15 de novembro de 2010

Jeferson Silva


Esse é o nome vaiado por toda a torcida do Vasco, ontem, no jogo contra o São Paulo. Depois de ver o tricolor empatar o jogo com um golaço de letra o alvinegro se impôs e avançou; no último lance do jogo a bola sobrou para Jeferson Silva que errou ao não chutar de primeira; demorou e mandou a bola por cima do gol de Rogério Ceni. Um gol imperdível, como dizem: "até a minha vó fazia!".




Curiosamente esse tinha sido o primeiro chute de Jeferson Silva no Campeonato Brasileiro. Ele já havia entrado em outras 4 partidas, mas não tinha conseguido chutar à meta. Ele saiu vaiado. A torcida o chamava de burro. Mas quem estava mais errado: a torcida ou Jeferson?

O atacante poderia ser idolatrado pela torcida após marcar um gol contra o São Paulo no último minuto; mas talvez pela falta de experiência e acredito também que por falta de habilidade ele preferiu ajeitar a bola para o pé bom. Demorou e perdeu um dos gols mais feitos do Brasileirão, se não o mais.

O torcedor paga o ingresso para ir ao estádio e espera uma vitória de seu time. Quer ver raça e habilidade. E o que vê? Um gol de letra do time adversário e uma chance clara de gol perdida no último minuto. Mas por outro lado a torcida tem que apoiar o seu time de coração. Provavelmente o "apoio" desmotivou o garoto, sua primeira chance para fora; é chamado de burro por quase todo o estádio; imagina a pressão?

E você está de que lado da guerra? Da torcida? Acha que deveria xingar mesmo, pois aquilo era um gol feito? Ou de Jeferson Silva; pois pensa que é apenas um garoto e pegaram pesado demais? Vote na enquete.

Obs: Essa é a primeira edição do "Felipe Opina!" por tanto o banner ainda não está 100%, ainda farei ajustes.

2 comentários: