9 de novembro de 2009

Erros de arbritagem decidem novamente um campeonato


por: Thiago Vidal

Não vou perder meu tempo aqui para converser alguém de que o Fluminense foi escandalosamente ajudado pelo árbitro Carlos Eugênio Simon (foto) e seus assistentes. O gol mais legítimo anulado que já vi, o Obina é puxado dentro da área, mesmo assim consegue a cabeçada e faz o gol. Inexplicavelmente, é marcada uma falta do atacante palmeirense. Isso sem sitar um pênalti clarissímo encima do Danilo, e uma agressão ao Armero que exigi uma explusão e uma suspensão de 120 dias na cara do bandeirinha, que simplismente ignorou. Talvez isso seja explicado pelo desespero que a CBF esteja passando pelo fato de 2 cariocas terem chances de cair. Pois sejamos honestos, o futebol carioca é tudo que a CBF gosta.
Se o Palmeiras jogou mal ou não, isso é outra história, porque não é necessário jogar bem para se vencer uma partida, até porque o Fluminense também não jogou bem. O fato é que um jogo equilibrado como o de ontem, em que foi decidido em um detalhe, foi decidido pela péssima atuação do árbitro. É triste pensar que ele ainda é considerado o melhor árbitro do Brasil, e que nos representará na Copa do Mundo.
Na minha opinião, o resultado de ontem decidiu o campeonato. Porque, com todo o respeito às equipes, o São Paulo enfrenta 4 "bábas" nas últimas 4 rodadas. Vitória no Morumbi, Botafogo e Goiás fora e o Sport em casa. Obrigação do São Paulo vencer. Voltando a falar de erros de arbitragem, nos últimos 3 jogos, 3 pênaltis claros contra o São Paulo não foram marcados, e se continuar assim, vai continuar sendo campeão sempre, pois sem jogar nada, os juízes sempre vão dar uma forçinha.
Campeonato Brasileiro: o mais equilibrado do mundo, o mais vergonhoso do mundo. Só não sei como ainda sentem orgulho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário