12 de agosto de 2011

Coluna do Felipe Ferreira: Sem querer, Arsenal aprendeu a jogar sem Fàbregas


Enfim a novela se concluiu. Apesar de ainda não ter ocorrido o anúncio oficial, a imprensa inglesa e espanhola, além de jogadores do Barcelona, já noticiam o acerto de Cesc Fàbregas com o Barcelona, em transferência que deve movimentar cerca de 35 milhões de euros.

A saída do meia espanhol já era esperada. Em uma novela duradoura e cheia de reviravoltas, o mais provável aconteceu, e um dos grandes destaques dos Gunners acabou por deixar a equipe, após uma temporada 2010/2011 que pouco participou por estar machucado.

Fàbregas fará falta ao Arsenal, sem dúvida, isso é um fato. Contudo, o tradicional clube londrino já aprendeu a jogar sem o espanhol graças a temporada passada, em que, o jogador pouco atuou e isto pode ser um grande trunfo para essa temporada.

De fato, a equipe não tem e muito menos contratará um jogador do nível de Cesc, porém, Arsené Wenger é capaz de balancear muito bem seu elenco sem o meia espanhol. Aliando bons jogadores entre si, um bom time pode sair e foi assim que os Gunners se comportaram diante boa parte da temporada passada, mas, a irregularidade foi o maior problema, o que mais uma vez é prometido não ocorrer nessa.

Nome-a-nome, os 11 do Arsenal são muito bom, mesmo sem Fàbregas. Na equipe titular, encontramos as promessas Ramsey e Wilshere, o recém-contratado Gervinho, e, Nasri, que com uma pequena possibilidade de ficar, deve deixar uma vaga em aberto.

Enquanto muitos criticam que Fàbregas fará muita falta ao tradicional clube londrino, creio que o jogador logo poderá cair no esquecimento do torcedor, graças a temporada passada, em que o Arsenal acabou por aprender, sem querer, a jogar nessa temporada.

Por: Felipe Ferreira (@felipepf13)
Texto originalmente feito para o blog Ortodoxo e Moderno

Nenhum comentário:

Postar um comentário