5 de outubro de 2011

Já saindo em desvantagem


Sempre fui contra a clubes jogarem em estádios muito acima do nível do mar, onde o ar é mais rarefeito e quem não está acostumado acaba tendo dificuldades respiratórias. Imagine então um clube tradicional jogar uma competição disputada com um modesto time boliviano tem grandes chances de ser eliminado! Esse exemplo é real e o Vasco encara hoje, em Cochabamba-BOL o Aurora para tentar ao menos empatar e se avançar de fase com um bom resultado em casa, na Sul-Americana.

Ricardo Gomes tirou o Vasco do poço, conquistou a Copa do Brasil e deixou o clube em uma situação bem agradável no Brasileirão - podendo conquistar o título. Teve todo o problema do AVE e Cristovão Borges assumiu a equipe. Agora o "interino" terá esse difícil tarefa de seguir na Sul-Americana e ser campeão brasileiro.

Apenas um clube brasileiro conseguiu conquistar a Sul-Americana, o Internacional, desde então todos querem também levantar a taça - até porque garante uma vaga na Libertadores. Entretanto a tarefa não é fácil, os clubes são bem equilibrados e muitas vezes os jogadores tem que disputar partidas em países onde o único beneficiado é o mandante.

Sou completamente contra a disputa de jogos acima de uma cerca altitude (em relação ao nível do mar) em competições internacionais. Nos campeonatos nacionais não há problemas, já que os clubes do país são acostumados com esse clima, porém se um time brasileira (chileno, argentino etc) joga em país como a Bolívia claramente estamos em desvantagem. Uma prova: As derrotas por 6-1 e 2-0 de Argentina e Brasil em território boliviano (respectivamente).

Por estes fatores citados creio que o Vasco já sai em desvantagem. Muitos jogadores foram poupados, uma vez que o clube cruzmaltino disputa o titulo do Brasileirão, e eles podem acabar tendo sérios problemas. Aposto em uma vitória por 1-0 do Aurora, mas torcerei muito pelo Vasco; para que represente bem o Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário