6 de novembro de 2010

A revelação que corre por fora

O futebol brasileiro vem revelando diversos jogadores, principalmente meia-atacantes para o futebol mundial. As vezes eles saem e nem o vimos brilhar no futebol brasileiro, como ocorreu com David Luiz que saiu do Vitória-BA e foi para o Benfica. Neymar e Phillipe Coutinho são belos exemplos de ofensivos que foram revelados no Brasil e tem futuro certo no exterior (Coutinho já está na Internazionale).


Mas o post de hoje não fala sobre nenhum destes jogadores citados acima. Fala de um bem mais discreto e não tão jovem, como Neymar e Coutinho. A bola da vez é Lucas, o "antigo Marcelinho". Ele tem um gingado especial e levou o futebol driblandor e ofensivo para o São Paulo.

A anos o tricolor do Morumbi jogava na "retranca", com uma zaga bem fechada que já teve: Miranda, Breno, André Dias, Alex Silva, Xandão, Renato Silva etc. Mas o ataque não era eficiente, mas vitórias eram pequenas, mas mesmo assim com o comando do melhor técnico do Brasil, Muricy Ramalho, foi 3 vezes consecutivas campeão brasileiro.

Suas características abusadas são para os lances, dribles ficam na hora que bola; quando o juiz apita "acabou a festa". Neymar foi bastante xingado ao driblar o adversário com a bola parada. Ele por ser mais tímido à mídia ele corre por fora na briga e também pode alcançar o sucesso em grandes clubes.

Lucas não tem tanto a mídia em cima dele; e acho que isso torna o jogador melhor. O objetivo que todos os jogadores é chegar na Seleção Brasileira, e as vezes a mídia põe expectativas demais em um certo jogador que acaba decepcionando em uma certa partida. Mano Menezes deve estar de olho no camisa 37 do tricolor, para quem sabe na Copa do Mundo de 2014 formar um "quadrado mágico" no meio de campo: Lucas, Neymar, Ganso e Phillipe Coutinho.

2 comentários: