22 de outubro de 2009

Cerro Porteño bate Botafogo por 2 a 1, em Assunção

por: Felipe Simonetti.

(Jefferson o grande destaque do jogo)

O Botafogo atacou, se esforçou, tentou, mas não deu, o Cerro Porteño acabou vencendo o Glorioso por 2 a1, em Assunção. Menos mal por ter sido no Paraguai e por 2 a 1, assim o Botafogo tem um gol fora de casa, e se vencer o Cerro no Engenhão por 1 a 0 que classifica-se. Mas se ficar 2 a 1 para os paraguaios, a disputa vai para o penaltis.

O Botafogo começou o jogo com o controle, fez bons ataques, mas os do Cerro foram mais perigosos, como quando Nuñes chutou de dentro da pequena área, mas Jefferson estava lá para fazer a defesa. O jogo então tranquilizou-se, a bola ficou presa no meio-de-campo. O Botafogo chegou a marcar, quer dizer o Cerro chegou a marcar contra, mas o árbitro entendeu que Fahel ou Reinaldo - não ficou muito claro - tivessem feito a falta. Os paraguaios marcaram aos 34, quando após um erro grotesco da árbitragem em não marcar um impedimento claro, Recalde mandou um chute indefensável para o goleiro Jefferson.

O Cerro voltou para a segunda etapa mais forte, com ataques muito perigosos e por pouco não fez o 2 a 0. Mas o Botafogo em uma linda tabela entre Reinaldo e Victor Simões marcou aos 13 minutos, com Reinaldo. Mas a festa não durou muito tempo, Léo Silva foi expulso. O Cerro Porteño ficou com mais jogadores e mais pressão. O Cerro decretou a vitória aos 36, graças ao penalti cometido por Emerson, que foi expulso. Nanni bateu e marcou: Cerro Porteño 2, Botafogo 1. E para expulsar mais um o árbitro deu o vermelho para Recalde, após quase "matar" Reinaldo.

O Botafogo enfrenta em sua próxima partida o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. O jogo será as 18h30, no domingo, no estádio do Engenhão.

Por Cima: Jefferson, se não fosse ele o Botafogo perderia por muito.
Por Baixo: Emerson, que cometeu um penalti infantil e ainda foi expulso
Artilheiro: Recalde e Nanni(Cerro Porteño) e Reinaldo(Botafogo), com um gol de cada um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário