18 de março de 2012

O melhor clássico paulista do ano

Palmeiras e Corinthians não estão mais sozinhos na briga pelo título; aliás, esse último foi ultrapassado pelo São Paulo que venceu o Santos neste domingo por 3 a 2. O San-São foi espetacular, o melhor jogo do Campeonato Paulista. A famosa dupla santista, Neymar-Ganso, sumiu e quem mandou foram os tricolores Lucas e Luís Fabiano.


O começo do jogo foi uma troca de favores que não se vê em clássicos. Logo aos 8 minutos Casemiro arriscou uma bomba de fora da área e Edu Dracena o ajudou desviando e enganando Rafael. O primeiro tempo foi do São Paulo, o que não teve outros gols por bobeiras. Jádson, Lucas, Cícero e companhia tiveram outras chances melhores, mas foi justamente o chute desviado que entrou.

Na segunda etapa quem ajudou foi o Tricolor. Dênis afastou mal (muito mal) a bola em cobrança de escanteio e justamente Edu Dracena fez o gol do empate. Neymar estava sumido, afinal Rodrigo Caio o vigiou a etapa inicial inteirinha. O cartão amarelo que tomou no começo do jogo deu problema lá na frente quando fez outra falta e o suplente de Píris foi para o chuveiro mais cedo.

Parecia que o moicano santista tomaria conta, mas são nesses momentos que a figura da partida aparece. Lucas mostrou novamente o bom futebol do primeiro tempo. Partiu em arrancada e acionou Luís Fabiano, com quem havia tabelado, que caiu em encontro com Rafael, além deixou o juiz marcar o pênalti inexistente. O Fabuloso não vacilou e converteu a penalidade.

O camisa 7 tricolor assumiu o jogo para si, todavia Neymar é craque e também deixou sua marca. Alan Kardec o encontrou com um passe brilhante e o camisa 11 deixou Dênis para trás para empatou o jogo nos 15 minutos finais. A jovem estrela não brilhou somente no segundo gol. No finzinho entrou na área e encontrou Cortês do outro lado. O lateral-esquerdo acertou a trave e para acabar com as supostas brigas Lucas marcou e foi falar com Leão que comemorou com o craque.

Essa partida serviu para vermos como será o Tricolor em 2012. A dupla Fabuloso e Lucas promete muito mais para o Brasileirão. Assumiram a vice-liderança do Paulistão e provaram que também estão na briga. A briguinha entre o técnico e o craque acabou e não era tudo que parecia. Uma conversa resolveu os problemas e a máquina tricolor funcionou como não funcionava a tempos; jogou ofensivamente e venceu bem um clássico.

Acompanhe o NossoFutebolClube também por Twitter e Facebook

3 comentários:

  1. O São Paulo de 2012 (até agora) é diferente daquele medroso de 2011. O jogo de ontem pode iniciar uma ascensão. Mesmo assim, tenho grandes expectativas para o Santos nesse ano tanto na Libertadores quanto, até, no Brasileirão.

    O que eu não gosto é que o pessoal bagunça muito nessas horas... Os comentários fazendo comparações entre Lucas e Neymar são, na minha opinião, ridículos. Pior ainda é querer pôr o Lucas acima do Neymar. Não estou dizendo que você fez, deixo claro, mas parte da imprensa e muita gente por aí afora fala essas coisas. O Lucas tem MUITO talento! Disso não temos dúvidas, mas ainda é muito garoto e uma revelação. Neymar, apesar de AINDA não ser um "world-class" (ou talvez já seja), é uma realidade e um craque acima do Lucas, pelo menos, no momento. São esses comentários que me enche e eu termino ficando chateado com o clássico em termos gerais.

    ResponderExcluir
  2. A uns meses eu até os comparava, mas hoje o Neymar é muito superior. Eu também crio grandes expectativas para esses dois clubes.

    Todo time precisa de um técnico fixo e o SPFC enfim tem. Leão pode dar continuação de seu trabalho o que deixo o clube mais entrosado.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Eu achei que foi pênalti sim, se Luis não pulasse Rafael atropelava ele, como o próprio camisa 9 disse. Mas o último gol, esse sim estava impedido!
    Abraço!

    ResponderExcluir