3 de outubro de 2014

Nike Rainbow by Elece | Uma alternativa para o padrão

 

A Nike "inventou" de nessa temporada padronizar completamente suas terceiras camisas; com a variância ficando apenas para as cores. Barcelona, Manchester City, Manchester United e companhia, portanto, tem camisas bem parecida como vocês já viram em um outro post por aqui. Essa ideia dos americanos, contudo, teve um ponto positivo: abriu portas e janelas para a criação de designers e foi nessa onda que entrou Lucas Carvalho, o Elece. Ele seguiu a padronização e inventou em clubes que inclusive não são da Nike.


O desafio foi interessante e focou a criação em clubes brasileiros. No nosso país entrou de cabeça em Cruzeiro, Atlético Paranaense e Palmeiras, os quais são fornecidos respectivamente por Olympikus, Umbro e Adidas, o que o obrigou a fugir dos paradigmas impostos por essas fornecedoras.


O Celeste de Belo Horizonte ganhou uma terceira peça muito interessante em um tom de azul claro com preto, ou seja, seria um daqueles uniformes que poderiam cair perfeitamente como uma home para competições alternativas como a Copa do Brasil, a Sul Americana e a Libertadores.


O Atlético, por sua vez, ficou com aquela cara dos novos modelos da Nike. Um vermelho reluzente deu uma camisa de destaque para os paranaenses. Já o Palmeiras foi o que melhor permitiu uma criação. Lucas uniu as ideias das camisas clássicas com a Cruz de Savóia e as atuais camisas "marca-texto".


Enfim, o trabalho foi interessantíssimo, mostrando que mesmo com a padronização da para criar bem adicionando detalhes extra como o escudo alternativo e a faixa para o Palmeiras. Somente assim, vejo com bons olhos tal procedimento. Vale conferir montagens com outros clubes como Chivas, Santa Fé e Querétaro. Se gostou, recomendo ainda o acesso ao Behance dele, onde expõe seus trabalhos.
 
Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário