31 de julho de 2011

Pênalti ou não?

Aos 33 do 1° tempo Anderson Martins deu um carrinho em Dagoberto dentro da área. O atacante caiu e a o lance divide opiniões: pênalti ou não? Reconheço que é na hora o lance é complicado de ser analisado (e entendo o juiz em não ter marcado), mas com um replay percebe-se o pênalti. O camisa 25 do São Paulo toca a bola e o zagueiro vascaíno acerta o carrinho no atacante. Confiram o lance e deixem suas opiniões:



Falta protagonismo


Meu São Paulo perdeu hoje para um Vasco oportunista; o Corinthians foi derrotado pelo até então fraco Avaí; e o Flamengo com a vitória de ontem sobre o Grêmio embolou a briga pela liderança (sem esquecer o Palmeiras e o Vasco que também estão bem grudados). Apesar de um Brasileirão emocionante o post de hoje é sobre a Seleção Brasileira Sub-20 que está na Colômbia disputando o Mundial, sem Lucas e Neymar.

A Seleção Brasileira principal está apostando em jovens como Neymar, Ganso, Lucas, Pato e companhia para serem protagonistas. Eles ainda não devem ter toda essa pressão de carregar a grande Seleção Brasileira nas costas; são bons jogadores, porém precisam de alguém mais experiente para guiá-los e protagonizar essa equipe.

Para ganhar essa experiência e a calma para protagonizar a Seleção eles precisam de jogar (e muito) pela Sub-20, o que não acontece hoje em dia. Vários jogadores novos pulam de um Sub-17 (mal jogando pelo Sub-20) para a principal. Sem sombra de dúvidas Santos e São Paulo seriam prejudicados, porém é necessário. Os jovens aprenderiam o que é ser protagonista e guiariam a equipe para o sucesso.

Nesse futebol moderno onde os clubes veem os jogadores como empresas para terem sua imagem e passe explorados o tempo é corrido para a profissionalização. A expectativa é tão grande em um bom jogador de 19 anos que se não vinga é capaz de nunca mais ter uma boa chance, esse é o exemplo de jogadores como Lulinho e Dodô - ambos ex-Corinthians.

Os clubes deveriam compreender e a Seleção pegar mais leve nas convocações. Agora que temos tempo para Copa poderia fazer convocações sem algumas peças importantes das equipes, até para testar outros bons jogadores que estão escondidos nos campeonatos holandês, português, alemão etc.

Uma obra prima

A um bom tempo não via um golaço de falta como foi o de Marcos Assunção, no jogo entre Palmeiras e Atlético Mineiro. O meia bateu uma falta de muito e longe e fez um golaço!

Pode até ter sido sem querer o efeito todo que a bola pegou, mas que foi golaço não há como negar. O próprio capitão palmeirense vinha fazendo pinturas como essas, de muito longe, mas nada como isso! Um gol fabuloso, digno de vitória.

Vou deixar de enrolação e deixar o vídeo gif abaixo para curtirem o momento!

30 de julho de 2011

O meio dos sonhos

O Barcelona encanta o mundo com seu excelente futebol. Muitos títulos importantes já vieram, graças ao estilo de jogo sofisticado baseado na troca de passes. Busquets, Xavi e Iniesta compõe o meio que apoia o ataque de Pedro, Villa e Messi. O setor de criação é o mais importante da equipe, uma vez que cria as jogadas, entretanto a um bom tempo vem tendo uma deficiência em relação ao jogador mais atrasado (hoje é o Busquets) e em lesões e suspensões.

O clube catalão vem de uma antiga novela com o Arsenal pela contratação de Fábregas e hoje, pela primeira vez, os Gunners deram sinal de que devem perder o meia espanhol. A oferta milionária e a dúvida do camisa 4 entre ficar no Barça ou seguir no Arsenal vem pesando a favor do clube espanhol. Caso o negócio feche os blaugranos terão um meio dos sonhos, provavelmente formado por Fábregas, Iniesta e Xavi (um meio espanhol já entrosado).

Fábregas organizaria as jogadas assim que passassem do meio de campo e projetaria para Iniesta e Xavi criarem mais a frente. Ainda poderia jogar mais ofensivamente, fazendo assim Iniesta voltar para jogar como um volante de movimentação. A opção do banco é surreal para Fábregas que hoje é exaltado no Arsenal e não deixaria a equipe inglesa para ficar parado na Espanha.

A contratação parece ser excelente mas existe um lado (mesmo que pequeno) ruim. O sistema defensivo pode ser prejudicado caso Puyol e Piqué saírem bastante, uma vez que Busquets não jogaria, logo não teriam um volante defensivo.

Apesar do fator defensivo pesar um pouco há uma solução simples: podem prender o lateral-esquerdo à defesa e deixar os dois zagueiros um pouco mais fixos, logo, Daniel Alves não perderia sua liberdade de atacar. O time se tornaria assim um dos melhores da história. Se hoje a equipe já é comparada com times excelentes (como o Santos de Pelé) imagine com a chegada de um dos melhores meias do mundo (Fábregas).

Estamos com domínio!

O que já foi Nosso-Futebol e virou Nosso Futebol FC agora é Nosso Futebol Clube. Pela disponibilidade de domínio mudei o nome, que me agradou até muito mais do que os antigos. Para acessar o blog, ao invés de gravarem que é blogspot.com (algo bem complicado), a coisa foi simplificada, acessem apenas: www.nossofutebolclube.com.br

Com o domínio registrado, pelo meu pai (obrigado!), a divulgação se tornará mais fácil e provavelmente receberemos mais acessos. Espero que entendam que foi por algo melhor para o blog, com isso estamos mais bem posicionados na grande rede da internet.

Abraço,
Felipe Simonetti

28 de julho de 2011

O melhor do ano

As estrelas do jogo. (Foto: Agência Lance)
A partida entre Santos e Flamengo, na Vila Belmiro, foi espetacular. Com certeza o melhor jogo do ano, pois afinal um 5-4 com viradas e muita disputa é uma vez no ano (e olhe lá). Ronaldinho reviveu os tempos de Barcelona e Neymar deu um show, com direito a golaço.

O 10 rubro-negro marcou três gols e assumiu a artilharia. Um dos gols (de falta) foi ensaiado por Ronaldinho, batendo por debaixo da barreira, assim como nos tempos de Barça. Neymar fez um golaço de "cavadinha" cara-a-cara com Felipe e ainda deixou sua marca em um gol onde driblou diversos jogadores, à la Messi.

A única decepção foi Elano que bateu um pênalti de cavadinha no meio e o goleiro rubro-negro defendeu fácil - além de tirar uma "onda" dando embaixadinhas após a defesa. Caso tivesse marcado o gol o Santos ficaria dois gols à frente do Fla, dando uma certa tranquilidade ao Peixe, porém em seguida o os cariocas empataram esquentando o jogo.

Deivid pagou seus micos, inclusive perdendo um gol feito (como mostrado no post "Até a minha vó fazia"), entretanto também deixou sua marca (no gol de empate rubro-negro) de cabeça.

A partida foi excelente e ofuscou todos os outros jogos da noite. O jogo já prometia, afinal reunia Neymar e Ronaldinho, além de Elano, Ganso, Ibson, Thiago Neves, Williams etc. Com a surpreendente virada o Fla impediu que o São Paulo se distanciasse na segunda colocação, além de ter mantido a invencibilidade do Brasileirão. O Peixe venceu pela terceira vez no campeonato e fugiu do Z-4, hoje está em 16°.

Coluna do Felipe Ferreira: A grata surpresa para a Ligue 1


Para a estreia deste meu espaço no blog, em que comentarei sobre o melhor do futebol europeu, decidi destacar uma liga que poucos acompanham, muito em função de não ter tanta cobertura: a Ligue 1, o campeonato francês. Para ser mais preciso, irei destacar o PSG, tradicional clube parisiense que possui como maior objetivo ganhar o campeonato nacional, o qual não vence desde 1993-1994.

Um dos grandes trunfos para a equipe voltar a vencer o campeonato francês, sem dúvida, está na diretoria. Após contar com diretores que não desempenharam um bom trabalho, o PSG aposta no brasileiro Leonardo (foto), que entre conflitos com os sheiks investidores do clube, vem fazendo um grande trabalho ocupando o cargo de diretor de futebol.

Leonardo comprovou sua qualidade como diretor quando ocupou tal cargo no Milan, agora, no PSG vem surpreendo ainda mais. A começar pelas contratações, o brasileiro recomendou e foi atendido, e chegaram ao clube parisiense excelentes jogadores, que não custaram muito para os milionários sheiks investidores.

Na lista de reforços estão o zagueiro Bisevac, ex-Valenciennes, o volante Matuidi, ex-Saint-Etienne, e o meia Ménez, ex-Roma. Todos estes jogadores são de boa qualidade, não custaram muito caro aos cofres do time francês e prometem ocupar posições carentes, com grandes chances de se destacarem.

Ainda comenta-se sobre uma possível chegada do excelente meia argentino Pastore, atualmente no Palermo, que dificilmente seguirá no futebol italiano e o clube parisiense é um dos grandes interessados em contratá-lo, o que viria a ser mais uma excelente contratação podendo dar um toque de classe ao meio-campo da equipe francesa. Entretanto, esta negociação promete possuir altas cifras, podendo até mesmo ser a maior de toda a janela de transferências.

Também não podemos deixar de destacar os boatos envolvendo o clube. Especula-se a contratação de Ganso, em um investimento altissímo. Sem contar que, contra a vontade de Leonardo, o excelente Taarabt, atualmente no Queens Park Rangers, ainda pode chegar.

Com isso tudo, incluindos grandes boatos e conflitos internos, o PSG de Leonardo investe bem, dando sinais de que pode ser uma boa e grande surpresa para o campeonato francês.

Felipe Ferreira (@felipepf13) tem 14 anos, é fanático por esportes, sobretudo o futebol, e escreve em seu blog: http://territorioesportivo.blogspot.com

27 de julho de 2011

Até a minha vó fazia!


Não acredito que o Deivid perdeu esse gol! Realmente o Fla precisa de um camisa 9!

25 de julho de 2011

É com os erros que se aprende

Fomos eliminados de forma ridícula para o fraco Paraguai, nos pênaltis perdendo quatro cobranças. Essa cobranças perdidas caíram para cima de Mano que viveu dias sem saber se seguia no emprego. A torcida brasileira (me incluo nessa) o xingou, o pediu fora e disse que queria Muricy. Depois dessa parece que ele aprendeu e melhorou (e muito) nesta nova convocação para o jogo contra a Alemanha (dia 10/08, em Sttutgart).

O ex-corintiano barrou Adriano, Elano, Jadson, Luisão, Jefferson e Sandro e chamou Dedé, Renato Augusto, Fernandinho, Jonas, Luiz Gustavo e Ralf. Dos novos nomes me surpreendi apenas na convocação do meia do Bayern que mostrou-se versátil e pode acrescentar muito na Seleção.

Resolvi escalar da minha forma a Seleção com os novos convocados. Dos "novos" contratados coloquei Ralf no meio, que vem fazendo um ótimo Brasileirão. Não é um craque, mas faz o simples e necessário de forma brilhante. Gosto de Renato Augusto na frente e o vejo como melhor que Jadson, seria um bom teste. Maicon assumiu minha lateral-direita e fiz um ataque sem um centro-avante, já que colocar Jonas ou Fred não dá. Quero ver Leandro Damião na Seleção, (quando voltar) Luís Fabiano, jogadores que ficam na área para marcar.

As convocações de Dedé e Fernandinho também foram boas. O zagueiro vascaíno, hoje, é um dos melhores do Brasil (se não o melhor) e o meio do Shakthar mostrou um bom trabalho na Champions League passada. Mesmo que para o banco é uma boa tê-los no time.

Apesar de reconhecer que Mano melhorou muito sua convocação eu (o Brasil e o Mundo) não entendemos porque o Marcelo e Hernanes não estão vestindo a amarelinha. Existe um "conflito" entre o lateral do Real Madrid e Mano, porém isso é Seleção e não há espaço para "briguinhas". Não entendo a presença de Fred e Jonas na equipe. Mesmo tendo sido o artilheiro do Brasileirão passado o ex-gremista não merece a posição. Sinto a falta de Hulk e Nilmar nesse ataque.

Reconheço que nosso treinador acertou muito, porém ainda há um grande caminho a percorrer. Pode parecer que não, mas a Copa está vindo aí. Ele terá menos pressão, uma vez que a Seleção já está garantida na Copa. O Brasil não passará por Eliminatórias e até 2013 (Copa das Confederações) teremos apenas amistosos. Querendo ou não Mano terá que tirar e incluir alguns jogadores nesta equipe (assim como foi com Dunga com as saídas de Afonso e Vágner Love; e a entrada de Luís Fabiano).

22 de julho de 2011

Coluna do Guilherme Silveira: De cara nova


Após um momento conturbado o Tricolor paulista volta a viver um bom momento, pelo menos longe das críticas e respirando nas últimas duas rodadas. O time que quase caiu de cabeça em uma crise hoje está de cara nova. Além da troca de técnicos, onde Adilson Batista assume o São Paulo, algumas boas contratações foram anunciadas essa semana.

A contratação que mais gostei foi a de Denilson. Jovem de 23 anos que iniciou sua carreira nas categorias de base do Tricolor, com 18 anos foi vendido para o Arsenal, um dos gigantes ingleses, e agora, está de volta ao elenco do time que o revelou.

Apesar de ainda ser jovem, acredito que tenha já uma grande bagagem de experiência nas costas. O futebol inglês é uns dos mais competitivos do mundo, duro e muito físico, combinando toda essas características e mais o jeitinho brasileiro de Denilson, o considero como um jogador completo, e titular. Claro que terá que conquistar isso na bola, mas tem capacidade para fazer isso.

As duas outras contratações são de jogadores estrangeiros. Primeiro Marcelo Cañete, também jovem, 21 anos. Começou a carreira no Boca Juniors e apontado como novo Riquelme, foi emprestado para o Universidad Católica do Chile, onde jogou muita bola e despertou interesse de vários clubes, até chegar ao São Paulo.É um jogador veloz, driblador e criador de jogadas. Um meio-campo que lembra Montillo.

A outra contratação é de Ivan Piris, 22, me agrada no sentido de ser um jogador da posição que o São Paulo carece a tanto tempo, um lateral direito. Piris está defendendo sua seleção na Copa América, o Paraguai, que está na final. O jogador estava no Cerro Porteño, time que deu trabalho para o Santos nas semifinais da Libertadores, e sua função era marcar ninguém menos que Neymar, deu trabalho para a estrela santista, e foi até elogiado por Muricy Ramalho.

Gosto desses jogadores que vem de fora pois tem uma característica de não desistirem de nenhuma bola, são raçudos e habilidosos. Espero que não seja mais contratações furadas do São Paulo como as ultimas de Adrian Gonzalez e Saavedra, que passaram batidos no elenco. Mas creio que a situação agora é outra, são jogadores jovens e elogiados pelos clubes que passaram, além disso o São Paulo é carente na posição, no caso de Piris. Gostei da contratação de Denilson, pois é mais um bom jogador para a posição, agora é esperar para ver a atuação destas contratações.

Outra boa noticia é a volta de Lucas, que estará em campo contra o Atlético-GO. Então é o Tricolor completo para encarar mais um adversários e encostar no líder.

21 de julho de 2011

Melhor do que nunca

(Foto: Photocamera)
A janela para contratações internacionais se fechou hoje no Brasil. Ela sempre trouxe péssimas recordações como a saída de Robinho, Diego Cavalieri e Ramires, porém desta a maioria dos clubes saíram melhores. O Campeonato Brasileiro não ficou pior, como era de costume, mas se reforçou para um segundo período.

No início da temporada já destacava que esse Brasileirão seria um dos melhores (se não o melhor) devido ao grande número de jogadores de renome internacional - Ronaldinho, Liédson, Luís Fabiano etc. Agora tudo melhorou, chegaram Juninho, Alex, Denílson, Jô e Gilberto Silva dentre muitos outros. A competição se tornará muito mais equilibrada e até os clubes que não vem bem nos últimos anos se reforçaram; este foi o caso do Atlético Mineiro e do Ceará que trouxeram André (ex-Santos) e Edmílson respectivamente.

Não só trouxemos excelentes jogadores como também não perdemos nossas estrelas. Por exemplo, o Santos: trouxe Ibson de fora e levou Henrique (ex-Cruzeiro) para o clube sem perder Neymar e Ganso. O São Paulo é outro caso: contratou Piris, Cañete e Denílson mantendo Lucas e Casemiro. Neste vai-e-vem o único grande prejudicado foi o Fluminense que perdeu sua estrela, Conca, e arriscará nos compatriotas do ex-camisa 11 Lanzini e Martinuccio - além do atacante Rafael Sóbis.

Por um lado a vinda desta constelação de grandes jogadores foi boa, entretanto por outro não trouxe grande lucros ao futebol brasileiro. 35 jogadores chegaram e apenas 14 saíram; isso mostra que o nosso futebol vem conseguindo igualar salários aos europeus, porém sem as vendas até quando isso durará? É uma situação delicada que os clubes devem tratar bem. A chegada de grandes jogadores pode ser boa, todavia o atraso no pagamento de salários e problemas na estrutura do clube (como já muito vimos) deixa um clima desconfortável para todos o que gera saídas.
(Foto: Globoesporte.com)
Analisando estes tópicos percebemos que o Brasileirão voltará com tudo para esta segunda parte, pós-janela de transferências. Trouxemos muito e perdemos pouco. Além das várias contratações teremos jogadores que voltam de lesão como é o caso de Luís Fabiano e Adriano. Aposto em um campeonato excelente e como já disse: o melhor da história dos pontos corridos.

20 de julho de 2011

A grande Celeste!


A Seleção Uruguaia mostrou seu potencial na Copa de 2010 e o confirmou no jogo de ontem, contra o Peru. Dominaram o jogo de forma impressionante com atuações perfeitas de Luis Suárez e, principalmente, de Álvaro Pereira. Um jogo ofensivo e direto foi o que foi visto no Estádio de La Plata.

A equipe Celeste está muito entrosada o que possibilitou um 4° lugar na Copa e chegar a final da Copa América. Passes excelentes de Forlán ajudam a equipe a marcar gols com Luis Suárez; mas não podemos nos esquecer da grande zaga formada por Lugano e Coates que projeta para Álvaro Pereira criar as jogadas.

Oscar Tabárez já conhece bem a equipe e a monta da melhor forma com o grande goleiro Muslera, a zaga de Lugano e Coates, Gargano, Cáceres, Arévalo, Álvaro González e Álvaro Pereira que projetam para Forlán dar passes (e deixar os seus) para Suárez concluir.

No início da Copa América não acredita que o Uruguai seria o personagem principal, todavia me enganei, que bom! O futebol Celeste me encanta e torcerei muito por eles na final. Essa equipe é forte e coloco-a como umas das favoritas nas Olímpiadas de 2012. 2014 é cedo para dizer, mas se seguir desta forma tem grandes chances de ficar com o caneco.

18 de julho de 2011

Mudança de nome

Estava querendo comprar um domínio pra o blog, porém não gostaria de manter o FC (ficando apenas Nosso Futebol). Já existe o nome que gostaria de manter com o .com, o .net e o .com.br já existe resolvi manter o domínio .tk (gratuito).

Agora peço à vocês que acessem o NF apenas pelo www.nossofutebol.tk. Além de ser mais fácil seria bom que vocês se acostumassem com o novo nome, pois em 2012 expira o domínio do nossofutebol.net, .com e .com.br; logo, comprarei.

Um abraço,
Felipe Simonetti

As últimas

Eliminação da Copa América

Péssimo! Como uma Seleção como a de Mano consegue ser eliminada pelo Paraguai, sem nem se quer acertar um pênalti. Jogou muito melhor, porém Villar fez belas defesas. Na disputa de penalidades foi ridículo: Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred perderam. Não acho que o Mano se encaixe na Seleção; para ele tudo está bom, tem que abrir os olhos.

Demissão de Falcão do Inter
O ídolo Colorado não vinha bem e depois da derrota por 3-0 para o São Paulo, na noite de ontem, Falcão deixou o cargo de técnico do Internacional. Achei uma decisão precipitada da diretoria do clube, ele ainda poderia render.

Mesmo reconhecendo que a demissão foi precipitada entendo porque fizeram isso. O início do campeonato é muito importante e um mau início pode comprometer o resto da competição, entretanto não faria isso.

Tévez no Corinthians

O Corinthians pode fechar com Tévez nos próximos dias, já que o argentino quer voltar a jogar na América do Sul e o Timão é uma segunda casa para ele. A proposta elevadíssima feita dos Andrés Sanchez é muito arriscada. A negociação envolveria cerca de 100 milhões de reais, sendo pagos em 4 anos - comprometendo 25% da receita anual do clube. Caso não vingue o clube pode entrar em um belo prejuízo. Eu não arriscaria!

17 de julho de 2011

Copa América: surpreendente

A Copa América, que tinha como favoritos Brasil e Argentina, vem surpreendendo e hoje Peru e Uruguai ameaçam a levar o título. Antes da competição começar eu apostei em uma final entre Argentina e Brasil e Uruguai e Chile indo até a semi-final... errei!

O Uruguai bateu Argentina nos pênaltis hoje e derrubou a minha favorita ao título. O Brasil que era minha segunda alternativa ao título vem jogando um péssimo futebol e acredito que não chegue a final.

O Peru eliminou a Colômbia, de Falcao e Guarín, na prorrogação e passou a também ser um favorito. O Chile e o Paraguai ainda podem assustar, por terem equipes bem formadas. Posso apostar até na Venezuela que foi muito bem na primeira fase, mas no Brasil não dá! A Seleção de Mano vem jogando um futebol muito sem graça. O 4-2 apertado sobre o Equador serviu apenas para mascarar a campanha horrível da Seleção Canarinha.

Argentina e Brasil fora da final pode parecer sem graça, todavia considero até uma boa surpresa. O Peru, o Uruguai e o Chile seriam boas equipes para chegar a final, que com certeza fariam uma excelente decisão.

Concluo assim afirmando que esta Copa América está sendo uma boa surpresa. É legal sair da rotina de Brasil-Argentina na final. Infelizmente não veremos Neymar contra Messi, mas isso fica para outro dia (que sabe com Neymar perto do Real isso não ocorra). Perdemos na final clichê que sempre é boa, entretanto teremos uma final do mesmo nível, ou quem sabe até melhor.

16 de julho de 2011

Os meios do San-São

Ibson, Henrique, Alan Kardec, Denílson e Cañete (parcialmente) foram as últimas contratações confirmadas de Santos e São Paulo. Aquele excelente meio do Peixe vem se desfazendo e a diretoria super competente já trouxe nomes excelentes. O tricolor carecia de reforços e ganhou bons nomes.

O Santos deve perder Danilo nos próximos dias, portanto Henrique (ex-Cruzeiro) chegou ao clube para repor a posição de volante. Uma ótima contratação, assim como a de Ibson (que futuramente pode substituir Ganso) que reforça o meio que por mim seria composto por: Henrique, Elano, Ibson e Ganso. A equipe ficaria bem ofensiva, entretanto quando fosse necessário Henrique ou Elano poderiam ser sacados para a entrada de Arouca.

No São Paulo chegaram Cícero, Denílson e Cañete, que deve ser confirmado nas próximas horas. Casemiro e Lucas vem fazendo grande falta na equipe e o tricolor do Morumbi já se previne para prováveis novas perdas no futuro. Denílson é um excelente volante que deve fazer uma excelente dupla com Casemiro. Cícero deve amargurar o banco enquanto o ainda desconhecido Cañete pode ganhar uma vaga de títular. O meu meio títular, do time hoje comandado por Milton Cruz, seria: Denílson, Casê, Cañete e Lucas. O argentino é uma incógnita, portanto Marlos ou Rivaldo poderiam entrar, alterando um pouco o sistema tático.

O Peixe da Vila se reforçou muito melhor do que o tricolor do Morumbi e embalado pela conquista da Libertadores, bem comandado e ainda com tempo, pode assumir as primeiras posições. Admito que a dependencia de ambos os clubes atrapalham (Ganso, Neymar, Lucas e Casemiro), porém essas ausencias fizeram as diretorias abrirem os olhos e contrarem jogadores para formar um excelente plantel ao estilo São Paulo de Muricy.

14 de julho de 2011

A minha Seleção

Mano Menezes não vem conseguindo bons resultados na Copa América, avançou para as quartas-de-final, porém levando sustos diante do Equador. O Brasil não mostra um bonito futebol na Argentina e corre risco de não chegar a final. Resolvi fingir que estou a beira do gramado comandando a "Selê". Minha formação seria a seguinte:
*Ignorando a convocação de Mano
 Meu sistema defensivo seria parecido com o atualmente usado, porém usaria Maicon pela direita, já que é mais forte e vem dado mais certo na Seleção do que Daniel Alves; e mudaria a lateral esquerda colocando o ofensivo Marcelo. Montaria o meio completamente diferente de Mano: usaria apenas um volante, Lucas, deixando Hernanes e Elano aberto para criar, porém sem deixar de fechar no meio. Ganso seria o responsável por criar jogadas para os dois atacantes: Neymar e Pato.

Mesmo tendo feito um post falando sobre a falta de um centro-avante na Seleção montei o meu time sem um. Pato e Neymar seriam mais livres, porém diretos - assim como ontem. Não atuaria na base do chutão - como foi contra o Paraguai - com um meio criativo não precisaria disso.

Seria bom ver a Seleção jogar desta forma. O meio seria bem eficiente e dinâmico; atacaria e defenderia. O ideal seria ter um Xavi-Iniesta, mas como não temos... vai de Elano-Hernanes. Montei a Seleção do meu jeito: como você montaria a sua? O que mudaria na minha? Deixe seu comentário com sua opinião.

13 de julho de 2011

#PraFrenteBrasil!

(Foto: Reuters)
Mano Menezes tem que nos provar hoje porque é o técnico da Seleção Brasileira, caso contrário ficaremos para trás na Copa América. Com o empate entre Paraguai e Venezuela, o Brasil (com um jogo a menos) vai ficando de fora do G-2.

As 21h45 Brasil e Equador se enfrentam em Córdoba. Ambas equipes tem chances de avançar para as quartas-de-final (o Equador bem menos), portanto o jogo será bem pegado. Mano Menezes deve repetir a mesma formação que entrou em campo contra o Paraguai, ou seja, sem Robinho; porém ainda há chances de Maicon jogar no lugar de Daniel Alves.

O Brasil sente falta de um centro-avante - como já expliquei posts atrás - e precisa ser mais direto. O "craque" de nossa Seleção, Neymar, ainda não deu nenhum chute certo, já que prefere driblar. O camisa 11 deveria ser mais objetivo para garantirmos a nossa primeira vitória.

Esse jogo ainda pode selar um fim da Era Mano. Grande parte da torcida brasileira não gostou de ver essa péssima campanha na Copa América. O brasileiro tem pavio curto e não tolera uma eliminação de Copa América. Não seria o mais correto, mas no nosso país as coisas funcionam assim.

Uma simples vitória nos garantiria nas quartas-de-final (em 1°, caso vencermos por mais de 1 gol de diferença e em 2° se isso não ocorrer). Caso avançarmos em 1° nosso adversário seria o Paraguai, porém se ficarmos em 2° pegaremos a boa seleção chilena, que pode nos assustar.

11 de julho de 2011

O Montillo tricolor


O São Paulo caiu de produção e logo procurou reforços. Fechou com Cícero e a poucos dias com o meia do Universidad Católica, Cañete. O argentino ex-Boca Juniors fará os testes médicos e deve ser apresentado na terça-feira. As expectativas são grandes e já foi até comparado à Montillo.

Nunca vi uma partida de Cañete, porém alguns videos na internet me mostraram seu estilo de jogo e realmente se assemelha ao do 10 cruzeirense. Espero que jogue o tanto que falam porque além de aumentar o nível do meu tricolor tornaria o Brasileirão mais atrativo.

Os últimos jogadores estrangeiros que vieram jogar no Brasil com grandes expectativas não vingaram. Bons exemplos disso são Adrián González (ex-São Paulo); Maxi Biancucci e Sambueza, que jogaram no Flamengo.

Aconselho a torcida são-paulina a não esperar muito deste meia. É uma contratação arriscada, mas caso for tudo o que dizem será um belo reforço; o nome certo para vestir a 10. Segundo o site Ogol, Cañete disputou 17 partidas na temporada 2010/11, marcando apenas 1 gol e vencendor 8 jogos. Não são números muito expressivos, mas a baixa frequência também não ajuda a ganhar ritmo.

O que temos que fazer é esperar. Nas próximas semanas ele já deve estar em campo e aí sim veremos se é o 10 que o São Paulo tanto procura.

O novo City

Nos últimos anos, após a compra do Manchester City pelo sheik Al Mubarak, vários outros empresários árabes tomaram como exemplo o clube de Manchester para conseguir sucesso nessa área, porém falharam. Em junho de 2010 o sheik Abdullah bin Nasser Al Thani assumiu o comando do modesto Málaga, da Espanha. Meses depois surpreendeu o mundo com contratações significativas, como Júlio Baptista e Van Nisterooy; hoje busca a fama que o City ganhou.

O Málaga é um dos clubes mais promissores para os próximos anos do futebol. Assim como o City eles querem crescer, conquistar títulos e botar medo nos grandes. O objetivo do clube espanhol é tomar o lugar que estava entre Villareal e Valencia, o de 3ª potencia do futebol da Espanha.

Após um período de baixas los Boquerones passaram a investir pesado em contratações e hoje já tem peças importantes no elenco. Mathijsen, por exemplo, foi vice-campeão da Copa de 2010 com a Holanda. Demichelis, Van Nisterooy, Júlio Batista e os recém contratados Toulalan, Joaquim e Buonanotte são exemplos de craques presentes no Málaga.

Júlio Baptista (Foto: Reuters)
O projeto de montar uma equipe capaz de se infiltrar no derby Barcelona-Real Madrid é bom, entretanto deve ser tratado com cuidado. A pressa é inimiga da perfeição e a ansia de títulos pode melar o futuro. Buscar estrelas a qualquer custo, antes de ir atrás dos resultados, é a receita para dar errado. Um bom técnico (Manuel Pellegrini) está no comando da equipe e tem que focar no campeonato, mesmo que com um time ainda insuficiente para levar uma vaga da Champions League.

Assim como em 2008 "previ" que o City se tornaria uma potência, eu aposto no Málaga para daqui a uns 3 anos brigar pau-a-pau com boas equipes européias. Estão no caminho certo, contratando o bom e necessário. Hoje até brigam pela contratação de Sneijder, todavia creio que vá para o Manchester. Quem sabe daqui a uns anos não convencem estrelas do futebol a vestir sua camisa?

9 de julho de 2011

A falta que faz um centro-avante

Mano Menezes montou uma Seleção Brasileira cheia de estrelas. Fez uma constelação com Ganso, Neymar, Robinho, Pato... mas se esqueceu de um centro-avante de ofício. Colocou o 9 do Milan, porém a função não foi bem exercida por ele. Quando entrou o paradão Fred, ele fez um belo trabalho e conseguiu empatar o jogo de hoje, contra o Paraguai.

Leandro Damião seria um bom nome para para vestir a 9 amarelinha. Pato poderia ser recuado e servir de segundo atacante, chegando mais de trás. Neymar poderia aparecer aberto de um lado e Ganso de outro. O 10 do Santos comandaria o meio ficando menos ofensivo e ocupando também o meio. Ramires seria mais liberado para sair jogando enquanto Lucas Leiva ficaria preso como volante. Com as subidas de Ganso para o meio Dani Alves teria o corredor para jogar. Assim os jogadores não teriam tanta preocupação em fazerem um papel que não é o seu.

Vi Pato receber inúmeras bolas chutadas por Thiago Silva da defesa e não conseguindo pegar bem. Não podemos jogar assim. Com Damião de centro-avante Pato estaria mais livre para trabalhar. Robinho seria barrado, o que não agradaria a CBF, todavia Mano não pode servir de marionete do senhor Ricardo Teixeira.

Falta um esquema bem definido à Seleção. Sinto falta atacantes mais soltos. Neymar tem que jogar coletivamente e ajudar Ganso. Não precisa parar de driblar, porém ser eficiente. Hulk também seria uma ótima alternativa para a Seleção. Ganso iria para a direita e Hulk assumiria o corredor esquerdo. Assim que montaria a Seleção. E você? Deixe seu comentário com sua escalação e uma explicação do esquema.

8 de julho de 2011

Coluna do Guilherme Silveira: A escolha de Neymar

Uma das notícias mais vinculadas na mídia essa semana são as ofertas de Real Madrid e Barcelona por Neymar. Os dois melhores times do mundo atrás da jóia santista. Que mordomia hein? Mas temos que concordar que Neymar está fazendo por merecer, jogando muita bola, desequilibrando qualquer partida e trazendo diversos títulos ao Santos, o mais recente foi a Taça Libertadores. Em Dezembro o Santos estará no Japão para disputar o Mundial, onde poderá enfrentar o Barcelona, que é um dos interessados em Neymar.

A proposta mais concreta até agora é a do Real Madrid com valores quase acertados entre € 35 e € 40 milhões, e um salário de € 2 milhões o ano, mas o rival catalão não vai deixar o jogador escapar fácil, e será uma boa disputa. Resolvi fazer a disposição tática dos dois times para “ajudar” Neymar em sua escolha (se for realmente sair do Santos), Onde se daria melhor? Real Madrid ou Barcelona? Sendo os dois melhores times do mundo e deixando de lado os salários astronômicos e toda a assistência envolvida, devemos analisar como Neymar se daria em campo, qual time se encaixaria melhor. Para isto trouxe duas tabelas colocando o craque nas duas escalações:

Correção: Busquets é o títular no meio.

No Real Madrid, resolvi pegar a formação mais utilizada por Mourinho, o 4-2-3-1, Neymar faria uma grande dupla no meio campo com Cristiano Ronaldo, o time adversário seria surpreendido com jogadas rápidas e individuais pelos dois lados do campo. No meio, com apóio de Özil e a referencia no ataque com Higuain. Neymar se daria muito bem nesse time, teria espaço para mostrar o que mais sabe fazer.


Já no Barcelona Neymar tomaria o lugar de Pedro. Atuaria como um terceiro atacante, pelas bordas, ao lado de Messi e Villa. O Barça já tem um time exelente, equilibrado, veloz, tático e habilidoso. Com Neymar em campo, o time ganharia um pouco mais disso tudo, porém acredito que no Real Madrid o nosso craque faria mais efeito, pois teria mais oportunidade e espaço para jogar. O Barcelona já tem um time extremamente entrosado e Neymar talvez não mudasse muito o quadro, só apimentaria mais os jogos e causaria mais problema para o time adversário.

Então, em minha opinião, o jovem Neymar deve optar pelo Real Madrid, onde se daria melhor pelos diversos motivos já citados acima. Mas é só a minha singela opinião, e você? Onde acha que Neymar se daria melhor, no Santos? No Barça? Ou no Real Madrid? Comente!

7 de julho de 2011

Já era hora!


Finalmente Carpegiani caiu no São Paulo, por mais que tentassemos nos convencer ele não vinha fazendo um bom trabalho. Começou o ano dando confiança aos tricolores, porém com a eliminação do Paulistão e da Copa do Brasil a confiança caiu e a torcida perdeu a cabeça.

Não entendo como um técnico aceita ficar na equipe após ser anunciado que foi demitido. Isso não passa uma boa imagem, tanto para o treinador quanto para o clube. Vendo essa situação subentende-se que: Juvenal não achou ninguem melhor então deixou o que tinha  e que Carpa não tem moral para assumir outro time de ponta.

A equipe estava desfalcada, passou a perder jogando feio e Carpegiani não convencia. Teve que cair. Agora vejo Cuca como o mais próximo do tricolor do Morumbi. O ex-treinador do Cruzeiro já alegou que aceitaria treinar a equipe. Dorival Júnior também é uma opção já que o Galo não vive um bom momento cujos resultados não agradam a torcida.

Só resta ao torcedor são-paulino esperar e torcer para Juvenal não economizar no técnico. Não adianta trazer um Jorginho ou PC Gusmão, pois falharão assim como Ricardo Gomes, Baresi e Carpa. Além do novo técnico contratações tem que chegar. Cícero já fechou e Coates e Cañete estão bem encaminhados, da lista tricolor faltaria apenas Denílson (do Arsenal) e Rafael Tolói - dois ótimos nomes.

Coluna do Thiago Vidal: Palmeiras vai a Sete Lagoas sem suas duas maiores estrelas


No complemento da oitava rodada do Campeonato Brasileiro de 2011, o Palmeiras viaja pra Minas Gerais para enfrentar o América-MG em busca da primeira vitória fora de casa e da vice-liderança da competição.
O alvi-verde entra como franco favorito para a partida, apostando suas fichas em mais uma boa atuação do jovem Maikon Leite (foto), mesmo sem contar com suas duas maiores estrelas do momento: o goleiro pentacampeão Marcos e o atacante Kléber, o Gladiador. Marcos será poupado devido ao clássico de domingo frente ao Santos, e por estar com o físico mais comprometido, o departamento médico do Palestra Itália acha arriscado para o goleiro de 37 anos um ritmo tão pesado de jogos quinta e domingo. Já Kléber voltou a sentir a lesão que o afastou da última partida, mas segundo o técnico Luiz Felipe Scolari, o Gladiador deve estar a sua disposição também para o clássico de domingo.
O América-MG ocupa apenas a 18ª posição na tabela e soma somente 5 pontos, portanto o Palmeiras deve esperar um adversário sério e com muita vontade, apesar da inferioridade técnica.

Com isso, as equipes devem ir a campo da seguinte forma, nos esquemas 4-4-2 e 4-3-3, respectivamente:
América-MG - Flávio; Marcos Rocha, Gabriel, Anderson e Gilson; Dudu, Amaral, Leandro Ferreira e Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior. Técnico: Mauro Fernandes.

Palmeiras - Deola; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Lincoln; Maikon Leite, Wellington Paulista e Luan. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Postado às: 16:50

6 de julho de 2011

Coluna do Guilherme Silveira: Flamengo x São Paulo

@GloboEsporte
Hoje, Flamengo e São Paulo jogam pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um verdadeiro clássico entre os dois estados. Os dois times vivem situações diferentes, o Flamengo vem de duas vitórias, embalado e com belíssimas atuações de Ronaldinho Gaúcho nos últimos jogos. O craque é o artilheiro da competição com cinco gols, além disso, o rubro-negro está invicto na competição e ocupa a sexta colocação com 13 pontos.

O São Paulo, após um grande começo de campeonato com cinco vitórias consecutivas foi freado por uma goleada do rival Corinthians de 5 a 0, e em seguida uma derrota para o Botafogo por 2 a 0, mas ainda permanece na vice-liderança com 15 pontos.

A boa notícia para os tricolores é que alguns jogadores estão de volta, como Rhodolfo, recuperado de uma lesão na coxa, volta para recompor o setor defensivo do São Paulo. Portanto, Carpegiani optará por jogar com três zagueiros, ao lado de Rhodolfo teremos Luiz Eduardo e Xandão. Acredito que a volta do camisa 4 será muito importante, pois nos últimos jogos a defesa do tricolor foi o que mais sofreu, além disso, o zagueirão passa mais segurança para o time e para os torcedores, além com tudo isso ainda é uma ótima opção na área em bolas paradas. Carlinhos Paraíba e Wellington também estão de volta ao elenco, os dois são ótimas opções no meio de campo.

O Flamengo está com o time praticamente completo, com seus principais jogadores em campo. E terá a volta de Airton, que está de volta a equipe, após uma passagem pelo Benfica. A dupla Thiago Neves e Ronaldinho estará em campo e o São Paulo deve ter muito cuidado. No Mengão gosto muito do Junior César, Angelim e Léo Moura que dão raça ao time. Certamente, com o trabalho de Vanderlei Luxemburgo o Flamengo acertou seu time, que está muito perigoso.

Nesta noite o São Paulo tentará se reerguer após as duas derrotas que desanimaram o torcedor e geraram certa desconfiança, mas essa “reabilitação” que o tricolor busca será fora de casa e com um embalado Flamengo. Para os torcedores mais desesperados, Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves estão pendurados, e se tomarem cartão ficarão fora do clássico contra o Fluminense, isso pode tirar o pé do acelerador dos jogadores.

Já o rubro-negro tenta manter a sequência de bons jogos e a invencibilidade no campeonato, empenhados em colar nos lideres, uma vitória leva o Flamengo a 16 pontos, ultrapassando o São Paulo.

Com certeza será um ótimo jogo, pela situação das duas equipes. Então não deixe de acompanhar. Após o jogo teremos cobertura completa sobre tudo o que aconteceu nesse clássico do futebol brasileiro.

Estilos diferentes para o mesmo propósito

Joel Santana assumiu recentemente o Cruzeiro e conquistou bons resultados e caiu nas graças da torcida. Agora quem quer ter o mesmo "sucesso" é o novo técnicos gremista, Julinho Camargo, que terá uma difícil tarefa para a estréia. O Grêmio - do estreante Gilberto Silva - irá à Arena do Jacaré enfrentar o Cruzeiro. Apesar de reconhecer que o tricolor gaúcho tem uma boa equipe creio que o celeste de Minas Gerais leve a vitória e suba algumas posições na tabela.

Montillo vive uma boa fase na armação de jogadas do Cruzeiro e apesar de o ataque celeste não marcar eles conseguiram conquistar o seis pontos dos dois jogos comandados por Joel. O argentino marcou 3 gols nos últimos dois jogos e faz o papel dos atacantes.

A equipe gremista é boa, porém não tão organizada quanto a cruzeirense. A defesa gaúcha está mais furada do que a mineira: o Grêmio sofreu 10 gols, três a mais que o Cruzeiro. Pior que os atacantes da raposa são os do tricolor. Ambas equipes marcaram 9 gols, porém time agora comandado pro Julinho ainda não encontrou sua dupla defensiva ideal e deve ir com Leandro e André Lima para esse jogo.

Arrisco-me a dizer que o jogo ficará em 2-0 para o Cruzeiro. Joel Santana provavelmente escalará Fábio; Vítor, Gil, Naldo e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Leandro Guerreiro, Fabrício e Montillo; Wallyson e Thiago Ribeiro para enfrentar a equipe montada por Julinho Camargo: Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Saimon, Rafael Marques e Bruno Collaço; Gilberto Silva, Fábio Rochemback, Marquinhos e Escudero; Leandro (Miralles) e André Lima.
Dei o meu palpite, e o seu: qual é? Deixe um comentário!

5 de julho de 2011

Coluna do Thiago Vidal: Quando a notícia é boa, ela nem aparece

O Palmeiras sempre foi alvo de críticas constantes da imprensa, que cria casos e crises onde não existe e a polêmica sempre ronda o Palestra Itália. E quando a notícia é boa, nem fazem questão de divulgar tanto.


Um bom exemplo é que hoje o Palmeiras encerrou a novela e contratou de forma definitiva o meia-atacante argentino Martinuccio, que atuou pelo Peñarol e foi destaque no vice-campeonato da equipe uruguaia na Taça Libertadores da América, e o assunto pouco foi comentado. Para conseguir alguma polêmica, a imprensa divulga que a chegada do argentino é um sinal de que Valdivia estaria indo embora, sendo que ele está disputando a Copa América pelo Chile e o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, já afirmou que pagará a multa de 20 milhões em agosto para que o craque permaneça na equipe.

O que gostam de comentar também é sobre Kléber, que há semanas foi sondado pelo Flamengo, mesmo o Palmeiras já dizendo que não irá liberar, o atacante já confirmando que não tem interesse em mudar de clube, a imprensa insiste em continuar a causar polêmica.

Kléber está a um jogo de completar as 7 partidas pelo Palmeiras no Brasileirão deste ano, o que o impossibilitaria de ser transferido para qualquer outra equipe do território nacional. No qual seria seu sétimo jogo, o atleta sentiu e desfalcou a equipe frente ao Atlético-GO na última quinta-feira, o que fez logicamente a imprensa dizer que o atacante estava de saída e por isso não jogou. Porém, desde a partida diante do Ceará no domingo anterior, Kléber já era dúvida e fez questão de jogar, o que causou uma piora na lesão o tirando da partida de quinta.

Hoje, novamente, Kléber deixou o treino coletivo na metade e ficou na musculação fazendo refortalecimento, e mais uma vez as manchetes dizem que ele nem sequer treinou, como se fossem questões extra-campo. A lesão faz dele dúvida para o duelo da próxima quinta-feira contra o América-MG em Minas, mas tudo o que o palmeirense quer é que ele jogue logo e acabe com essa polêmica. Quanto ao salário, o Palmeiras estuda oferecer um aumento de 100 mil reais ao atacante, o que seria irrecusável e com certeza o manterá no Palestra Itália.

O time, por outro lado, parece pouco se importar com essas polêmicas e está totalmente focado para a partida contra o América-MG na quinta, em Sete Lagoas. O técnico Luiz Felipe Scolari deve mandar a campo: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo e Lincoln; Maikon Leite, Kléber (Wellington Paulista) e Luan.

Os dragões de camisa nova

@FCPorto
Vários uniformes foram lançados nos últimos dias pela Nike, sendo alguns deles listrados, como: Juventus, Barcelona e Atlético de Madrid. O FC Porto lançou seu novo manto hoje por volta das 16h30. Antes do início do evento os portistas tremiam de medo pressentindo algo horrível. A Nike falhou feio nas camisas da Juve e do Barça, mas fez lindo (e muito) nos novos uniformes do clube português.

O branco predominou na home deixando o kit bem limpo; mangas e gola (em V) foram destacadas com a cor e no corpo duas listras em azul caíram perfeitamente bem. A away azul escura (aparentemente) ficou linda. Listras em zig-zag - ao estilo da Internazionale do ano passado - deixaram o kit bem inovador. Para completar o lançamento Helton vestiu a nova camisa de goleiro. Camisa, short e meias bem escuros com riscas nas mangas em verde.

Parabéns à Nike que se redimiu nos kits do Atlético de Madrid e deu um show nestes novos do Porto. Assim fica complicado escolher qual comprarei após umas economias.

3 de julho de 2011

Esperávamos mais!

A nossa seleção estreou contra a Venezuela hoje pela Copa América num empate muito ruim de 0 a 0. Não foi o jogo que queríamos. A seleção  não criou boas chances de gol, e em horas que era para ter finalizado preferiu enrolar e fazer firulas. O Brasil, se continuar assim, não irá conseguir bons resultados. Está com um bom time no papel, entretanto falta (e como) entrosamento.

A defesa venezuelana não deixou o Brasil marcar seu gol tão esperado
O jogo foi um fracasso, o quarteto ofensivo do Brasil não funcionou, nenhum deles criou muitas chances boas de gol, a não ser os chutes de Pato (travessão) e de Robinho. Eles ficaram no drible ao invés de serem objetivos e finalizarem mais, logo, não conseguindo superar a defesa da Venezuela. Todavia no lado contrário do campo, na defesa, foi uma bela partida, pois os zagueiros Thiago Silva e Lúcio trabalharam muito bem, e não deixaram que o ataque venezuelano provocasse dificuldade para o goleiro Júlio César. 

As melhores chances do Brasil foram, com Pato, depois de um passe de Daniel Alves, o atacante dominou e soltou uma bomba no travessão, e com Robinho, em um contra-ataque onde estavam 3 contra 2 e depois do passe de Neymar, chutou, tirando do goleiro, mas a bola foi fraca, dando tempo do jogador venezuelano chegar de carrinho e não deixar a bola entrar.

Faltou vontade de vitória a qualquer custo! Um jogo mole desses contra uma Espanha ou Holanda não tem vez!

2 de julho de 2011

Por pouco a estréia não se torna um vexame

 Por pouco a Argentina evitou um vexame na abertura da Copa América, na qual a mesma joga em casa. O jogo foi contra a Bolívia no estádio Ciudad de La Plata, e o resultado final ficou no 1 a 1, com gols do brasileiro Edivaldo, que é filho de uma boliviana, e um belo gol de Aguero para os argentinos.


 O jogo foi fraco, com poucas chances de gol, e a Argentina pouco inspirada não conseguiu o que queria, com isso o primeiro tempo ficou num empate de 0 a 0. No segundo, Edivaldo teve uma boa ajuda do volante argentino Banega. Depois de um cruzamento, vindo do escanteio, ele desviou de calcanhar e o argentino, tentando dominar, deixou a bola passar por baixo de suas pernas, um tremendo de um frango. Após tomar esse susto, o time alvi - celeste acordou e foi para pressão para buscar o empate e não deixar a torcida tão desapontada. O técnico Sérgio Batista, opinou de tirar Lavezzi para a entrada de Aguero, o que resultou numa bela troca. Logo em sua entrada já veio criando boas chances de gol até Rojo cruzar da esquerda, Zanetti dar uma dominada de peito para o "kun" acertar um voleio de "prima" no ângulo direito do goleiro. E ficou nisso, em sua estréia, a Argentina empata com a Bolívia por 1 a 1. Agora é ficar de olho e secar nosso rival. 

1 de julho de 2011

Tango ou Samba?

(título por Felipe Ferreira)

Os europeus costumam dizer que a Eurocopa é a Copa do Mundo sem Brasil e Argentina e estão parcialmente certos. O futebol das Américas está bem evoluído, logo podemos destacar também as seleções do Uruguai e do Paraguai, e até mesmo a dos Estados Unidos. Por mais que estejam bem acredito que isso seja apenas uma boa fase, pois afinal quem domina as Américas é o Tango e o Samba.

Os argentinos abrem a Copa América hoje (as 21h45, em La Plata) contra a Bolívia. Os nossos hermanos formaram uma seleção de qualidade (fora o entrosamento), por esse motivo aposto neles, sendo assim, voltariam a conquistar a Copa América após 18 anos, e em casa. Jogadores campeões da Champions League fazem parte do elenco alvi-celeste: Messi, Gabriel Milito (apesar de pouco jogar) e Mascherano. Além de possuírem peças-chave como Tévez, Lavezzi e Cambiasso.

Apesar de toda força dos meus favoritos para o título o Brasil não fica muito atrás e leva para o nosso país vizinho jogadores jovens, todavia de qualidade. Neymar, Ganso, Lucas e Pato são os principais destaques, entretanto não podemos nos esquecer de Ramires, Lucas Leiva e dos experientes Júlio César e Lúcio. Não concordo com muita coisa de Mano Menezes, mas vejo o Brasil com uma equipe forte que brigará pelo título (até porque não há uma disputa feroz na Copa América).

Não poderia deixar de fora o Uruguai e o Paraguai, que hoje são coadjuvantes bem participativas, devem ir ao menos até as semi-finais. Forlán, Luís Suárez e Roque Santa Cruz são destaques. Além dessas seleções vemos as secundárias, deixadas de lado, todavia que podem surpreender, já que tem jogadores de nome. Chicharito, Marcelo Moreno, Alexis Sanchez e Falcao são nomes que também devem brilhar.

Após analisar todos esses pontos concluo que a Argentina é a favorita, logo que possui um bom número de jogadores que são peças importantes em seus times na Europa e tem em seu elenco o melhor jogador do mundo. O Brasil não vai fazer feio, mas não acredito que Mano nos traga o caneco.