20 de maio de 2010

São Paulo repete o placar e se classifica para as semi-finais

O São Paulo havia batido o Cruzeiro por 2-0 no Mineirão e, ontem, no Morumbi o tricolor repetiu o placar e avançou para as semi-finais da Taça Santander Libertadores.

Jogadores do São Paulo comemorando o gol de Hernanes (Foto/GloboEsporte)

Um fator que ajudou o São Paulo foi a expulsão de Kléber com apenas 1 minuto de jogo, quando esticou o braço no rosto de Richarlyson. O árbitro Jorge Larrionda não pensou duas vezes e expulsou o atacante do clube celeste.

Com um jogador a mais o São Paulo foi para cima e em bela jogada do "abusado" Júnior César que passou para Hernanes concluir o tricolor fez 1-0, em belo chute do camisa 10 (Hernanes). Na volta do intervalo o Cruzeiro pressionou mais o jogo, mas mesmo assim não chegaram a marcar; e aos 8 minutos Dagoberto recebeu passe de cabeça de Fernandão e encobriu o goleiro Fábio, Leonardo Silva ainda tentou tirar em cima de linha mas não conceguiu.

Marlos também chegou bem a meta defendida pelo goleiro Fábio, chegou a estar perto do gol sem goleiro, mas preferiu passar para Hernanes, que perdeu a chance. O ex-Coritiba também arriscou um chute do meio-de-campo, que passou perto do travessão. Acredito que está tenha sido uma das melhores atuações de Marlos com a camisa tricolor.

Por Cima: Hernanes, que marcou o primeiro gol do São Paulo e ainda assustou o goleiro Fábio.
Por Baixo: Kléber, que foi expulso com apenas 1 minuto e ainda deu uma declaração polêmica dizendo que "tudo no Ricky doi mais", possivelmente alegando que o camisa 20 é homossexual.
Artilheiro: Hernanes e Dagoberto, que marcaram belos gols, um cada um.

Postado às: 10h35

Nenhum comentário:

Postar um comentário