3 de maio de 2013

Pintando de Amarelo #001

A fase do mata-mata da Taça Libertadores chegou e todos os seis clubes brasileiros (Atlético Mineiro, Corinthians, Fluminense, Grêmio, Palmeiras e São Paulo) avançaram. Com um confronto de brasileiros, uma reedição de final e outras partidas emocionantes os jogos de ida se encerraram e impuseram metas as clubes que buscam se classificar às quartas-de-final da competição mais importante das Américas.


Partindo deste ponto tive a ideia de criar uma coluna neste blog, a Pintando de Amarelo,  para analisar o desempenho dos representantes do Brasil na Liberta. Com breves comentários analisarei as partidas destes clubes jogo após a jogo. A primeira leva de partidas já se foi hoje, sendo assim, gostaria que os leitores avaliassem essa idealização nos comentários, que pouco a pouco ela se moldará ao gosto de quem acompanha este blog.

Atlético Mineiro
O Galo mineiro foi polivalente neste primeiro jogo; no Morumbi, compareceram e se aproveitaram da expulsão de Lúcio e da precoce lesão de Aloísio. Mesmo saindo atrás correram bem atrás do placar e arrancaram uma virada por 2 a 1, com gols de Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli.

Corinthians
Jogando na lotada Bombonera, o Timão fez uma partida abaixo do que costuma demonstrar, mas mesmo assim disputou a vitória com o Boca Juniors. Os argentinos marcaram duas vezes, mas apenas o gol de Blandi valeu, já que no outro lance havia impedimento. A derrota não é boa, todavia é um placar completamente reversível para a fiel torcida corintiana.

Fluminense
O Fluminense não sentiu efetivamente a altitude de Guayaquil contra o Emelec, porém saiu do Equador com uma derrota por 2 a 1. Leandro Euzébio marcou contra, o Flu empatou com um golaço de Wagner e no final da partida os equatorianos marcaram de pênalti. Perder nunca é bom, mas para se classificar o time de Abel Braga necessita de uma simples vitória por 1 a 0 no Rio de Janeiro.

Grêmio
Em sua bela arena, o Grêmio suou para bater o até então invicto Santa Fé. Comandados por Elano, o tricolor gaúcho marcou com Vargas (o seu primeiro na Arena Grêmio), teve Cris expulso, sofreu um de pênalti e nos minutos finais marcou com Fernando. O volante acertou um petardo de fora da área e do jeito mais sofrido possível venceu a partida, bom resultado, já que o jogo de volta será fora de casa e na altitude.

Palmeiras
Apesar de um 0 a 0 contra o Tijuana parecer um resultado ruim, o placar alcançado pelo Palmeiras é excelente, visto que jogaram fora de casa. Além disso, tiveram que bater a dificuldade da grama sintética do Estádio Caliente. Agora, o Verdão precisa apenas de uma vitória simples em casa para avançar às quartas.


São Paulo
O São Paulo começou bem, vencendo o Atlético Mineiro baseado na raça com um gol de Jádson, mas de virada foi derrotado por 2 a 1 dentro de casa. Um péssimo resultado, já que assim terá que brigar para vencer o Galo no Estádio Independência por placares maiores como 2 a 0 e 3 a 2. Lúcio foi um grande responsável por essa derrota, visto que foi expulso e comprometeu o bom futebol apresentado pelo tricolor nos primeiros 35 minutos.

Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário