25 de fevereiro de 2010

Com direito a perder pênalti, o Flamengo bate o Universidad



Com show de Léo Moura, o Flamengo venceu o Universidad Católica por 2-0. Mas o jogo não foi fácil, o time chileno chutou muito mais que o Flamengo, mas nenhuma entrou na meta do goleiro Marcelo Lomba - que substituía Bruno).

O gol foi muito rápido, aos 10 minutos do primeiro já estava 1-0 para o Flamengo. Léo Moura cobrou uma falta neste mesmo minuto e marcou um golaço. O rubro-negro chegou com bastante perigo neste primeiro tempo, mas a defesa do Universidad estava bem armada e conseguia afastar a bola. Os vários chutes de Mirosevic assustaram o goleiro Marcelo Lomba, que fez boas defesa quando preciso.

No segundo tempo foi a mesma história. Aos 13 Adriano recebeu de Léo Moura e vez um golaço mandando na saída do goleiro, Garcez. Vágner Love quase marcou o terceiro, mas após driblar três jogadores mandou para fora. O astro do jogo, Léo Moura, foi substituido por estar sentido fortes câimbras, e torcida apoiou o "craque" aplaudindo-o em sua saída.

A melhor chance dos flamenguistas verem o três(3) no placar foi quando Love foi derrubado na área e o juiz, Carlos Amarilla, marcou o pênalti. E não é que o artilheiro perdeu. Mandou por cima da neta de Garcez. Petkovic entrou no lugar do artilheiro das trancinhas, mas não deu para fazer quase nada; e jogo terminou, Flamengo 2, Universidad Católica 0.

E depois de muito tempo sem acertar eu finalmente acertei meu palpite no pré-jogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário