5 de julho de 2011

Coluna do Thiago Vidal: Quando a notícia é boa, ela nem aparece

O Palmeiras sempre foi alvo de críticas constantes da imprensa, que cria casos e crises onde não existe e a polêmica sempre ronda o Palestra Itália. E quando a notícia é boa, nem fazem questão de divulgar tanto.


Um bom exemplo é que hoje o Palmeiras encerrou a novela e contratou de forma definitiva o meia-atacante argentino Martinuccio, que atuou pelo Peñarol e foi destaque no vice-campeonato da equipe uruguaia na Taça Libertadores da América, e o assunto pouco foi comentado. Para conseguir alguma polêmica, a imprensa divulga que a chegada do argentino é um sinal de que Valdivia estaria indo embora, sendo que ele está disputando a Copa América pelo Chile e o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, já afirmou que pagará a multa de 20 milhões em agosto para que o craque permaneça na equipe.

O que gostam de comentar também é sobre Kléber, que há semanas foi sondado pelo Flamengo, mesmo o Palmeiras já dizendo que não irá liberar, o atacante já confirmando que não tem interesse em mudar de clube, a imprensa insiste em continuar a causar polêmica.

Kléber está a um jogo de completar as 7 partidas pelo Palmeiras no Brasileirão deste ano, o que o impossibilitaria de ser transferido para qualquer outra equipe do território nacional. No qual seria seu sétimo jogo, o atleta sentiu e desfalcou a equipe frente ao Atlético-GO na última quinta-feira, o que fez logicamente a imprensa dizer que o atacante estava de saída e por isso não jogou. Porém, desde a partida diante do Ceará no domingo anterior, Kléber já era dúvida e fez questão de jogar, o que causou uma piora na lesão o tirando da partida de quinta.

Hoje, novamente, Kléber deixou o treino coletivo na metade e ficou na musculação fazendo refortalecimento, e mais uma vez as manchetes dizem que ele nem sequer treinou, como se fossem questões extra-campo. A lesão faz dele dúvida para o duelo da próxima quinta-feira contra o América-MG em Minas, mas tudo o que o palmeirense quer é que ele jogue logo e acabe com essa polêmica. Quanto ao salário, o Palmeiras estuda oferecer um aumento de 100 mil reais ao atacante, o que seria irrecusável e com certeza o manterá no Palestra Itália.

O time, por outro lado, parece pouco se importar com essas polêmicas e está totalmente focado para a partida contra o América-MG na quinta, em Sete Lagoas. O técnico Luiz Felipe Scolari deve mandar a campo: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo e Lincoln; Maikon Leite, Kléber (Wellington Paulista) e Luan.

Um comentário:

  1. Geralmente a impressa é séria, mas sempre tem uns engraçadinhos que botam fogo no circo só pra ver o palhacinho queimar =/. Principalmente quando não tem muitas noticias explosivas que rendem matérias. Cabe aos leitores verificar a veracidade dos fatos.

    ResponderExcluir