30 de julho de 2011

O meio dos sonhos

O Barcelona encanta o mundo com seu excelente futebol. Muitos títulos importantes já vieram, graças ao estilo de jogo sofisticado baseado na troca de passes. Busquets, Xavi e Iniesta compõe o meio que apoia o ataque de Pedro, Villa e Messi. O setor de criação é o mais importante da equipe, uma vez que cria as jogadas, entretanto a um bom tempo vem tendo uma deficiência em relação ao jogador mais atrasado (hoje é o Busquets) e em lesões e suspensões.

O clube catalão vem de uma antiga novela com o Arsenal pela contratação de Fábregas e hoje, pela primeira vez, os Gunners deram sinal de que devem perder o meia espanhol. A oferta milionária e a dúvida do camisa 4 entre ficar no Barça ou seguir no Arsenal vem pesando a favor do clube espanhol. Caso o negócio feche os blaugranos terão um meio dos sonhos, provavelmente formado por Fábregas, Iniesta e Xavi (um meio espanhol já entrosado).

Fábregas organizaria as jogadas assim que passassem do meio de campo e projetaria para Iniesta e Xavi criarem mais a frente. Ainda poderia jogar mais ofensivamente, fazendo assim Iniesta voltar para jogar como um volante de movimentação. A opção do banco é surreal para Fábregas que hoje é exaltado no Arsenal e não deixaria a equipe inglesa para ficar parado na Espanha.

A contratação parece ser excelente mas existe um lado (mesmo que pequeno) ruim. O sistema defensivo pode ser prejudicado caso Puyol e Piqué saírem bastante, uma vez que Busquets não jogaria, logo não teriam um volante defensivo.

Apesar do fator defensivo pesar um pouco há uma solução simples: podem prender o lateral-esquerdo à defesa e deixar os dois zagueiros um pouco mais fixos, logo, Daniel Alves não perderia sua liberdade de atacar. O time se tornaria assim um dos melhores da história. Se hoje a equipe já é comparada com times excelentes (como o Santos de Pelé) imagine com a chegada de um dos melhores meias do mundo (Fábregas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário