15 de novembro de 2009

Flamengo bate o Náutico, nos Aflitos e encostra no líder tricolor

por: Felipe Simonetti

O Flamengo corre atrás do título, tinham uma batalha difícil nos Aflitos contra o Náutico, mas eles se impuseram e venceram o clube pernambucano por 2 a 0. O destaque da partida foi o goleiro Bruno, que fez grandes defesas.

Esta partida do meu ponto de vista era importantíssima para continuar na briga pelo título. Com esta vitória o Flamengo passou o Palmeiras e foi para segundo, ficando a apenas dois pontos do líder São Paulo. Os rubro-negros além de pularem para a segunda colocação, empurraram o Náutico mais para o fundo do passo, os colocando em situação difícil.

O primeiro gol saiu rápido, aos 16 minutos do primeiro tempo, quando em belo chute de Léo Moura o goleiro Glédson soltou a bola nos pés de Petkovic conseguiu mandar a bola para o fundo das redes. Um certo tempo depois o Náutico conseguiu chegar a um gol de empate, mas pelo ponto de interpretação do árbitro o jogador que marcou o gol estava em posição de impedimento antes do chute que Bruno deu o rebote. O Flamengo encerrou o primeiro tempo com um placar muito bom. Zé Roberto recebeu ótimo passe de Léo Moura; o meia mandou para o meio da área, a bola sobrou para o Imperdor Adriano que estufou as redes.

O segundo tempo teve lances que deixou o torcedor flamenguista decepsionado. Um deles foi quando Adriano deixou Zé Roberto na cara do gol; o goleiro Glédson já havia ficado para trás, mas mesmo assim Zé mandou a bola por cima da meta. O outro lance foi quando novamente o Imperador passou para Zé Roberto que não dominou e o Flamengo perdeu outra grande chance. O Náutico chegou até a fazer outro gol, mas novamente em posição de impedimento, esse indescutivel.

Com esta vitória rubro-negra, como já dito o Flamengo pulou para segundo, e ficou com 60 pontos, com dois a menos que o tricolor paulista que está com 62. O Palmeiras encontrasse na cola dos dois com 59 pontos. O Náutico afundou ainda mais, e ficou com 35 pontos, ainda mais difícil de escapar do rebaixamento. Para o clube pernambucano faltam seis pontos para ele sair da Zona da Degola, sendo nove em disputa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário