23 de setembro de 2011

As "novidades" da lista de Mano

Mano Menezes convocou a Seleção para o segundo jogo contra a Argentina e para os amistosos contra Costa Rica e México. Não houveram muitas mudanças nos selecionados para o Superclássico das Américas, portanto comentarei apenas os escolhidos para os amistosos.

Júlio César, Jéfferson e Neto foram os goleiros escolhidos pelo técnico da Seleção Brasileira. Concordo com a escolha dos dois primeiros, uma vez que Júlio já está adaptado à vestir a amarelinha e o goleiro botafoguense vive uma grande fase. Mas porque chamou o Neto? No Atlético-PR fez ótimas atuações, porém hoje está escondido no banco da Fiorentina. No nosso próprio território podemos encontrar outros bons goleiros como Felipe, do Flamengo, e Fábio, do Cruzeiro.

A escolha dos laterais foi a melhor. Maicon se recuperando de uma lesão, logo, os escolhidos para a lateral-direita foram Daniel Alves e Fábio. Na lateral-esquerda Mano soube convocar bem, chamou Adriano (do Barcelona) e Marcelo. Os zagueiros escolhidos foram Dedé, Thiago Silva, David Luiz e Réver. Eu não chamaria o zagueiro atleticano, uma vez que o clube não vai bem e temos outros bons nomes - como Rhodolfo -, entretanto mostrou serviço contra a Argentina e não é uma má escolha.

Semanas atrás havia me questionado sobre a convocação de Fernandinho, todavia aceitei o jogador e o vi fazer uma boa partida contra Gana. Lucas Leiva não joga bem com a amarelinha a um bom tempo, entretanto acho que merece continuar tendo chances. Luiz Gustavo e Sandro são bons nomes, pena que devem figurar o banco.

A escolha dos meias foi excelente. Mano convoca novamente Hernanes, após um bom tempo longe da Seleção. Oscar, Elias e Lucas (São Paulo) foram os outros escolhidos pelo técnico da Seleção. O colorado mostrou na Seleção Sub-20 que merece uma vaga e no Inter comprovou que é um grande jogador. Ainda tenho minhas dúvidas sobre Elias, acho que Nenê (do PSG), ou até mesmo Bruno César, mereciam uma chance.

Se teve uma parte da convocação que gostei foi o ataque. Chamar Neymar e Ronaldinho são escolhas incontestáveis. Não vou muito com o nome de Jonas e Fred, já que temos outros ótimos atacantes (como Borges). O ex-técnico do Corinthians parece estar de olho no futebol português, uma vez que continua dando chances para o excelente atacante Hulk, do Porto, e agora convocou o centro-avante (substituto de Falcao) Kléber, um matador nato, apesar de bem jovem. Infelizmente não teremos Damião lesionado, entretanto teremos a chance de ver outros atacante em ação.

Para o jogo contra a Argentina tivemos a surpresa de chamar Borges, Emerson (Coritiba), Diego Souza e Elkeson que são excelentes nomes. Agora não podemos dar outro vexame com um jogo sonolento contra os hermanos, na quarta (28). Para os amistosos internacionais o Brasil pega a Costa Rica, no dia 7 de outubro, e o México dia 11.

Nenhum comentário:

Postar um comentário