25 de outubro de 2011

Chegou o incentivo

A equipe do São Paulo parecia desanimada nos últimos jogos. Em poucos lances vimos os craques saírem em velocidade e chutarem bem para levaram perigo ao goleiro adversário. Um time que conta com Lucas, Dagoberto, Juan e Piris (por exemplo) não pode jogar desta forma e parece que a solução chegou. Emerson Leão foi anunciado como novo treinador do tricolor do Morumbi na manhã desta segunda-feira.

Leão é um técnico determinado que a um bom tempo quer vencer um título de expressão. Agora ele terá uma grande oportunidade, uma vez que tem um ótimo elenco e uma bela oportunidade. O São Paulo tem apenas 1% de chance de ser campeão brasileiro, entretanto a Sul-Americana parece ficar cada vez mais fácil, já que os maiores algozes do clube (os times brasileiros) estão caindo um atrás do outro.

O tricolor do Morumbi precisa de um técnico que faça a equipe "comer grama", alguém que pega pesado. Nada de treinador "molenga" amiguinho de jogador; ele tem que defender seus atletas, porém cobrar mais do que tudo. Muricy deu certo com este estilo marrento e reservado, quem sabe Leão não siga o mesmo caminho?

Apesar do estilo de treinador cobrador ser importante o que mais faz falta no São Paulo é alguém que resolva os problemas do clube. O incentivo para encerrar as jogadas melhor: com chutes dignos de atacantes e meias. Além de resolver o problema das bolas aéreas do clube. Uma equipe que tem Rhodolfo (1,93m) e João Filipe (1,90m) na zaga não pode dar bobeiras como essas que o tal "Soberano" toma. A equipe está bem formada fora de campo, porém dentro dele é outra história.

A diretoria do SPFC fez o melhor que poderia. Milton Cruz não deveria continuar no cargo, para não perder o respaldo da torcida tricolor como assistente. O contrato de Leão se estende apenas até o fim do Brasileirão, ou seja, caso for bem, ótimo, continua no comando; todavia se for mal, cai fora sem o clube desembolsar um real sequer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário