3 de maio de 2011

Frieza, calma e habilidade


Fiquei muito surpreso hoje com a atuação de Messi e vi o grande jogador que ele é. Não só muito futebol como também tem uma postura belíssima dentro e fora dos gramados. Sempre discreto e nunca reclamão. Nunca está envolvido em escândalos extra campo e raramente o vemos reclamar com o árbitro.

Me surpreendi mais ainda nos lances finais de Barcelona 1-1 Real Madrid, quando em um lance em que a bola ia saindo Marcelo chegou em um carrinho (sem a intenção de atingir o argentino) e acabou pegando em Messi, o camisa 10 caiu e reclamou de dor, mas assim que aliviou levantou e saiu da confusão. Isso sim é um camisa 10, comanda o time e ainda da um belo exemplo aos jogadores e aos torcedores. Messi quer jogar seu excelente futebol e nada o impedirá disso.

Seu futebol frio, calmo (nos momentos necessárias) e habilidoso lhe rendeu marcas históricas e hoje é comparado a Maradona. Como o próprio Messi afirmou é impossível comparar El Dios com La Pula, pois afinal um já aposentou e o outro ainda mostra seu futebol. Nesta temporada Messi se tornou o jogador do Barcelona a mais marcar gols em uma temporada, batendo o recorde de Ronaldo que marcou 47 gols em 49 jogos; hoje o 10 (tanto do Barça quanto da seleção) tem 52 gols em 52 partidas, uma média impressionante de 1 gol por jogo.

Nunca fui muito de comparar jogadores, mas hoje ao ver uma enquete no portal virtual do Lance! a qual pergunta quem é/foi melhor, Messi ou Maradona, passei a pensar no que o craque do Barcelona pode vir a se tornar. Ele já foi eleito o melhor do mundo pela FIFA duas vezes seguidas (2009 e 2010), venceu 2 Champions League, 4 Campeonatos Espanhóis, dentro muitos outros títulos, e não deve parar. Em minha opinião falta apenas uma Copa do Mundo, o que acredito que "o novo Maradona" não se aposentará sem.

Um comentário:

  1. É algo inacreditável o que esse cara faz em campo. Realmente é fantástico. Só tá faltando a Copa do Mundo para se realizar de vez. E vai acontecer um dia.

    ResponderExcluir