1 de agosto de 2013

#ProjetoÍbis2014

O São Paulo até poucas semanas atrás era considerado um soberano. Mesmo quando não vivia uma grande fase ainda colocava medo em seus adversários, quando esses iam ao Morumbi. As três estrelas vermelhas (que simbolizam o tri-mundial) eram uma marca de respeito até pouco tempo. Entretanto, tudo isso foi a baixo e ao invés de glórias, são as derrotas que tem marcado a história tricolor.


O time presidido por Juvenal Juvêncio acumula incríveis 12 jogos sem vencer e até o empate contra o Corinthians contabilizava 8 derrotas consecutivas. São números impressionantes, contudo tornam uma dimensão astronômicas se comparados ao Íbis.

Pois é, jamais imaginei que compararia o grande tricolor paulista ao famoso "pior time do mundo", mas a situação é tão crítica, que as semelhanças entre os dois clubes começam a aparecer. Em sua pior fase, a equipe pernambucana acumulou 9 derrotas consecutivas, o que teria acontecido também com time de Paulo Autuori se tivessem sido derrotados pelos corintianos (que nos últimos anos tem feito a festa nos clássicos contra o tricolor).

Com um empate igualar a marca de jogos perdidos em seguida do Íbis se tornou distante, contudo ainda existe uma que pode ser batida: a sequência de partidas sem vencer. O rubro-negro ficou inacreditáveis 23 jogos sem vencer sequer uma partida e com a derrota desta terça-feira para o Bayern de Munique, o time do Morumbi já conta 12 jogos de seca.

Ok, ainda faltam 11 partidas para alcançar esse recorde, porém os jogos contra Milan, Benfica e Kashima Antlers (no Japão) podem contribuir para o time se afundar de vez e desgringolar em uma infinidade de derrotas.


Vendo isso, resta ao são-paulino tirar sarro da situação. Para que brigar com os adversários que vivem brilhantes momentos se o seu time está mesmo no buraco? É hora de rir das pixotadas de Douglas, Maicon, Luís Fabiano e apoiar a campanha #ProjetoÍbis2014, aparentemente incentivada pelo impassível, sempre sóbrio e querido presidente Juvenal.

Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário