29 de novembro de 2011

O Personagem: Guarín

Tento, a um certo tempo, inovar no NossoFutebolClube e trazer conteúdos diferentes aos leitores. Penso em colunas que poderiam ser criadas e novos formatos de posts (se puderem deixem sugestões). Apesar de não ser muito original (me inspirei muito na coluna "O Escolhido" do blog Comentários Paulistas) eu gosto deste formato de coluna e farei esse modelo de teste; gostaria que deixassem comentários falando o que acharam. No futuro a coluna pode sofrer alterações.


Guarín iniciou sua carreira jogando em clubes pequenos da Colômbia, mas logo se transferiu por empréstimo ao Boca Juniors. Ele já fazia sucesso na Seleção Sub-20 da Colômbia, entretanto no profissional ele não tinha muitas oportunidades. O clube argentino tentou assinar um contrato em definitivo, mas Fredy acabou parando na França, de onde saiu para jogar no FC Porto. Em Portugal ele faz sucesso e junto com James e Falcao se destaca também na Seleção Colombiana.


 
O que ele faz de melhor:
Guarín se destaca principalmente devido a sua versatilidade. O meia de origem já se mostrou também um ótimo segundo volante, desarmando e passando, além de aberto pelas laterais, chutando e marcando alguns gols. O camisa 6 já se mostrou também dono de um chute poderoso, que lhe rendeu um golaço contra o Marítimo na temporada passada (vídeo).

Pontos negativos:
Apesar de ser versátil, Guarín muitas vezes se confunde no esquema tático e quando era para estar auxiliando a defesa ele aparece no ataque tentando marcar um gol. A versatilidade também o trabalha no aspecto de costume em uma posição fixa. Como Jean (do São Paulo) ele acaba não sendo um mega jogador como meia, uma vez que "distribui essa habilidade" nos flancos e na defesa. Além do mais ele não jogou um período fabuloso muito longo; nos últimos meses de Villas-Boas - no Porto - ele foi o grande destaque. 

O jogo
A partida que me lembro que Guarín se destacou bem, foi justamente no fim da "Era" Villas-Boas. Na partida do título da Liga Sagres, o Porto bateu o Benfica por 2 a 1, com gols do colombiano e de Hulk. Além de ter marcado um gol (que foi mais falha do goleiro), o camisa 6 soube administrar bem a partida. 

Guarín é um jogador que tem um grande potencial de evoluir. Ele deve trabalhar mais sua versatilidade e tentar pecar menos taticamente, já que muitas vezes encontra-se perdido em campo. A inexperiência também já prejudicou diversas vezes o jovem colombiano, fazendo-o tomar decisões precipitadas. Caso trabalhar esses problemas pode se tornar um grande jogador, figurar na lista de melhores do mundo e ajudar o pobre futebol colombiano.

2 comentários:

  1. Felipe,

    Concordo com você em relação à tudo, ele é bom jogador e pode salvar a Seleção Colombiana, chegando a tão sonhada Copa do Mundo. Sim, ele ainda joga meio perdido em campo, mas é jovem, e isso vem com a maturidade - não deve ser fácil, na idade dele, jogar num clube como o Porto.

    Abs
    Diogo

    ResponderExcluir
  2. Realmente! Um cara que nunca jogou em um clube grande ainda está meio perdido. Acredito que ele James e Falcao podem mudar essa Colômbia!
    Abraço!

    ResponderExcluir