21 de fevereiro de 2011

Uma mão e meia na taça

Felipe comemora com os companheiros o
acesso para a final da Taça Guanabara. (Foto: Lancenet)
O Flamengo empatou com o Botafogo na tarde deste domingo por 1-1, mas nos pênaltis Felipe defendeu duas cobranças e a equipe rubro-negra avançou para a final da Taça Guanabara vencendo por 3-1 nas penalidades. A final sempre foi tão esperada (pelo menos por mim), mas deste vez não estou empolgado, pois afinal o Boavista (adversário do Flamengo) não é uma grande equipe.



A equipe rubro-negro está com uma bela equipe. Ronaldinho não está arrebentando como era esperado; ele faz tudo o que um bom jogador faz, só que bonito, ao invés de um passe normal ele manda de calcanhar, ou seja, no fim é tudo igual: qual a diferença de um gol de barriga e de um de bicicleta? Apenas a beleza. Mas o gaúcho é eficiente e sabe jogar, fora saber cobrar falta como poucos. Thiago Neves, Negueba e Felipe também vem mostrando um ótimo futebol e acho que vencer o Boavista não será um dificuldade.

Do outro lado do confronto temos um Boavista que derrotou o atual campeão brasileiro, Fluminense, nos pênaltis. Ao mesmo tempo que da o frio na barriga de enfrentar um time com Ronaldinho e companhia na final eles também estão determinados em vencer. Mas dificilmente a determinação vence um jogo; precisa de qualidade o que é escassa no elenco do Boavista. Acho que podem até dar um certo trabalho para a equipe de Luxemburgo, porém a vitória dificilmente acontecerá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário