25 de março de 2011

Cheio de moral


Parece que não, mas já fazem 5 anos que o Internacional venceu o Mundial e a Libertadores; sempre quando lembro destas conquistas me vem a cabeça do técnico Abel Braga gritando e comandando o time ao lado do campo, sempre com seus olhos vermelhos de emoção e tensão. Pois é, depois destas conquistas e de sair do Inter, Abel foi parar nos Emirados Árabes e sempre foi sondado por clubes brasileiros, enchendo-o de moral.

Todos sabem como é difícil ser liberado do futebol árabe antes de cumprir seu contrato, mas agora enfim Abel voltou ao Brasil. O ex-Inter fechou com o Fluminense que perdeu o tetra-campeão brasileiro, Muricy Ramalho. Abelão chegou cheio de moral, como chegou Muricy no tricolor das Laranjeiras, aonde esperamos que haja novamente um bom futebol.

Muricy recomendou/contratou ótimos reforços deixando Abel com um belo time, porém a situação do técnico não é boa. Abelão terá um difícil tarefa para classificar o Fluminense para as oitavas-de-final da Libertadores e de recuperar o tricolor no Cariocão.

Outro técnico que também saiu a pouco tempo foi Joel Santana, que não deveria ter deixado o Botafogo (foi opção dele), já que fazia um ótimo trabalho. Fiz uma enquete perguntando quem a torcida do Fluminense queria no comando do time e com 77% o "Papai" Joel venceu, seguido de Abel com 22% e depois Caio Júnior e Levir Culpi com 0%.

Creio que o time tricolor não se arrume, pois considero Muricy melhor técnico do que Abel Braga. Nos primeiros dias ou semanas o clube deve voltar a jogar melhor, até porque querem a vaga no time titular; os titulares se esforçarão para manter e os reservas para conquistar; mas acho que esse ano não será o do Fluminense. Montou uma bela equipe, mas não vejo ela indo a frente com facilidade como foi ano passado. Para o Brasileirão aposto em 3 times: Santos, São Paulo e Cruzeiro; outro dia faço um post explicando o motivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário