6 de fevereiro de 2013

Nos resta rezar

Mais um show prometia ocorrer no tradicional estádio Wembley. Desta vez não seriam os Rollings Stones nem Madonna que se apresentariam lá, mas sim os astros das seleções inglesa e brasileira. Felipão voltaria ao comando de seu país e Ronaldinho e Ashley Cole completariam cem jogos por suas seleções. Tudo anunciava que veríamos um grande espetáculo, contudo não foi bem assim.


Os defensores do English Team pareciam estar de férias, pois o meio e o ataque brasileiro não perturbaram  Dos selecionados apenas Lucas e Oscar se salvaram pela efetividade ao saírem para o jogo.  Dante e David Luiz também não foram mal e quando deixaram passar viram o "santo" Júlio César fazer milagres. Neymar tentou, não obstante parou no bloqueio inglês. Fred até balançou as redes, porém dominar a bola e acertar um passe que é bom: nada. Ronaldinho também prometia, mas só apareceu pelo pênalti mal batido defendido por Joe Hart, que defendeu também o rebote do Gaúcho.

Já os brasileiros foram perturbados demais por Gerrard, Lampard, Wilshere, Walcott e Rooney. Os dois primeiros foram perigosos na armação de jogadas e eficientes nos chutes de fora da área. O meia do Chelsea acertou um petardo a fez o segundo gol após falha de Arouca. Os mais novos deitaram e rolaram nas laterais. O ponta do Arsenal fez Adriano comer poeira na avenida que virou a lateral-esquerda do Brasil. Rooney foi o bom e velho artilheiro. Marcou o primeiro gol e perturbou o trabalho de Felipão e companhia.

Assim como em sua estreia em 2001, Felipão estreou com derrota. Em 2002 foi campeão da Copa do Mundo, todavia essa semelhança não conforta a torcida brasuca. Muito pelo contrário e nos faz até sentir falta de Mano Menezes que vinha acertando seu trabalho em seus últimos meses.

Foram muitos pecados no meio de poucos acertados que definiram a primeira derrota da turma do Guaraná para os gentlemans do tea desde 1990. Agora nos resta rezar para que Scolari arrume o time no pouco tempo de trabalho que terá até a Copa.

PS: Essa partida também marcou a despedida da Umbro do English Team. Uma pena. A fornecedora que sabe manter a classe com os melhores desenhos aos poucos vai acabando. Já perdeu Santos, Manchester City, Athletic Bilbao e agora seus melhores clientes, os ingleses.

Acompanhe o NossoFutebolClube também por Twitter e Facebook

2 comentários:

  1. Gostei de David Luiz e Júlio César. Não gostei de R10 e de Neymar. O resto nem gostei nem desgostei. Para os superticiosos, a derrota na re-estreia traz bons presságios, vamos torcer....

    Gosto também da Umbro, mas vem perdendo terreno não é de hoje para as multinacionais gigantescas. Perde também o futebol.

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
  2. Luiz,
    Fiquei um pouco assustado com o que vi. Estamos a pouquíssimos jogos da Copa e a Seleção pouco chutou e pouco acertou. Temos ótimas peças no elenco, mas não rende. Como Neymar, Oscar, Ronaldinho, David Luiz, Júlio César, Dante e companhia tomam um baile (que o placar não mostrou) desses para a Inglaterra?
    Abraço

    ResponderExcluir