16 de fevereiro de 2013

Os deuses do futebol fazem a festa


Assistir futebol inglês não é um de meus maiores prazeres, mas não há como negar que os jogadores da Terra da Rainha formam o melhor campeonato do mundo em questão de nível (e não de competitividade). No ínicio da tarde deste sábado pude acompanhar uma festa dos deuses do futebol nos gramados do Emirates Stadium na partida entre Arsenal e Blackburn, válida pelas oitavas de final da Copa da Inglaterra.

Naturalmente todas as expectativas estavam voltadas para um vitória, mesmo que suada, dos Gunners; afinal, o Blackburn é um time de segunda divisão. O tempo foi passando e tudo indicava que a previsão se cumpriria. Após o primeiro tempo o placar ainda marcava 0 a 0, todavia foi uma partida de domínio ofensivo vermelho contra uma compacta defesa dos Rovers.

Na metade final da partida o Arsenal correu mais, afinal o tempo estava acabando, contudo quando a bola não parava no travessão, como o impetuoso chute de Rosicky, era o goleirão Kean que impedia o  placar de ser aberto. O segundo tempo já estava quase na metade quando Arsene Wenger decidiu atender os pedidos da torcida e colocar os titulares (poupados para o jogo contra o Bayern de Munique ela Champions League) Wilshere, Walcott e Cazorla para marcar e decretar a classificação para as quartas.

Foi só os craques do time da casa entrarem que os deuses do futebol pregaram a primeira peça. Na terceira finalização a gol do Blackburn, Kasim-Richards aos 27 aproveitou o rebote de Szczesny e marcou o gol da eliminação dos Gunners. Eles ainda tentaram levar a partida para o replay na casa dos adversários, contudo os senhores da bola desviaram todos os chutes para as mãos do abençoado arqueiro Jake Kean.

O homem-do-jogo foi definitivamente o goleiro do Blackburn, Kean, que fez milagrosas defesas e parou craques como Walcott, Giroud, Wilshere e Rosicky. O perna-de-pau fica definitivamente para quem não estava dentro da quatro linhas; Arsene Wenger, que demorou a fazer as substituições e comprometeu o futebol do time londrino.

Facebook | Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário