9 de setembro de 2009

O último "Conheça mais sobre": Luís Fabiano


Autor: Felipe Simonetti
E-mail: nossofutebolfc@gmail.com
Twitter: twitter.com/felipesimonetti

Luís Fabiano nasceu em Campinas iniciou sua carreira em 1997, pela Ponte Preta, onde permaneceu até 2000. Se transferiu então para o time francês Rennais. Em 2001 voltou para o Brasil e passou a atuar pelo São Paulo, onde foi um dos destaques do time. Jogou no clube por quatro temporadas até o ano de 2004.

Seu próximo clube foi o Porto, de Portugal, aonde se transferiu na segunda metade de 2004. No time português, não conseguiu repetir as boas atuações que teve pelo São Paulo, e ainda começou a passar por problemas pessoais. Pelo Porto, ele foi campeão do Mundial Interclubes de 2004, derrotando o Once Caldas, da Colômbia na decisão.

Atualmente joga no Sevilla, da Espanha. Após uma primeira temporada de adaptação, foi campeão da Copa da UEFA em 2006, quando marcou um dos gols na final contra o Middlesbrough, da Inglaterra, e campeão da Supercopa Européia em 2006, ao derrotar o Barcelona.

Em 2007, permaneceu no clube espanhol, e foi mais uma vez campeão da Copa da UEFA, ao vencer o Espanyol na final e também da Supercopa da Espanha. Fabiano entrou para a história do Sevilla em 2007 ao marcar o gol de número dois mil da história do clube.

Pela Seleção Brasileira, Luís Fabiano recebeu sua primeira convocação em um amistoso contra a Nigéria em 2003, quando estava em grande fase pelo São Paulo. Neste jogo, Luís Fabiano marcou um gol. Depois disso passou a receber algumas outras convocações para as eliminatórias da Copa do Mundo e outros amistosos, como um contra a Hungria, onde ele marcou dois gols.

Foi convocado para disputar a Copa América de 2004, aonde foi titular e talvez o grande nome do Brasil para o torneio. Só que quem acabou brilhando mesmo, foi o atacante Adriano, que foi o grande herói do título. Em novembro de 2007, o atacante Afonso Alves, convocado para a disputa das eliminatórias, sofreu uma contusão, e o técnico Dunga, acabou chamando Luís Fabiano para substituí-lo.

Ele enfim voltou a jogar pela Seleção, após entrar no segundo tempo do jogo diante do Peru, que terminou empatado. Mas o melhor ainda estava reservado para ele: No jogo contra o Uruguai, em pleno Morumbi, Luís Fabiano foi escalado como titular e marcou os dois gols da vitória de 2 a 1.

O ano de 2008 foi mágico para Luís Fabiano na seleção. Além de ótimos desepenhos e gols com a camisa canarinho, o ex-são paulino fechou o calendário brasileiro neste ano em grande estilo: fez três dos seis gols da seleção contra Portugal, em um amistoso realizado no Brasil e foi o artilheiro da seleção no ano. Em 2009, na disputa da Copa das Confederações, Luís Fabiano terminou como artilheiro, com cinco gols em cinco jogos, além de ter sido eleito o segundo melhor jogador da competição.

Retirado/Wikipedia

Um comentário: