22 de agosto de 2012

O Mercadinho


A janela brasileira de transferências pode já estar fechada, porém o mercado continua movimentado. É um especulado daqui e dacolá que não acaba. Os nomes mais falados da vez são do Imperador destronado, Adriano, e do "mais craque do que nunca", Paulo Henrique Ganso. O primeiro que acertou com seu clube de coração, o Flamengo e o segundo que recebe propostas de um dos maiores rivais do Santos, o São Paulo.

Adriano

Se seu destino não fosse o Flamengo eu recusaria imediatamente a transferência, porém o atacante tem uma identificação inexplicável com o clube rubro-negro. Há quem diga que "se em São Paulo ele não tinha amigos e já fazia a festa não jogava nada imagine no Rio de Janeiro, onde tem". Se esse era um argumento que defende a ideia de que o Imperador não jogará nada no Rio, eu discordo e penso o inverso. Próximo da família e das comunidadex cariocax o tristonho camisa 10 de 2009 rendeu o que ninguém esperava, portanto, por que não acreditar nele? Por um salário abaixo do que o Flamengo costuma pagar por atletas conhecidos (quem sabe uns 100 mil) e algumas clausulas que permitam o clube se livrar do atleta sem dó nem piedade quando quiser, o negócio aparentemente fechado pode ser ótimo.

Ganso

Já se foi o tempo em que Ganso ficava mais craque a cada dia. Durante o período em que se recuperava de sua lesão (2010-11) os torcedores exaltavam cada vez mais o atleta que já era chamado de melhor do que Neymar. Hoje, é um meia bom, contudo nada de outro mundo, como disseram que seria.

Já se foi o tempo também que o relacionamento com o Santos era dos bons. Hoje uma renovação está emperrada e seu nome já é cotado em outros, clubes (inclua aí os rivais que PH declarou que jamais vestiria as camisas). O São Paulo (aí) é o mais interessado e as negociações já estão avançadas. Hoje, o Peixe recusou as 10,7 milhões de sardinhas pelo "craque" e pede mais do que o dobro. Uma proposta de cerca de 15 milhões mais uns trocados (lê-se Casemiro e Juan) pode pintar por aí.

Acha que o Imperador daria certo no Fla? Acha que ele ainda tem mercado? E Ganso? Como seria o seu São Paulo com o camisa 10? Comente.

Acompanhe o NossoFutebolClube também por Twitter e Facebook

3 comentários:

  1. Concordo! No flamengo Adriano tem futuro, em outro clube não. Pra mim, babar Ronaldinho como fizeram é mais estúpido do que trazer de volta um dos maiores ídolos.

    Eu gosto de Ganso e acho que tem talento, mas não evolui. Na verdade só jogou bem seis meses e sumiu. Eterna promessa.

    ResponderExcluir
  2. Adriano pode ser visto de duas maneiras, as duas antagônicas, que todo nós sabemos quais são. Penso ainda que pode render frutos, porém só coma camisa rubro-negra. Parece aquele menino que ja cresceu e não rende longe da barra da saia da mãe.

    Sobre Ganso, novos ares podem lhe fazer bem, aqui no Brasil mesmo. Parece um caso contrário ao de Adriano. Parece que dentro do Santos não consegue mais se desenvolver.

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
  3. Parece que entramos em um consenso Luizes. O Imperador (?) só pode render no Flamengo, é o único clube no qual ele pode render alguma coisa ainda. Não acredito que será o mesmo de 2009, mas melhor que um Deivid, Diogo, Jael, Dênis Marques e tantos outros atacantes que já pintaram na Gávea ele é. Ele precisa dos mesmos ares, precisa do colinho da mamãe.

    Já com Ganso é diferente. O ar de Santos não parece poluído o suficiente para ele que prefere ir para a capital paulista. Aparentemente o negócio com o São Paulo está bem encaminhado e fará bem a todos. O Peixe faturará com a venda; o jogador mudará de ares e não entrará mais em discussões e o São Paulo, apesar da incógnita do atleta, tem um ótimo atleta. É bom lembrar também que no SPFC, Ganso terá o Reffis, ou seja, qualquer problema físico ele tem os melhores profissionais do Brasil à sua disposição.
    Abraço!

    ResponderExcluir