31 de agosto de 2011

Coluna do Guilherme Silveira: Estagnado


A goleada sofrida pelo Arsenal contra o Manchester, por 8 a 2 no domingo, fez muitos torcedores refletirem a situação do time, que não ganha nada a muito tempo, porém sempre chega perto e acaba escorregando. Lesões constantes e instabilidade no campeonato fizeram os Gunners renovarem seu elenco, algo que aparentemente, ainda não certo. E ai Wenger?

Os últimos títulos de expressão do Arsenal foram de 2000 a 2004, onde ganhou a Copa e Supercopa da Inglaterra e também o campeonato nacional. Focando na Premiere League, o Arsenal conquistou dois títulos entre essas datas. Titulos comandados por Thierry Henry, jogador que marcou a história do clube. Henry foi artilheiro de quatro temporadas a frente do Arsenal, e seguiam em ascensão até chegar a final histórica da UCL em 2005.Com um timaço chegou na final para enfrentar o Barcelona, que levou a taça injustamente com gol de Belletti.

Desde essa data o Arsenal vem em um período de estagnação, todavia, como já disse ele sempre chega às primeiras colocações, o que falta ainda é um titulo para reerguer. Wenger é muito criticado pelo seu estilo de jogo, o jeito como arma o time, e também as contratações que muitas vezes não dão resultado. O departamento médico do Arsenal é muito movimentado, sempre, os grandes jogadores se machucam com freqüência e isso reflete na atuação do time em campo.

Assisti trechos do último jogo dos Gunners contra os Red Devils, e confesso que fiquei impressionado com o time do Arsenal, além de poucos nomes conhecidos em campo e no banco, o Arsenal não jogou absolutamente nada.

A saída de Cesc Fabregas foi um choque, para o time e para a torcida. Fabregas era o principal jogador do time, o criador de jogadas impossíveis e passes e lançamentos de dar inveja em muita gente. Para suprir as ausências das transferências (como Fabregas e Clichy), o Arsenal contratou Gervinho, jogador da seleção da Costa do Marfim que veio do Lile da França; e André Santos, o brasileiro que estava no Fenerbahçe. Uma boa contratação, mesmo André não tendo a velocidade de Clichy o jogador possui outras qualidades que podem se encaixar perfeitamente com o elenco do Arsenal, como seu passe e sua visão de jogo. Além disso o Arsenal fez outras contratações, como: o zagueiro alemão Per Mertesacker que representou a seleção alemã em 2006, de 26 anos, ex-Werder Bremen, uma contratação que gostei muito, pois o Arsenal carece muito de um bom zagueiro. O Arsenal também fechou com Benayoun, ex-Chelsea, e o espanhol Arteta, do Everton.

O Arsenal ainda tem as jovens promessas, como Wilshire e Aaron Ramsey que ainda vão fazer muito pelo clube. Para o time se firmar, falta mais jogadores de referência, alguém que possa suprir os principais titulares quando não puderem jogar, e assim ir se estabilizando. Acredito que o Arsenal não precise de uma renovação total do time, como Wenger vem fazendo, e sim uma renovação na comissão técnica. O técnico está desde 1994 no time, e com certeza já está na hora de uma nova cara nos Gunners.

Nenhum comentário:

Postar um comentário