21 de abril de 2013

Acabou!

Até agora foram dezenove rodadas de pura enrolação e enfim chegou o mata-mata do Campeonato Paulista. Enquanto o Cariocão preza pela emoção dos diversos jogos eliminatórios, parece que Paulistão valoriza mais a monotonia, já que os gigantes jogam clássicos que pouco valem e quando classificados ainda tem que encarar umas quartas-de-final.

Enfim o tédio acabou e São Paulo, Mogi Mirim, Santos, Ponte Preta, Corinthians, Palmeiras, Botafogo e Penapolense, respectivamente, se classificaram e se enfrentarão em empates de apenas um jogo (exceto na final). Novamente os quatro grandes se classificaram, todavia é bom destacar que caso apenas os quatro primeiros se classificassem (como já foi), Palmeiras e Corinthians estariam fora do mata-mata.


Dos quatro jogos apenas um dará uma real emoção aos torcedores: o clássico entre Palmeiras e Santos. O Peixe não vive seu melhor momento, mas mesmo assim é favorito diante do Palmeiras, que apesar de estar nas oitavas-de-final da Libertadores tem um elenco aquém do nome da instituição Palmeiras. Neymar é o fator desequilibrante e se o Verdão não der o foco necessário a competição, devido à Liberta, pode acabar sendo massacrado.

Em segundo lugar temos um outro jogo interessante, o Corinthians e Ponte Preta. A notoriedade da partida deve-se à Macaca ter perdido apenas uma vez na competição (para o Palmeiras) e ter conseguido vencer o Santos e o próprio Timão, além de empatar com o São Paulo. Ainda assim, o Corinthians é o favorito, visto que possuí um elenco de ouro, todavia o time da Ponte não é de se descartar e pode novamente pregar uma peça na equipe de Tite.


O São Paulo por ter sido o líder da fase classificatória enfrentará a pior equipe, teoricamente: o Penapolense. Jádson, Osvaldo, Luís Fabiano e Rogério Ceni tem tudo para passarem, facilmente, pelo time interiorano, afinal foram regulares o campeonato inteiro e só tiraram o pé quando a liderança já era certa. Entretanto, assim como o Palmeiras pode deixar a competição em segundo plano, para não desperdiçar a tão difícil classificação sobre o Atlético Mineiro, na Libertadores.

O jogo restante é entre Botafogo e Mogi Mirim, que sem querer desprezar os clubes interioranos - mas já desprezando - é o menos interessante. Nenhum dos dois é candidato ao título e provavelmente quem vencer esse duelo será eliminado pelo vencedor de Palmeiras e Santos.

O desinteressante Paulistão está próximo de ter sua primeira final enquanto o Cariocão se aproxima de sua segunda e quem sabe de sua terceira. Falta emoção nessa campeonato. Chegamos a um ponto tão deprimente que classificamos como interessante um momento em que se tem oito clube, sendo que apenas quatro deles disputam o título e dois desses sem enfrentam logo na primeira partida. Abaixo o monotonismo.

Facebook | Twitter

2 comentários:

  1. Acho que o único jeito de dar emoção mesmo ao Camp. Paulista seria ser só mata-mata.
    Eu gosto assim, pois os grandes se classificam antes, podendo dar prioridade a Libertadores, enquanto os pequenos brigam entre si para ficar com as outras 4 Vagas.

    Abraços, William P.

    ResponderExcluir
  2. Pra mim o ideal seria usar a mesma fórmula do Carioca. Muita emoção e de uma certa forma uma igualdade entre os clubes.
    Abraço

    ResponderExcluir