo, e será, o mais prejudicado com as convocações das Seleções Sub-20 e profissional. O clube que sempre teve um excelente plantel hoje sente grande falta de um titular que está fora. Imagine então sem seus dois principais jogadores: Casemiro e Lucas.

O tricolor foi muito prejudicado hoje contra o Corinthians com os dois desfalques citados. Carlinhos Paraíba foi expulso (injustamente) no primeiro tempo e atrapalhou completamente o time que levou cinco gols na segunda etapa. Sem desmerecer o Timão, mas a goleada deveu-se ao time inexperiente e a expulsão, além da bizarra falha de Rogério Ceni.

A dependencia de Lucas e Casemiro é completamente negativa a equipe e a saída de Muricy, a 3 anos, fez o plantel se reduzir. O atual técnico santista sempre exigiu plantel por onde passou e no tricolor teve, mas com a chegada de Ricardo Gomes, Sergio Baresi e PC Carpegiani a equipe se reduziu a: time titular, 3 ou 4 bons reservas e categoria de base - que é bom de se ter, mas não só isso não salva o time.

A grande diferença de equipes gigantes e grandes é o plantel e quem melhor montou equipes gigantes brasileiras foi Muricy. O Santos é privilegiado de ter uma excelente base (assim como o SPFC), um time titular espetácular e um técnico fora de série. Juvenal tem que parar de correr atrás de estrelas e procurar jogadores para o banco, pois afinal se chega uma estrela o que era titular vai querer deixar o clube e não esquentar o banco.

O capitalismo tomando conta

Pagar 94 milhões de euros era algo impensável há 10 anos atrás, ainda mais por um gajo de apenas 24 anos. Cristiano Ronaldo foi a contratação mais cara da história do futebol e uma boa prova de que o capitalismo tem chegado ao futebol e "tirado" a graça do esporte. O post de hoje não é sobre o lusitano dono da camisa 7 do Real Madrid, mas sim sobre um compatriota seu, André Villas-Boas que largou o Porto - a quem jurou amor - para assumir o Chelsea.

A torcida portista não aceita a saída de Villas-Boas e o trata como um traidor, já ele considera sua ida ao Chelsea como um desafio e não esconde seu amor ao clube que o lançou ao mundo. AVB deixou a cidade do Porto com destino a Londres após o dono dos Blues, Roman Abrahmovic, liberar 15 milhões de euros. O capitalismo ao extremo vem dominando o futebol, logo, os clubes poderosos ganham cada vez mais poder e os pequenos e medianos se mantém na mesma, tornando-se fornecedores dos gigantes.

O futebol virou uma espécie de bolsa de volares, enquanto um jogador está em alta ganha o apoio de todos e mais investimentos sobre ele, mas quando cai de rendimento é esquecido e muitas vezes vai parar em clubes medianos para pequenos. O que era para ser apenas uma diversão chegou a esse ponto de desigualdade.
Abrahmovic: 11° mais rico do
mundo

Mesmo apontando esses pontos reconheço que existem partidas que se tornam cada vez melhores de se ver, como exemplo, o derby espanhol Barcelona e Real Madrid. É uma maravilha poder ver de um lado Messi, Xavi, Iniesta e Daniel Alves e do outro Cristiano Ronaldo, Özil, Di María e Marcelo.

Reconhecendo esses pontos citados vejo o capitalismo exagerado de uma forma ruim no futebol. André Villas-Boas deixou o Porto pelo desafio ou pelo seu novo salário? Não o vejo como traidor, pois tenho certeza que o dinheiro e a oportunidade foram irrecusáveis, pois afinal dificilmente fará outra temporada semelhante a essa.

25 de junho de 2011

#FuerzaRiverPlate


Minha visita ao grandioso estádio Monumental de Nuñez, em janeiro deste ano, me acrescentou um amor ao River Plate que não existia e passou a ser meu clube favorito na Argentina. O conjunto de: história, tradição e estrutura me impressionaram. Agora o River passa momentos difíceis. Na repescagem para não cair perdeu o primeiro jogo para o modesto Belgrano por 2-0 e precisa reverter o placar em casa.

La Máquina teve jogadores como Conca, D'alessandro, Marcelo Salas, Francescoli, Falcao, Di Stéfano dentre outros e tem que fazer essa história pesar no jogo de volta da repescagem. Honrar o nome que fez com seus títulos para não passar seu aniversário de 110 anos na segunda divisão - pela primeira vez.

Essa situação deve-se por parte à péssima administração que não acessoria da melhor forma seus jovens talentos e acaba os perdendo quando jovens. O dinheiro anda pesando muito no futebol, graças ao capitalismo ao extremo. E o pior é que ao invés da torcida apoiar até o fim, invadem o campo em protesto...

Não só torço para River não ser rebaixado por ser meu clube argentino favorito, como também pela tradição da equipe. Clubes tradicionais sendo rebaixados sempre me doi, mesmo que seja um Boca Juniors, Manchester United (rival do meu Chelsea); Benfica e até mesmo o Corinthians, pois afinal futebol primeiramente é diversão, ao invés do que pensam os torcedores fanáticos (ao extremo).

#FuerzaRiverPlate

#O que acharam do novo visual do blog? Deixe um comentário com sua opinião.

23 de junho de 2011

A combinação perfeita

Santos campeão da Libertadores, dando orgulho a seus torcedores e aos adoradores do futebol. Não vejo o Peixe hoje como um rival, mas como um aliado que passa uma bela imagem do nosso grande Brasil, com esse belíssimo futebol, comandado pelo melhor técnico do país, Muricy Ramalho. Além de ótimo futebol, alguns jogadores, mostraram como se deve fazer; saindo da briga e indo comemorar o título.

Merecidamente campeões! Muricy mereceu o título, como ele mesmo disse, e ainda acrescentou dizendo sua famosa frase complementada: "Isso é muito trabalho meu filho!". Encerrou a maldição e venceu a Cobiça Sul-Americana com a combinação perfeita: excelente técnico e time. Agora é ir em busca do Mundial!

Rumo ao Japão, espero que Neymar e Ganso fiquem no clube por um bom tempo. Tudo está nas mãos dos garotos. Caso fiquem, poderemos ver o primeiro melhor do mundo jogando no país verde-amarelo. Legal ver jogadores tão jovens e campeões, ou até mesmo, mais velhos (como Durval e Edu Dracena), só fiquei triste pelo desempenho final de Zé Love, que deixará o clube com destino ao Genoa com uma sede de gols, que apesar de tanto esforço não foi cessada.

Já pensaram em ver Neymar X Messi? Ganso X Xavi/Iniesta? Será excelente. Essa conquista mostra o potêncial desses garotos, que espero que nos representem em 2014.
Só lamento pela confusão no fim do jogo... mas isso é o de menos!
Parabéns Peixe! Tri-campeão da Libertadores.

19 de junho de 2011

Rodada de verdade

(@Terra)
A 5ª rodada foi excelente, apesar dos cinco empates, com golaços, belas defesas, surpresas etc. A goleada palmeirense sobre o Avaí é meu principal destaque, onde Luan e Kléber marcaram dois gols. O São Paulo mateve-se na liderança e bateu recorde ao vencer nas cinco primeiras rodadas.

Lucas e Bernardo marcaram verdadeiros golaços. O são-paulino driblou o goleiro e fez o segundo gol do tricolor; já o jogador do Vasco fez o primeiro da partida em um lance bem bizarro. Bernardo tentou cruzar, mas faltou efeito e a bola foi direto, surpreendendo Victor.

Pela parcial, o Nosso Futebol FC fez 76.37 pontos no Cartola FC. Uma pontuação razoável, logo, acredito que meu patrimônio suba e talvez melhore minha colocação na liga União Cartoleira, criada pelo NF, o Blog do Joca e o Armando a Jogada.

Na próxima rodada, você não pode perder o clássico entre Corinthians e São Paulo, no Pacaembu, domingo as 16h00. O tricolor do Morumbi irá sem diversos jogadores que estarão: em recuperação ou com a Seleção principal, ou sub-20. Já o alvinegro jogará descansado, pois não jogou esta rodada devido ao Santos ter a final da Libertadores na quarta.

Mas não era o galático brasileiro?

Com Muricy no comando, o Fluminense conseguiu conquistar o Brasileirão 2010 e prometeu incomodar e quem sabe conseguir o bi em 2011. Montou um belo time no papel, com Souza, Diego Cavalieri, Araújo, Fred, Conca e companhia, mas ao Muricy deixar o time a Libertadores se foi, e a equipe voltou a ser o antigo Fluminese.

Em 2009 a equipe tricolor escapou do rebaixamento por pouco e em 2010 virou de forma impressionante (sem mudar o time significativamente), acredito que principalmente por Muricy ser o técnico. Conca jogou o que nunca havia jogado e por um ano foi o melhor jogador do Brasil, mas a magia acabou - infelizmente.

Vejo algo podre dentro do Flu. Fred não é tão bonzinho quanto parece. O "Sheik" Emerson, que saiu do clube por desentendimento com a diretoria criticou o atacante. O camisa 9 chegou como estrela o que não foi bom, logo se tornou um dos maiores "chinelinhos" do Brasil.

Um grande dinheiro foi investido, porém nenhuma contração recente deu certo, não entendo porque. Araújo não despontou como artilheiro, muito menos Diego Cavalieri como o paredão. Souza e Deco prometiam ser grandes jogadores e comandar um meio espetácular ao lado de Conca, mas nada aconteceu.

Abel Braga chegou e a situação pode mudar, entretanto não acredito em um futuro tão diferente do que vem sendo encaminhado. Muitos criticam o Vasco por ser time que sempre briga contra o rebaixamento, é goleado etc, mas nos últimos anos (apesar do rebaixamento) não fez tão feio. Os tricolores cariocas, hoje não tem motivo para tirar sarro; a equipe tem que acordar, pois seus rivais estão saindo na frente, dois deles são campeões recentes. Peter, mova-se!

18 de junho de 2011

Ídolos do Brasil: Neymar

Com apenas 19 anos de idade Neymar da Silva Santos Júnior já é ídolo e exemplo de várias crianças e pessoas no mundo inteiro. Seu cabelo moicano, sua habilidade e poder de precisão fazem dele um jogador diferente, quase que único. Craque do Santos, o menino da Vila já é presença certa na seleção de Mano Menezes.

Desde criança, Neymar, franzino, já se destacava nas categorias de base do Santos. Sua carreira emergiu apenas em 2009, começando no início do ano pela seleção Brasileira Sub-17, logo na estréia marcou um golaço sobre o Japão na vitória por 4-2 - infelizmente logo depois foi eliminada na primeira fase da competição. No Santos subiu para o profissional e criou uma grande expectativa em todos, mas a pressão e a inexperiência não o deixaram jogar tanto; 2009 foi um ano de aprendizado ao lado de PH Ganso.

No ano seguinte tudo começou como ele sempre desejou. Diretoria nova, time novo, tudo novo no Santos. Neymar formava ataque ao lado de Robinho e André, logo atrás vinham armando: Arouca, Wesley e Ganso. Um verdadeiro timaço. Santos vencia, e vencia muito bem com várias goleadas incríveis, era jogo bonito. Neymar se destacava e esse esforço todo deu em dois títulos, a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista. O craque do Santos chegou a receber proposta do Chelsea, todavia não deixou o alvinegro praiano.

2011 começou de forma especial com os holofotes virados para Neymar. Logo no início já foi convocado para disputar a Copa Sul-Americana Sub-20 pela Seleção Brasileira, foi o melhor do campeonato e artilheiro - além de conquistar o título. Voltou para o Santos e conseguiu o Campeonato Paulista, sendo o melhor da competição. Agora, depois de tudo isso, o Santos está na final da Libertadores (a um passo do título) com Neymar, ao lado de Elano e companhia, dando um show. Infelizmente o Brasil logo perderá um jogador como "Ney"; tudo indica que em 2012 já não estará mais no país "tupiniquim".

Bem leitores do blog, sou Guilherme Martins e vou postar semanalmente sobre alguns ídolos do Brasil (como diz o nome da coluna), principalmente alguns meninos brasileiros que estão se destacando. Sobre o Neymar só tenho a dizer coisas boas, sou santista, gosto muito dele, logo acho ele um craque e que ainda pode crescer muito no futebol, e até chegar a ser o melhor do mundo, quando for jogar na Europa.
Até a próxima semana !

16 de junho de 2011

Botando fogo

O Santos empatou por 1-1 com o Peñarol, ontem, e deixa a final ainda mais eletrizante, já que o jogo será decidido no Pacaembu e sem o critério de gol fora de casa para desempatar. Por jogar "em casa" vejo o Peixe como o favorito, entretanto a briga será boa.

Muricy ainda não venceu a Libertadores, chegou perto em 2006, e terá uma grande chance que não pode deixar escapar. O time é excelente o entrosamento melhor ainda; o clima de descontração ajuda. Reforço o que disse anteriormente sobre Neymar e Elano e os vejo como os melhores do Brasil (claro que ao lado de outros).

O Peñarol tem uma boa equipe e uma imensa tradição, mas creio que isso não bastará para vencer o Peixe no Pacaembu. Os jogadores estão muito empolgados (percebi isso na entrevista do goleiro Rafael) por estarem tão perto de fazerem o que apenas o time de Pelé fez (pelo Santos), conquistar a Libertadores.

Vendo estes fatores penso que o Santos é o favorito para levantar a taça na próxima quarta (22). Vendo melhor a equipe uruguaia no jogo de ontem percebi que fazer mais de um será difícil, logo, meu palpite é de 1-0 para o alvinegro praiano.

15 de junho de 2011

Maldição


Muricy esteve por vários anos no comando de grandes equipes, porém nunca conseguiu vencer a Libertadores, como se estivesse amaldiçoado, o que foi inclusive motivo para demissão. Acredito que a história mude, já que Muricy está fazendo um trabalho super competente no Peixe, torcerei pelo clube e pelo grande técnico o qual vejo como o melhor do Brasil.

No estádio Centenário (as 21h50), Santos e Peñarol se enfrentaram, mas vejo o jogo como "fácil" para os alvi-negros. Mesmo jogando fora de casa o Peixe é imponente e na fase de mata-mata ainda não perderam (2 empates e 1 vitória).

Aposto em Neymar, Elano, Léo e companhia, comandados por um grande técnico. Neste ano vi mais a Libertadores do que qualquer coisa, só para acompanhar o melhor jogador do Brasil, um tal de Neymar. O camisa 11 santista da show a cada partida e costuma deixar sua marca. Já que o jogo é no Uruguai o meu palpite é 2-2, porém vejo o Santos com mais força ofensiva.

12 de junho de 2011

Agora quem da a bola é o tricolor

Mais uma vez o São Paulo venceu e conseguiu se manter 100% no Brasileirão. Nenhum clube conseguiu marcar contra o tricolor paulista, o único gol sofrido foi de um jogador da própria equipe, o mais novo maestro, Casemiro marcou contra. Quem diria que um time como este que encontrava-se perdido e "sem técnico" ficaria nesta situação.

Carpegiani conseguiu se manter no cargo e tudo indica que seguirá. Casemiro voltou a jogar como gosta, chegando de trás e apoiando o ataque, assim como fez muito bem na Seleção Sub-20, exercendo uma posição de maestro - o que era carência do time.

Em 2010 vimos os Meninos da Vila, e como havia anunciado 2011 está sendo o ano dos "Meninos do Morumbi". Lucas, Casê, Wellington, Luiz Eduardo, Bruno Uvini (voltando de lesão) vem sendo o diferencial das outras equipes, pelo que me lembre o SPFC é a única equipe do Brasil que trabalha tão bem com as categorias de base, hoje o Santos é o segundo melhor.

O São Paulo carecia de um matador (Luís Fabiano) e um maestro (Casemiro) que nas próximas semanas ajudarão bem a equipe. A zaga está para se completar e logo deve ser composta por Rhodolfo, Coates (caso feche contrato) e Xandão (Luiz Eduardo). Arrumando - o que só o tempo fará - a equipe e um clima bom dentro do clube (o que deve acontecer caso Carpa se firme como técnico) o São Paulo torna-se um dos maiores favoritos pela briga ao título.

8 de junho de 2011

#PraSempreFenomeno


Na noite de ontem tive a oportunidade de assistir a despedida de um dos melhores jogadores de todos os tempos. O eterno camisa 9 da Seleção Brasileira se despediu da camisa amarela que vestiu por vários anos.

O jogo não foi lá grandes coisas, mas valeu a pena ter visto Ronaldo Fenômeno jogar (mesmo que por 15 minutos) à minha frente. O maior artilheiro de todas as Copas recebeu belas homenagens da torcida, dos jogadores e é claro do Brasil inteiro que torceu para o "gordinho" marcar um gol em sua despedida.

Um momento único, ver o vencedor de três prêmios de melhor do mundo jogar, e em sua última partida pela seleção mais badalada do mundo, é indescritível.

Obrigado Ronaldo! #prasemprefenomeno!