2 de setembro de 2012

Bizarro!

Já foi mais comum vê-los marcar.
"O futebol é uma caixinha de surpresas". A célebre frase nunca fez tanto sentido quanto no jogo deste domingo entre Flamengo e Internacional. Assim como a torcida, a palavra "normal" não compareceu ao Beira-Rio. Todos os gols deste clássico no futebol brasileiro foram fora do comum, desta forma o resultado não poderia ser normal: uma goleada.

Muriel parece ter se confundido e achado que era do time de Vágner Love e logo aos 14 minutos não dominou e deixou o craque das trancinhas sozinho, sem goleiro, para abrir o placar. Da mesma  forma do primeiro gol, o segundo não poderia ser normal. Ramon falhou dentro da área e Forlán (que ainda não havia balançado as redes pelo Colorado) empatou o jogo; um gol duplamente estranho. Aos 39, ainda do primeiro tempo, saiu o segundo do Inter. Um bate-rebate estranho dentro da área rubro-negra fez a bola sobrar nos pés de Josimar (quem?) que bateu firma virando o jogo.

Forlán já havia jogado alguns jogos com o manto vermelho e ainda não tinha marcado, contudo hoje parece que abriu a porteira. O artilheiro de até antes do jogo 0 gols marcou pela segunda vez; desta vez um golaço. O que já foi normal se tornou anormal nesse jogo. Leandro Damião, que ficou conhecido por fazer muitos gols, não marcava desde a sexta rodada, mas hora desencantou e completou a goleada.

Duas falhas da defesa; dois gols do uruguaio e um de Damião que já estava com saudades de marcar (seu último gol foi na 6ª rodada). Nada normal e desta forma o resultado também não poderia ser: 4 a 1 em um jogo que não era esperado um placar elástico. O único fato que não saiu da relidade foi a derrota do Flamengo e a revolta dos torcedores que, precocemente, já pedem a cabeça do técnico.

Acompanhe o NossoFutebolClube também por Twitter e Facebook

Um comentário:

  1. Olá, tenho um blog sobre os grandes do futebol de São Paulo, se puder faça uma visita e deixe um comentário. Podemos fechar uma parceria.
    grandespaulistasfutebol.blogspot.com

    Abraços

    ResponderExcluir