26 de setembro de 2011

Insano ou exemplo?

O lateral/zagueiro do Grêmio, Mário Fernandes, anunciou hoje que não jogará o Superclássico das Américas, contra a Argentina. O jogador foi convocado por Mano e não está machucado! Mário decidiu que não jogará a partida e disse que se dedicará ao tricolor gaúcho neste tempo. Seria uma revolta? Ou identificação com o clube? Um exemplo a ser seguido.

O Sr. Ricardo Teixeira, que já omitiu rendimentos vindos de suas atividades rurais, foi acusado de nepotismo em cargos da CBF e está envolvido em casos de importações ilegais, merece uma revolta. Os torcedores já fizeram diversas marchas contra o nosso "querido" presidente da CBF, mas parece que não o afetou diretamente. Algo mais escandaloso deveria ser feito e esse ato de Mário Fernandes poderia ser a revolta perfeita. Infelizmente não deve ser uma vez que o lateral alegou que fossem motivos pessoais e pouco declarou.

Mário ainda pode ser um dos poucos exemplos de jogadores que parecem ter realmente uma grande identificação e amor a camisa de seu clube. Rogério Ceni e Marcos são outros bons exemplos a serem citados. O Grêmio não vive um bom momento e precisa de força. O clube gaúcho anunciou que o atleta gremista está apenas focado no avanço da equipe e que ficará no clube. Espero que sua intenção tenha sido essa mesma de priorizar o clube.

Há ainda a possibilidade do camisa 13 ser um completo insano. A Seleção é uma grande oportunidade para quem quer atingir céus mais altos. Vestir a amarelinha abre o olho do mundo para o atleta que provavelmente receberá boas propostas para o futuro. Em outra ocasião Mário Fernandes sumiu de Porto Alegre por 5 dias e foi encontrado no interior de São Paulo. Há quem diga que o estresse o fez acreditar que não poderia ajudar a seleção desta forma, entretanto é um fato bizarro uma vez que é uma oportunidade ímpar.

Uma revolta seria um grande feito, todavia não é o que parece ser. Um amor louco à camisa tricolor parece ser uma hipótese mais lógica, uma vez que o clube não vive um bom momento e Mário acredita que ainda pode novamente ser convocado. Ele ainda pode ser um insano total e ter recusado essa convocação por vontade. É bom frisar que desta forma ele fica com (muito) menos chances de ser convocado para as Olimpíadas. As entrevistas dos próximos dias podem esclarecer isso melhor e espero que sim, já que este caso está muito confuso.

3 comentários:

  1. Acho que ele não foi por querer defender o Grêmio e sim por ter problemas pessoais.. E não é a primeira vez, já deixou o Grêmio alguns dias, assunto dele é psicológico.

    Felipe Couto

    ResponderExcluir
  2. Acho que foi um fato insano, que não deve ser seguido.

    Acredito que deve ter havido alguma coisa em Córdoba que o incomodou, e por isso preferiu ficar em POA. O "currículo" dele (como você bem disse, ele já sumiu do clube) favorece essa opinião.

    Acho que a Seleção é o ponto máximo que um jogador pode atingir, e ele tem que se dedicar para isso, não esnobá-la, independente dos cartolas que comandam a entidade máxima do futebol brasileiro.

    Já vi muitos torcerem contra a Seleção por causa do RT. Isso é um absurdo, por mais safado que seja o cartola.

    Enfim, acho principalmente uma pena o que está acontecendo, pois Mário tem um grande talento que não deve ser mais aproveitado por Mano.

    Abs
    Diogo Magri

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente. Viu o motivo? Estava em uma balada e não conseguiu acordar para pegar o voo! É um muleque mesmo.

    Eu jamais deixarei de torcer para a Seleção por mais corrupto que seja o RT! Falou muito bem sobre isso!
    Abraço!

    ResponderExcluir