2 de maio de 2010

Em jogo de quatro expulsões o Santos é campeão em cima do Santo André

Em um jogaço deste domingo o Santo André bateu o Santos por 3-2, mas não conseguiu o título, pela melhor campanha do Peixe nos pontos corridos. A arbitragem foi péssima! A bandeirinha anulou um gol legítimo do Santo André, e o árbitro Sálvio Spínola deu quatro cartões amarelos na partida - três para o Santos e um para o Santo André.

Logo no primeiro minuto de jogo o atacante Nunes recebeu passe de Cicinho que driblou o goleiro e fez 1-0 para o Santo André. Neymar empatou o jogo aos 7, após belo passe de letra de Robinho o menino da vila mandou para o fundo das redes.

Depois foi só pressão para o lado santista; aos 15', Branquinho acertou a trave, aos 17' Carlinhos marcou de cabeça, mas a bandeirinha anulou o gol. Depois de muita insistência, aos 19 minutos Alê colocou o Santo André novamente na frente do placar com um gol de cabeça.

Aos 24 minutos Neymar foi derrubado e gerou uma grande confusão. O árbitro Sálvio Spínola expulsou o atacante Nunes, do Santo André, e Léo, do Santos, por motivos que não consegui perceber.

Robinho passou para Ganso que enseguida em lindo toque de calcanhar deixou Neymar na cara do gol novamente e marcou o 2-2

Apenas aos 31' o Santos conseguiu empatar o jogo. Robinho passou para Ganso que enseguida em lindo toque de calcanhar deixou Neymar na cara do gol novamente e marcou o 2-2. Aos 37' Marquinho da um violento carrinho em Branquinho e também é expulso. Com dois a menos o Santos levou mais um gol; o Santo André trcou de bela forma passes e deixou Branquinho na cara do gol que não desperdiçou, fazendo 3-2 aos 43 minutos, para o Santo André.

O primeiro tempo terminou no 3-2, o mesmo placar do primeiro jogo, mas para desta vez para o Santo André. Com este resultado o Santos era campeão pela campanha nos pontos corridos e foi o que aconteceu, o Peixe segurou o placar no segundo tempo, prendeu a bola e levantou a taça no Pacaembu. Se não fosse o gol anulado pela bandeirinha quem poderia levantar o "caneco" seria o Santo André, mas nunca se sabe como reagiria o outro time, ou o time do interior paulista não marcaria o gol que marcou em seguida; como diz o ditado: "Futebol é uma caixinha de surpresas".

Ganso ainda se envolveu em uma polêmica no final do jogo quando Dorival Júnior iria substituí-lo e ele disse que ficaria contestando a autoridade de seu técnico então o atacante André foi subsituído. Dorival o elogiu no fim do jogo pela atitude inteligênte e atlética de Paulo Henrique, já que estava conseguindo prender a bola no meio-de-campo e ajudando o Peixe.

O Santos ainda sofreu com uma bola na trave do Santo André e com a expulsão de Roberto Brum, mas nada que tirou o título do Santos.
Melhor do Campeonato(em minha opinião): Paulo Henrique Ganso, pela brilhante visão de jogo e os passes certeiros.
Artilheiro: Ricardo Bueno, do Oeste, e Rodriguinho, do Santo André.
Foto/Terra

Postado às: 18h59

Nenhum comentário:

Postar um comentário