6 de maio de 2013

Homenagem aos campeões

Neste fim de semana quatro estados brasileiros conheceram seus campeões estaduais, o Mato Grosso, o Mato Grosso do Sul, o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Destes quatro, dois tiveram suas finais definitivas, ou seja, naquele dia sairia um campeão; porém nos outros dois, o que estava em disputa era o título do segundo turno, porém como o campeão foi o mesmo do primeiro turno a taça já teve seu destino encaminhado.


No Mato Grosso do Sul o Cene se consagrou campeão depois de golear por 4 a 0 o vice, Naviraiense (aquele mesmo que tomou de dez do Santos em 2010). É importante destacar que o campeão sul-mato-grossense só sofreu um gol na fase do mata-mata: no primeiro jogo da final, o qual terminou com vitória do Cene por 2 a 1.

No vizinho, que não é do Sul quem levantou a taça foi o Cuiabá, também em uma decisão final de campeonato. Entretanto o título não veio com goleada como o do Cene; o time do Mato Grosso suou para bater o Mixto. Após ser derrotado por 1 a 0 no primeiro jogo e reverter o placar (vitória por 2 a 1) no segundo jogo a partida foi para os pênaltis, já que o campo da final era neutro. Melhor para o Cuiabá que venceu por 3 a 2.

O Internacional representou seu estado não só a camisa que homenageia a bandeira do Rio Grande do Sul, mas sendo campeão estadual com uma estupenda campanha ao passar por tudo e todos. Seu rival Grêmio estava focado na Libertadores, sendo assim, o Colorado usou todas as suas forças para se conquistar seu 42º título do campeonato. No primeiro turno (a Taça Piratini) eliminou o Grêmio, o Esportivo e na final enfiou um 5 a 0 sobre o São Luiz. Já na segunda etapa do campeonato (a Taça Farroupilha) as vitórias vieram sobre o Lajadense, o Veranópolis e o Juventude. Campeão dos dois turnos e tricampeão gaúcho consecutivo.


O mais popular estadual do Brasil, o do Rio de Janeiro, também conheceu seu campeão: o Botafogo, que em todo o campeonato (os dois turnos, a Taça Guanabara e a Taça Rio) foi derrotado apenas uma vez e sofreu apenas 10 gols. O título foi importante e recolocou o clube da estrela solitária entre os maiores deste imenso país. Seedorf mostrou a importância de um título desses com um choro sincero de quem já venceu Champions League e Mundial.

Parabéns, Cene, Cuiabá, Inter e Botafogo!

Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário