22 de janeiro de 2013

Com a prancheta

O novo técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, o Felipão, convocará hoje a Seleção Brasileira para o amistoso contra a Seleção da Inglaterra no dia 6 de fevereiro. Como é da característica do técnico devemos ver uma boa mistura entre as jovens estrelas, como Neymar, Lucas e Oscar, e atletas mais experientes, a exemplo de Lúcio, Ronaldinho e Kaká.

Felipão tem seu jeito característico de convocar, que me agrada em alguns pontos e me desagrada em outros, porém essa não é a questão do post de hoje. Ao invés de comentar quem o técnico do penta deve convocar eu vou assumir a prancheta e convocar meus próprios jogadores. Confira qual seriam meus titulares e reservas e o porquê:



Goleiros
Os três goleiros são excelentes e do padrão de qualidade Seleção Brasileira, porém pelo trabalho que já fez com a amarelinha meu escolhido para titular foi o Diego Alves. Jéfferson ficou de fora da lista para dar espaço aos mais novos, mas futuramente eu o colocaria de volta em testes.

Laterais
Os titulares são incontestáveis. Daniel Alves e Marcelo estavam no combinado dos melhores jogadores do mundo. Já para o banco a escolha de Danilo foi pela idade e tempo de Seleção, já Cortez seria novo, contudo o atleta merece pelo que demonstra no São Paulo.

Zagueiros
Nesse setor estão as maiores mudanças. Como Thiago Silva não pode ser escolhido devido a sua lesão, escolhi o titular incontestável do Bayern de Munique, Dante, para fazer companhia a David Luiz. Miranda e Felipe Santana são outros dois brasileiros esquecidos ultimamente e precisam de oportunidade, como Dedé não vive um grande momento optei por chamar os dois.

Volantes
Optei por apenas um primeiro volante, Ralf e três segundos volante, sendo o titular Paulinho, devido a entrosamento com seu companheiro de Corinthians. As duas outras opções são mais versáteis, já que Hernanes pode também ser um meia-atacante e Ramires um velocista pela direita.

Meio
Na meiúca escolhi Ronaldinho para o time titular devido ao ótimo futebol apresentado no Brasileirão. Reservas dele teria Oscar e eventualmente Hernanes. Lucas poderia ser substituído por Bernard e caso a estrela do time, Neymar, tivesse que sair colocaria Osvaldo, que desde o ano passado mostra que é o segundo melhore meia pela direita do Brasil (atrás do onze santista, óbvio). Kaká ainda seria boa opção, mesmo não jogando no Real Madrid, pois na Seleção sempre rendeu, entretanto o deixei de fora para não saturar a meia-armação.

Ataque
Não vejo a necessidade de chamar tantos atacantes, por isso optei apenas por dois de origem: Luís Fabiano (meu titular pela parceria com Lucas e pelo costume de vestir a amarelinha) e Fred. Como opção ainda teria Neymar que poderia jogar como "falso nove".


Acompanhe o NossoFutebolClube também por Twitter e Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário